quarta-feira, 2 de julho de 2014

Pagina Índice: Jesus Uma Fraude! - Série Sobre o Fato Irrefutável de que Jesus é Apenas Ficção

Você Sabe o que é “O Salto Quântico Genético”? [Clique Aqui]

Paginas Índice:  [Todos os Artigos Contra a Religião] - [Índice  Jesus Uma Fraude!] - [Índice: Os Segredos da Bíblia]

Jesus é uma Fraude: [Imperador Constantino] - [Jesus Gnóstico] - [Simão o Mago o Deus Sagrado] - [Simão Bar Kokhba o Messias] - [Apolônio de Tiana] - [Ísis a Verdadeira Santa Mãe de Deus] - [João Batista o Verdadeiro Cristo] - [Mitra o Verdadeiro Salvador] - [O Verdadeiro Filho de Deus]

Série Jesus Nunca Existiu - Capítulos: [Jesus Histórico?] - [Crestus o Messias dos Essênios] - [Flávio Josefo, Tácito e Plínio] - [Inteiramente Inventado] - [Incoerências da Bíblia] - [Plágio das Mitologias] - [Um Plágio Oriental] - [Cópia e Cola] - [Nunca esteve aqui] - [Jesus é o DIABO!] - [Os Rivais de Jesus] - [Top 23 Razões] - [Jesus na Índia] - [Jesus e os Essênios] - [Jesus é Mentiroso!] - [O Pai de Jesus, Constantino]

Maria 'Mãe' de Jesus? [Clique Aqui] - Salomão e Davi nunca Existiram, [Clique Aqui]

- “Nós não queremos ser indelicados, mas temos que ser factuais. Não queremos magoar os sentimentos de ninguém, mas queremos ser academicamente corretos naquilo que compreendemos e sabemos ser verdadeiro. O cristianismo não é baseado em verdades. Consideramos que o cristianismo foi somente uma história romana, desenvolvida politicamente”- (Jordan Maxwell, pesquisador escritor, denunciador das conspirações mundiais).

Jesus e João Batista - Essa Cena na Verdade Nunca Aconteceu...

Jesus Cristo é Apenas uma Ficção, uma criação do Imperador Constantino de Roma. Ele o criou a partir de contos e mitos sobre outras figuras da época, Jesus é uma concha de retalhos, não passa de ficção. (Bruno GM)

-“Eles devem achar difícil... Aqueles que tomaram a autoridade como verdade, ao invés da verdade como autoridade”. (Gerald Massey, Egiptólogo)

- “Acredite em Jesus sem provas nem evidências, ou seja torturado eternamente... ameaças em lugar de argumentos. Os homens inteligentes são os pecadores e os crédulos, os santos... O inferno é o lugar para onde os covardes enviam os heróis” - (do site Uma Nova Era).

- Jesus Cristo Nunca Existiu? - Segredos da Bíblia - Os Rivais de Jesus - [Mentiras Fraudes]:

-Série - Jesus Cristo Uma Fraude - [1 de 9] - Imperador Constantino - Verdadeiro Criador do Cristianismo:

- Série - Jesus Cristo Uma Fraude - [2 de 9] - Jesus Gnóstico - Antiga e Verdadeira Religião Cristã Destruída por Constantino:

- Série - Jesus Cristo Uma Fraude - [3 de 9] - Simão o Mago o Deus Sagrado - O Verdadeiro Poder de Deus:

- Série - Jesus Cristo Uma Fraude - [4 de 9] - Simão Bar Kokhba o Verdadeiro Messias Salvador de Israel:

- Série - Jesus Cristo Uma Fraude - [5 de 9] - Apolônio de Tiana o Verdadeiro Fazedor de Milagres - Deus na Terra:

- Série - Jesus Cristo Uma Fraude - [6 de 9] - Ísis a Verdadeira Santa Mãe de Deus - A Real Nossa Senhora - Virgem Sagrada:

- Série - Jesus Cristo Uma Fraude - [7 de 9] - João Batista o Verdadeiro Cristo - O Cordeiro de Deus:

- Série - Jesus Cristo Uma Fraude - [8 de 9] - Mitra o Verdadeiro Salvador - Enviado por Deus - Mithra:

- Série - Jesus Cristo Uma Fraude - [9 de 9] - O Verdadeiro Filho de Deus - Imperador Romano - Cesar - Bíblia:

- Série - Os Segredos da Bíblia - [4 de 6] - Quem é Jesus? Personagem de Ficção! - Nunca Existiu!: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2014/06/serie-os-segredos-da-biblia-4-de-6-quem.html

- Rei Salomão e Rei Davi nunca Existiram! - Documentário Prova que Primeiro Testamento é uma Fraude: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2012/06/rei-salomao-e-rei-davi-nunca-existiram.html

O Jesus Cristo como é relatado na Bíblia na verdade nunca existiu, nunca existiu um "milagreiro" um ser muito "iluminado" enviado por Deus para salvar a humanidade morrendo por nós... a figura central da religião cristã é na verdade uma concha de retalhos, criado a partir do conjunto de mitos e lendas da época do Imperador de Roma Constantino. O personagem Jesus foi criado para doutrinar as pessoas usando de uma filosofia conformista introduzindo a idéia que a 'recompensa' está no outro mundo depois da morte, então para que se rebelar? Para que lutar por justiça? Dignidade? Melhores condições de vida? Para que isso se o 'reino dos céus' não é desse mundo, e só pode ser alcançado depois da morte? Então por que ir contra os tiranos e déspotas? A idéia é simples e brilhante... criar uma figura exemplar para todos seguirem e assim se tornarem dóceis e passivos para então os governantes poderem fazer o que quiserem sem se preocupar com as reações populares. Sentenças tais como:  'Jesus morreu na cruz, e por causa disso ele foi consagrado!', 'Jesus cumpriu o mandamento Divino, se sacrificou, derramou seu sangue, e por isso está sentado ao lado direito de Deus! Faça o mesmo você, se sacrifique, se deixe crucificar, e ai vai se juntar ao filho de deus no paraíso!'. Essas são as diretrizes centrais que é o objetivo final de toda a ficção colocada na bíblia e imposta a massa da população como a 'verdade estabelecida', a 'palavra de deus'.  O Imperador Constantino queria acabar com a instabilidade dentro do império romano e aconselhado por filósofos, historiadores, e políticos resolveu que criaria uma religião única e todas as outras seriam proibidas. A religião cristã é uma construção de Constantino, a figura Jesus foi profundamente modificada agregando talentos e feitos míticos de outras figuras religiosas mais populares da época. O Jesus verdadeiro, se existiu, era apenas um homem comum sem poderes, não era nada demais talvez apenas um médium como tantos outros da época, não se destacava... O cristianismo gnóstico floreou muito as estórias sobre ele e Constantino se apropriou e a modificou ainda mais, e completamente, a ponto dele (Jesus), não ter mais nada a ver com a figura original, (se é que existiu uma “figura original”, pelos meus estudos nunca existiu). Jesus Cristo é fundamentalmente apenas uma ficção criada pela elite para alienar as pessoas comuns, torná-los passivos e dóceis para aceitarem a sua miséria e decadência. A mensagem é clara, e não deixa dúvidas:  - 'veja Jesus! Ele aceitou que deveria sofrer e morrer, era a vontade de deus... sigam o EXEMPLO!' -

Pessoa no Facebook:

Opinião minha pelo que ví, vivi, senti e pude perceber... Jesus é mais uma tática de dominação em massa, um personagem criado á partir da figura do que chamamos hoje de hippies, que por acidente acabou dando certo e dominou a mente de gerações e gerações de pessoas presas na terra. Diria que Jesus foi criado por uma das maiores mentes da história, porque seu legado vem destruindo e dominando seus seguidores e pelo visto a coisa só vai piorar. De fato, sua mensagem bondosa não poderia ser diferente, afinal ele é o tal filho do Deus de Israel então obviamente não veio para nada mais do que submeter a grande massa ao escravismo, pesquisem sobre Sionismo.

Engraçado que Jesus como Messias não cumpriu sequer nenhuma profecia , tudo que o novo testamento supõe que ele cumpriu está fora do contexto das profecias originais da Torah , até porque um salvador como os Judeus esperam é impossível. Não entendo porque tanta crença num ser tão nefasto e escravista, os crentes ficam lendo somente essa biblia com "mil" livros á menos e acham que sabem de tudo. No próprio Talmud Judaico está escrito que "Quando o Messias vier, cada Judeu terá 2.800 escravos", outra citação : “No tempo do Messias, os judeus exterminarão todos os povos da terra.”

Em 1673 Bar Nachmani, no “Bammidhar rabba”, fol. 172, c. 4 e fol. 173, c. O Messias que eles esperam irá concluir a promessa de seu deus YHVH de que o “Povo escolhido” irá dominar toda Terra. Obviamente que já se passaram tantos anos nessa espera que hoje em dia a maior parte dos membros do Judaísmo já deixaram de acreditar em tais escritos e, ou não praticam religião nenhuma, ou estão migrando para organizações mais amplas que englobam toda a humanidade e não só um grupo seleto. Tenho pena, conheço judeus de perto, vejo que por conta dessa história milenar eles sofrem preconceito dos cristãos, preconceitos por sua raça, obvio que há aqueles que fazem por merecer mas não dá para generalizar. Em fim , se esse Jesus é o todo poderoso filho de deus e tudo mais, a história dele é bem cheia de problemas e pelo visto ele mais derrama sangue do que salva alguém com o seu próprio, como os cristãos adoram pregar.

- Pensamento de Grande Sabedoria: “É uma ficção absurda a afirmação de que as igrejas são ‘úteis’ a sociedade. Elas não são nada mais do que centros de propaganda de crenças supersticiosas e doutrinas fantasiosas, são fábricas de arrecadar dinheiro de modo ilícito. Os membros da Igreja têm o direito de acreditar e propagar suas várias doutrinas imaginárias a vontade. Mas eles devem pagar todos os custos desta propaganda, incluindo uma tributação justa para todos os bens da igreja, a arrecadação de doações para essas causas fantasiosas deve ser taxada”. [Emanuel Haldeman-Julius, escritor socialista americano, pensador ateu, reformador social e editor. ‘A Igreja é um fardo, não um benefício na vida social’].

Páginas Índice:  [Todos os Artigos Contra a Religião] - [Índice  Jesus Uma Fraude!] - [Índice: Os Segredos da Bíblia]

Jesus nunca existiu, apenas o óbvio:

Jesus Nunca Existiu - É apenas um personagem de... por bruno-de-moraes



A Maior Fraude de Todos os Tempos:


Eu prefiro idolatrar a Britney Spears e você??? J

http://3.bp.blogspot.com/-DjN5pczLc9U/TvfzNptfHII/AAAAAAAAGYI/dejHV7cIIEY/s1600/Os%2Brivais%2Bde%2BJesus.jpg

Bruno Guerreiro de Moraes, apenas alguém que faz um esforço extraordinariamente obstinado para pensar com clareza...

Tags: Pagina Índice, Jesus Uma Fraude!, Série Sobre,Fato Irrefutável, Jesus,Apenas Ficção,bíblia sagrada,evangelho de jesus,contos,parábolas,natal,natividade,mãe de jesus,maria,Ficção, bíblia sagrada, contos, evangelho de jesus, carmen viana, jesus, Jesus Uma Fraude!, maria, mãe de jesus, natal, natividade, origem do cristianismo,parábolas,mentiras religiosas, mudou meu viver, é o senhor, roberto carlos,superstar, eu estou aqui, jesus chorou, está voltando, meu guia é,filho de deus,luz,nunca te abandona,nos abandona, desiste de você,

84 comentários:

Anônimo disse...

Bruno:

Após ler boa parte das postagens acerca da Bíblia, de Jesus e da religião em geral, deixo aqui uma indicação de leitura:

Trata-se do livro ONDE A RELIGIÃO TERMINA? Do concienciólogo Marcelo da Luz, ex-padre franciscano.

O livro trás uma mistura de relatos pessoais e análises desconstruindo os fundamentos da religião e do cristianismo em particular. Uma leitura não recomendada para todos. Apesar de polêmico o tom do livro não é agressivo, mas apenas mostra serenamente as fraquezas do discurso religioso. Vale a pena conferir.

Relendo a postagem a respeito do espiritismo e a realidade capitalista vigente no Brasil, encontrei o seguinte comentário de um internauta anônimo a respeito da lei do carma:

“Como devemos entender a Lei do Carma à luz do Sal Quântico?

Como já é bem conhecido, esta lei constitui uma espécie de pedra fundamental dos ensinamentos da maior parte dos grupos espiritualistas e esotéricos. Embora haja diferenças entre eles na maneira de entendê-la, eles, normalmente, a apresentam como uma lei justa, equânime e promotora da evolução espiritual.

Mas.... Considerando tudo o que está contido neste site, me parece que as coisas não são bem assim.

Aguardo a sua resposta.”

E você então respondeu:

“Não existe "Carma" anônimo, o que realmente existe são programações aleatórias em nossos campos energéticos que nos fazem sofrer Set Backs, e repetir, vida a após vida situações de traumas que vivemos no passado.”.

Convenhamos que não é isso que a maioria das escolas, consideradas esotéricas, ensinam.

Percebo também que elas normalmente confundem lei de causa e efeito com justiça e moralidade, como elas comumente apresentam a lei do carma. Dando a entender que tudo o que ocorre no mundo é perfeitamente justo, pois corresponde aos efeitos de malfeitos passados. Só nos restando nos conformar com tudo isso.

Neste ponto eu concordo com o anônimo: se houvesse tanta justiça assim na Terra os que há séculos promovem tudo o que de pior no mundo já deveriam ter sido punidos há muito tempo.

Philemon de Tebas.

Anônimo disse...

Concordo plenamente com esse assunto, na minha opinião a Bíblia e todas as Escrituras e anexos nada são mais do que uma grande "fraude" pois tem bases na construção de um Messias-salvador dos pobres da região que é hoje Israel e Palestina-; criando assim alguma organização naquela época e servindo como guia para todos os desgraçados daquela época. Me recuso a pensar que alguém rico ou poderoso dessa altura fosse acreditar em tal coisa ou sequer seguir o que quer que seja...poderiam dizer que sim e nos livros estar escrito que aceitavam mas uma coisa é dizer outra é o íntimo e o pensar, coagir com outros para proveito próprio existe.

Religiões sejam elas quais forem, nunca acreditarei, e terei sempre um pé atrás ou seja desconfiarei sempre. (pois é tudo fruto de criação do Homem)

E finalizando; quem não desconfia do Homem e ou de si próprio inclusíve, não está ajudando na nossa evolução enquanto seres psicológicos e físicos. Querer ser melhor, mais sabedor, e precavido do que as gerações anteriores é imprescindível. Tudo aquilo a que chamamos de "Vida" só é complexa graças a isso.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

1] Conversa com um Fanático Cristão no Facebook:

• Betinho Filho Ao tirar o cabresto das pessoas , corremos o risco do mundo virar uma baderna. Muitos precisam disso pra serem melhores. O medo muitas vezes ajuda às pessoas a nao serem levadas pelos seus instintos. Tire o pao mas de uma franguinho pra eles comerem . rsrs
15 de julho às 11:36

Betinho Filho O que ganhamos, com um ex-presidiario que esta seguindo a risca o evangelho ,,,indo a igreja com toda a fé que sera perdoado e que ainda tem chances de ir para o ceu, dizer a ele que tudo isso é balela. Pense.Tem que existir um plano B . Quero gritar ao mundo as minha verdades . Tenho culhões pra sustentar a massa de mediocres e embestializados que virão contra mim.?????
15 de julho às 11:46 • 1

Bruno Guerreiro de Moraes Claro que sim... a religião tem de ser varrida da face da Terra, e substituída pelo cultivar do Deus Interior, Pelo DESPERTAR DOS PODERES DIVINOS adormecidos na natureza humana. Como você não fez o Salto Betinho eu compreendo os seus temores.
15 de julho às 11:56 • Curtir • 3

Bruno Guerreiro de Moraes Temos sim um franguinho para oferecer, aliás não é franguinho, é Banquete de Gala, digno de Reis e Imperadores. Veja: A Bíblia é Abominável! Duvida? Então Leia o Artigo - Cristianismo - Farsa da Religião - Alienação
http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2009/03/biblia-e-abominavel-duvida-entao-leia-o.html

- Bill Maher Comentando o Filme Noé - A Estupidez dos Religiosos:
http://www.dailymotion.com/video/x20r14b_bill-maher-comentando-o-filme-noe-a-estupidez-dos-religiosos_news

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

2] Conversa com um Fanático Cristão no Facebook:


Bruno Guerreiro de Moraes E você Betinho ainda tão cheio de duvidas e contestações, tão AMARADO ainda a religião, a dogmas, e a verdades estabelecidas, queria que eu fosse até sua cidade para fazer seminário... tsk,tsk... imagine só! No mínimo eu seria expulso a punta pés quando começasse a falar sobre esses óbvios fatos né? Tá vendo como eu fui esperto em não aceitar a sua proposta?
15 de julho às 12:10 • Curtir

Bruno Guerreiro de Moraes Betinho ficou bravo? Tá com ódio agora? Eu te magoei? Snif!
15 de julho às 12:11 • Curtir

Bruno Guerreiro de Moraes Depois de me fazer perde tanto tempo, a ovelha de Gezzzuuuiiizzzzz!!! enfia o pé na lama...
15 de julho às 12:12 • Curtir

Betinho Filho com certeza nao Bruno Guerreiro de Moraes. To muito em paz. Gostaria que vc estivesse tbm.
15 de julho às 12:12

Bruno Guerreiro de Moraes eu deveria te processar sabia? Indenização por me fazer perder tanto tempo, tanta energia...
15 de julho às 12:12 • Curtir

Betinho Filho Não se esqueça que vc esta sendo visto pelas suas ovelhas. Tem que dar melhor exemplo.
15 de julho às 12:13

Bruno Guerreiro de Moraes Tá vendo por que combato tanto a religião? Essas insanidades infantis? Para ver se pessoas como você ,pelo menos se afastam de mim e não venha nos meus seminários.
15 de julho às 12:13 • Curtir

Bruno Guerreiro de Moraes Só passei raiva e desgosto com gente como você Betinho
15 de julho às 12:14 • Curtir

Betinho Filho Isso ta dentro de vc,,,,combata.....nao sou eu...llll.
15 de julho às 12:14

Bruno Guerreiro de Moraes E você que tá pagando de tolo aqui Betinho não se enxerga não?
15 de julho às 12:14 • Curtir

Betinho Filho ok. vc tem algum problemas com os tolos ????? deixe que sejam...mostre a sua divindade
15 de julho às 12:15

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

3] Conversa com um Fanático Cristão no Facebook:

Bruno Guerreiro de Moraes vou inclusive deixar aqui essa pequena e saudável discussão para todo mundo ver, pode ter certeza. Isso não é problema nenhum para mim. Religiosos fanáticos tem de ser expostos mesmo.
15 de julho às 12:16 • Curtir

Betinho Filho Louvavel da sua parte.
15 de julho às 12:16

Bruno Guerreiro de Moraes O que você, um pobre mortal, um ser limitado e bem pouco humilde, sabe de Divindade? Você é louco né?
15 de julho às 12:17 • Curtir

Betinho Filho Vc pode me chamar do que vc quiser. EU sei quem sou . Como vc tbm sabe quem vc é . Não perca tempo com isso.
15 de julho às 12:17 • Editado

Bruno Guerreiro de Moraes Vá estudar Método Cientifico Betinho Filho, vá reconhecer a REALIDADE e não ficar ai perdendo tempo com salvadores que não salva ninguém, com fantasias de um livro velho e mal escrito.
15 de julho às 12:18 • Curtir

Betinho Filho Agora vc esta me julgando.
15 de julho às 12:18

Betinho Filho Mas um tiro pela culatra
15 de julho às 12:18

Bruno Guerreiro de Moraes vai lá seguir o Flavio Siqueira como seu novo Jesus, e seja feliz... mas não me faça perder mais tempo precioso com você. Combinado? Vou te bloquear, ADEUS Betinho Filho !!! foi tarde....
15 de julho às 12:20 • Curtir

Andre Luiz uma pessoa me indicou esse link no youtube:
.
http://osaltociencia.blogspot.com.br/.../seminrios-o......Ver mais
há 5 horas • Curtir

Bruno Guerreiro de Moraes André essa discussão te perturbou? Fale para mim qual foi a sua impressão ao ler, por que essa mísera discussão, te deixou tão anojado a ponto de fazer o comentário?
há ± 1 hora • Curtir

Bruno Guerreiro de Moraes Andre Luiz
há ± 1 hora • Curtir

Andre Luiz nao perturbou nem fiquei anojado, soh acho bobagem essas discussoes... sei lah, nao conheço vc nem seu trabalho, me indicaram esse blog num video budista, acho nao espera ver uma discussao dessas...
há 24 minutos • Curtir

Andre Luiz mas sem crise... paz pra todos
há 23 minutos • Curtir

Bruno Guerreiro de Moraes achei interessante o seu comentário, pois como pode ver eu estou aqui falando contra a religião, e o Betinho veio defender as religiões e o Status quo, eu rebati os argumentos dele, que é de religioso fanático. Mas ao ver o debate você teve uma péssima impressão de mim? Isso é estranho, mas pode ser que boa parte das pessoas terão essa impressão.
há 20 minutos • Curtir

Andre Luiz nao digo q foi uma "pessima" impressao, mas resumindo, eu nao discutiria...
há 18 minutos • Curtir

Bruno Guerreiro de Moraes Eu quero saber por que o debate te deixou tão contrariado, por que dependendo da sua resposta retirarei ele do ar, vou deletar todo o debate, pois "pode ser" que para uma pessoa que olha de fora, isso dá uma péssima impressão, e foi isso que o Betinho, muito maldosamente quis criar. Isso é, intriga, controvérsia, retórica.
há 16 minutos • Curtir

Andre Luiz comentei no seu perfil
há 11 minutos • Curtir

Bruno Guerreiro de Moraes eu aqui achando ingenuamente que o debate "saudável" com um fanático religioso seria útil para as pessoas, mas na verdade ele causa uma péssima impressão e arranha a minha boa imagem... irônico né? A gente tenta ajudar, mas acaba de estrepando... Kkkkk!!!
há 3 minutos • Editado • Curtir

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

4] Conversa com um Fanático Cristão no Facebook:


Andre Luiz bem, essa foi soh minha opinião...

Andre Luiz
19/7/2014 18:18

nao gosto de ficar conversando em publico... rsrs
o q eu quis dizer eh q por exemplo, jah viu um budista em um debate religioso/filosofico? rebatendo comentarios, refutando afimações, etc, etc? eu nunca... isso q acho bobagem...
ai qdo disse q quis pesquisar sobre o autor (vc) eu soh nao esperava ver uma discussao envolvendo religiao, entende? mas isso eh soh minha opiniao...

Andre Luiz
19/7/2014 18:22

nao to dizendo o q vc deveria ou nao fazer, logico... mas minha primeira primeira impressao foi tipo "ish, mais uma conversa entre cristao e nao cristao..."

Andre Luiz
19/7/2014 21:52

vi q vc apagou lah... foi soh um comentario msm
apesar do q comentei o fato de ser contra religiao eu achei legal... andei lendo sobre isso essa tarde, salto quantico... soh vi seu nome e de uma mulher chamada carmen viana... bem interessante

Bruno Guerreiro de Moraes
20:34

E você acha correta a posição dos Budistas? Eles se abstêm de debater, refutar acusações, de provar o que dizem, e isso é certo na sua opinião? É por terem atitudes medrosas e comodas como essa que o quadro do Budismo, com relação as outras religiões, e escolas de filosofia é tão ruim. quer dizer, eles são criticados, e saem correndo, eles são desafiados a dar provas, e fogem como ratos do gato, eles são ofendidos em publico, chamados de charlatões, impostores, espertalhões, mas em vez de responderem, argumentarem, eles se escandem debaixo da cama... então uma atitude covarde como essa é certa Andre?

Bruno Guerreiro de Moraes
20:38

Veja a escala de importância das Religiões:
- 1: Cristianismo
- 2: Islamismo
- 3: Hinduísmo
- 4: Confucionismo
- 5: Budismo, empatado com Taoísmo.
Quer dizer, o Budismo tá levando uma goleada, apesar de ser a escola da mente mais avançada, mais correta, mais brilhante, mas como a atitude de seus seguidores é de omissão, desleixo, e covardia, são esmagados por religiões simplesmente infantis, tais como cristianismo e Islamismo. Sendo que os Islâmicos tem o dever "sagrado" de varrer com o Budismo da face da Terra, sabia?
Só não fizeram ainda por que o "mostro capitalista e imperialista" dos EUA não deixaram, por que senão...

Anônimo disse...

Bruno Guerreiro de Moraes tom com vc também sou ateu valeu

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Parte 1:

POR QUÊ JESUS E O CRISTIANISMO FORAM CRIADOS

Sabemos que Jesus nunca existiu, porém nunca soubemos QUEM e POR QUÊ ele foi criado.

Então lendo a própria biblia, textos históricos de Flávio Josefo entre outros e artigos baseados em fatos, chegamos finalmente a conclusão mais óbvia: O cristianismo e Jesus Cristo foram criados por famílias romanas com os seguintes propósitos:
1 - Conter a revolta dos judeus
2 - Manter a submissão e a escravidão para o bem do império romano.

O Novo Testamento foi criado após a Queda de Jerusalém no ano 73 dC.
Se analisarmos algumas passagens dos autores, podemos perceber uma intenção psicológica por trás das mensagens.
Vejamos algumas:
1 - “Vós, servos, sujeitai-vos com todo o temor aos senhores, não somente aos bons e humanos, mas também aos maus.” (1 Pedro 2:18)
MENSAGEM: Judeus aceitem a submissão do império Romano.

Então ele lhes disse: Dai pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus. Mateus 22:21
MENSAGEM: Judeus, paguem os impostos de Roma.

- Eu, porém, vos digo que não resistais ao mal; mas, se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra;
- E, ao que quiser pleitear contigo, e tirar-te a túnica, larga-lhe também a capa;

- E, se qualquer te obrigar a caminhar uma milha, vai com ele duas.

- Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus;
Mateus 05:40
MENSAGEM: Se um soldado romano te bater, aceita e perdoa-lhe. Obedeça e se esforce quando for solicitado. Ame os seus inimigos, nesse caso OS ROMANOS.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Parte 2:

O mais interessante nesse texto é que a passagem em OBRIGAR A CAMINHAR UMA MILHA E ANDAR DUAS, é uma frase de efeito utilizado pelos líderes do exército romano para incentivar os recrutas a superar os seus limites.

Com essas mensagens, percebemos então um Jesus que não tem nada com o MESSIAS esperado pelos judeus, mas vemos um LIDER ROMANO incentivando a submissão, a aceitação, o pagamento de impostos, amar os seus inimigos romanos sem violência.

Essa foi a razão da criação do cristianismo e de seu maior personagem Jesus Cristo.

De acordo com Joseph Atwill, Roma tentou não substituir os deuses de suas províncias, mas a absorvê-los. Até o final do primeiro século Roma tinha acumulado tantos deuses estrangeiros que praticamente todos os dias do ano celebravam alguma divindade.

Cidadãos romanos foram incentivados a dar ofertas para TODOS ESSES DEUSES, como forma de manter a Pax Deorum, a "paz dos deuses ", uma condição que o Caesars viram como benéfica para o império.

Os romanos também usavam a religião como uma ferramenta para ajudá-los na conquista.

O líder do exército romano, o cônsul, foi um religioso líder capaz de se comunicar com os deuses. Os romanos desenvolveram um ritual específico para induzir os deuses de seus inimigos para desertar a Roma. Neste ritual particular, a devoção, um soldado romano sacrificava se a todos os deuses, incluindo as do inimigo.

Desta maneira os romanos tentaram neutralizar a assistência divina de seus oponentes.

Assim, quando Roma entrou em guerra com os Zelotas na Judéia que tinha uma longa tradição de absorver as religiões de seus oponentes. Se os Romanos inventaram o cristianismo, teria sido mais um exemplo de neutralizar a religião de um inimigo, tornando-a sua própria, ao invés de lutar contra ela.

Roma simplesmente teria transformado o judaísmo militante da Judéia do século I em uma religião pacifista, para absorver mais facilmente que no império.

De qualquer forma, é certo que o Caesars tentaram controlar Judaísmo. De Júlio César em diante, o imperador romano alegou pessoal autoridade sobre a religião e selecionou seus altos sacerdotes.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Provas de que Jesus não seria um descendente de Davi
Embora a “Genealogia de Jesus” escrita por Mateus tenha fabricado que José descende de Davi...

Pelas antigas Leis judaicas da primogenitura, Jesus jamais poderia ser o prometido messias .

Pois ainda que Adão tivesse gerado Sete; que gerou Enos, que gerou o Cainã, etc, e que tivesse gerado Jose...

E ainda que José descendesse de Davi ou de algum dos fundadores do judaísmo, de acordo com a carne. Como é previsto pelos antigos profetas, em Atos 2:30, Jesus não seria o messias , pois ele foi apenas um filho adotivo de José.

Para realçar que Jesus não foi o esperado messias, mas sim, um perturbado, alegamos que em 3; 23, ao “explicar” a Genealogia de Jesus, Lucas mentiu.

Até porque, Jesus não foi um descendente de Davi, mas sim, um camponês analfabeto, perturbado e filho (bastardo) do soldado romano Pantera.

Tanto o Talmude (séc. II,). O “Atos de Pilatos 11.3”. Como os judeus da época, alegaram que a Maria teria engravidado do soldado Pantera.

E essa versão e confirmada pelo meio irmão de Jesus Tiago, que viveu e morreu afirmando que Jesus seria, um bastardo, um vagabundo e um louco.

Vale lembrar que tanto Tiago como Tomé (o incrédulo), que era pescador e tinha o apelido de Dídimo em aramaico. Traduzido para o grego "Thomé", que significava "gêmeo". E que segundo a tradição, seu nome verdadeiro era Judas, jamais acreditaram em Jesus.

Embora o cristianismo tenha aproveitando o raciocínio mítico dos que estão cegos para a verdade mais profunda da vida.

E tudo tenha feito para parecer que Jesus seria o esperado e previsto “salvador”. Que viria ao mundo com a missão de libertar o povo pobre.

Os Judeus jamais reconheceram Jesus como sendo o “filho de d´us”, o Messias prometido ou alguém capaz de perdoar nossos pecados.

Até hoje os judeus não aceitaram que Jesus teria se elevado acima dos outros humanos.

E não acreditam que Jesus foi um deus, que teria se tornado homem, para se sacrificar e expiar os pecados da humanidade.

Se na época da crucificação a divindade de Jesus tivesse sido provada ou mesmo reconhecida, Jesus não teria sido crucificado.

Apesar dos cristãos atuais considerarem Jesus tão importante, que sua data de nascimento virou a linha do tempo e o marco que divide o calendário cristão em 02 períodos principais.

E tenha sido a partir do nascimento de Jesus que a história humana se definiu, se aprimorou e se racionalizou.

Pois o cristianismo se apropriou de alguns símbolos anímicos da espécie humana.

E usou às ilusões, misticismos e fábulas que comandam a mentalidade mitológica dos humanos, para forjar a lenda de Jesus.

Assim como, alastrou pelo mundo a versão da Igreja.

Nunca houve evidências da divindade de Jesus.

E todos os relatos existentes sobre a fábula de Jesus são exagerados, adulterados ou falsos.

Como exemplo lembramos que foi profetizado que, O novo cristo poria fim a tudo o que impede dos homens de se reunirem sob uma mesma religião.

E que todas as religiões se fundiriam numa mesma crença...

Mas as profecias em questão não se realizaram.

Além de a mitologia ser a mãe das lendas religiosas.

Como no passado o mundo real se fundia com o mundo da magia, da fantasia e das religiões.

Os cristãos teriam aproveitado para transferirem as histórias desse “personagem” do plano mitológico para o mundo real.

Repare que os egiptólogos e os antigos historiadores sírios, judeus, egípcios, romanos e hindus, apesar de muito competentes e detalhistas, ignoraram o êxodo e a suposta vinda de cristo.

Até porque, Jesus teria sido tão insignificante para os seus contemporâneos, que não sobrou um único vestígio arqueológico diretamente associado ao mesmo.

A bem da verdade, lembramos que nos relatos antigos, a figura de João Batista foi bem mais importante do que a de Jesus. Que só se tornou uma ameaça a Roma, depois que foi crucificação.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Pessoa no facebook:

http://oglobo.globo.com/sociedade/religiao/manuscrito-de-1500-anos-comprova-que-jesus-teve-filhos-com-maria-madalena-dizem-pesquisadores-14517572

Nossa, "eles" estao ficando meio desesperados! Agora estao até admitindo que um cara que nao existiu foi casado e teve dois filhos! Kkkkk! O pior é que vai ter ainda gente que vai acreditar e vai comprar o livro!


Outra pessoa: L.Z.B., Bem, sejamos mais abertos a novas evidências.. Senão seremos tão obtusos quanto a ciência tradicional!!
Quem almeja ser um verdadeiro cientista deve olhar a tudo com a mesma abertuta!!!
Vou ler com certezaaaaaa.... E verificar dentro dos meus limites a veracidade das informações!!
Se trata de um novo manuscrito! Haverá criticas.. Ate mesmo dentro da ciência tradicional, por parte de outros historiadores... Vamos ouvir o que os caras tem a dizer!!
Porem tbem creio que quem nao esta disposto a investigar deve omitir sua opniao!! Pois essa opniao so sera reflexo da própria crença... E nao tera nenhuma validade investigativa!!
E de crencas, e de gente defendendo a propria crenca baseado em 1 ou outro fato, por vezes pouco palpável, o mundo ja esta cheio!!
Detalhe, nao sou cristão, OK!!!
Espero ter contribuído!!!

Bruno Guerreiro de Moraes: Que evidencias Leandro? Um livro de 1500 anos "comprova que jesus foi casado e teve filhos", quer dizer um livro escrito apenas 500 anos DEPOIS da suposta morte desse? Pense...

é como eu querer escrever sobre a vida de Américo Vespúcio agora em 2014, quais afirmações que posso fazer vai ser valida? A não ser que eu exiba provas, e aponte evidencias que tenham mais de 500 anos, não adianta nada.

Eu faço essa piada com os cristãos que vem com argumentos tipo: "como você pode ter certeza que jesus nunca existiu?", é simples... jesus ressuscitou certo? então ele está vivo... mas se está vivo, cadê o homem? Que buraco é esse onde ele está se escondendo há mais de 2 mil anos?

Eu invoco jesus, e nada acontece, ele não aparece, mesmo em situações de extrema necessidade ele não aparece, nem para salvar os cristãos de serem jogados aos leões ele apareceu...

Então a gente tem de concluir, ou Jesus é um cara muito desleixado, ou na verdade ele nunca existiu. Fico com a segunda opção.

eu não estou preocupado com o salvador que não salva ninguém, prefiro ver coisas que podem realmente nos ajudar, tipo isso:

Outro Mestre do Chikung da linha dos MO-PAI exibindo capacidades semelhantes ao John Chang: http://www.youtube.com/watch?v=4c299Y5Q1AM

Anônimo disse...

Parem de mentir!
Cristo existe,e ele nos ama!
Ele está voltando,já estão aparecendo os sinais!
Tudo que foi falado na bíblia aconteceu ou ainda vai acontecer!
Liga num jornal só passa tregedia,acredite ou nao seus ateus!

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Jesus é RACISTA E PRECONCEITUOSO!! Ele quer guerra entre as facções do cristianismo!
Por email, pessoa:
apesar dos meus 28 anos de idade, eu sempre fui "controlado" pois minha família toda é ou Evangélica ou Católica fervorosa, eu fiquei na parte evangélica da coisa.
Na igreja que frequento a CCB (Congregação cristã no Brasil), sempre "tentei" questionar algumas coisas da Bíblia, o porquê das religiões, o porquê por exemplo: uma pessoa batizada na CCB não pode se casar com alguém batizado da Universal, já fui em centros espíritas para tentar entender, mas sempre fui repreendido pelas pessoas da igreja que diziam "isso é coisa do inimigo", "ou você é de Deus ou você não é" Eu não acho que Deus faça acepção de pessoas que ele mesmo criou, também já questionei isso "porquê Deus nos criou?" já li em seu site a respeito de jesus e de Deus, achei interessante o seu modo de pensar. [ Pagina Índice: Jesus Uma Fraude! - Série Sobre o Fato Irrefutável de que Jesus é Apenas Ficção: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/…/pagina-indice-jes… ]
Quando assisti Animatrix " https://www.youtube.com/watch?v=AfcVDN7eZvQ ", me identifiquei bastante com algumas partes e apesar de ser evangélico, sei que há muita coisa que não sei, talvez por alienação, talvez por falta de informação, talvez por medo de blasfemar ou talvez por todas as coisas juntas rsssss

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Mateus Silva: pense nisso! a religião convenceu as pessoas... de que existe um homem invisivel vivendo no céu... que fica olhando tudo que você faz cada minuto de qualquer dia... e o homem invisivel tem uma lista de 10 coisas que ele não quer que você faça...e se você fizer UMA dessas 10 coisas tem um lugar especial reservado pra você...tomado pelo fogo, fumaça, calor, tortura e angùstia para onde ele te manda pra viver no sofrimento, e sufocar e germer e chorar sem tregua pela eternidade até o fim dos tempos .....más ELE TE AMA kkkkk

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

A Bíblia usa LENDAS, BASOFIAS, e TRADIÇÕES de diferentes culturais, para fingir que o fabuloso “Templo do Rei SALOMÃO” teria existido; mas não há provas de os hebreus após chegarem a Jerusalém (vindo de Hebron) teriam construído o Templo do Rei Salomão.
A Arqueologia, os vizinhos dos hebreus, e os egípcios (que registraram detalhadamente o período de 1500 a 200 a.C.) não citam o Templo de Salomão nem uma única vez.

Para provar que o primeiro TEMPLO DE SALOMÃO, “construído” há cerca de 3000 anos (em 1005 a.C.), no cume do Monte Moriá não passaria de uma TENDA...
Lembramos que as tribos NÔMADES, assim como, as que eram ESCRAVIZADOS, e as que viviam FUGINDO de vizinhos poderosíssimos, não construíam magníficos e suntuosos Templos dedicados aos seus Deuses, mas sim, enfeitadas TENDAS...

Foi só depois da volta do cativeiro babilônico de 535 a.C. que os ex escravos hebreus viraram “judeus”, começaram cultuar um único Deus, e sob a orientação de Zorobabel, filho de Sealt construído o seu PRIMEIRO Templo dedicado ao Deus Javé, porem sem a riquesa e a grandiosidade que a Bíblia faz questão de relatar.
Assim como a existência do Empire State Building não prova que o King Kong existiu, os “restos” do Templo de Jerusalém também não provam que Salomão teria existido.

De 65 a 18 a.C. para agradar a belíssima Mariane, (que era filha do Sumo Sacerdote de Israel Simon Ben Boethus), Herodes “O GRANDE” construiu o TEMPLO DE JERUSALÉM.
Em 70 d.C. o Templo de Jerusalém foi destruído pelo Comandante Tito Flávio Vespasiano.
Em 135 d.C. após arrasar a Cidade de Jerusalém, e matar o “Messias” Simão Bar Kokhba, o Imperador Adriano ergueu o gigantesco TEMPLO DE JÚPITER CAPITOLINO no local onde ficava o Santuário dedicado ao Deus Iahweh.
Em 690 d.C. após saquear Jerusalém os muçulmanos construíram a MESQUITA DE OMAR, no Monte Moriá, que seria o local do sacrifício realizado por Abraão; e onde o profeta Maomé partiu na sua Al Miraaj (viagem aos Céus).
Em 1885 Henry Rider Haggar escreveu o best-seller “As Minas do Rei Salomão”.

Se “Deus não habita em Templos feitos por mãos humanas”, por que se vestir de forma ostentada, e ter que pagar um ingresso caro para ir até um local construído por camelôs da fé, como o novo Templo do Rei Salomão, recém inaugurado no Brazil, na Cidade de São Paulo... Que não passaria de mais outro local para os pombos defecarem e construir ninhos. Bem como, de mais outro monumento a imbecilidade do povo brasileiro...
Lisandro Hubris

Anônimo disse...

Esse é um site satânico... Vão burlar com seu pai das trevas seus malditos infernais... Deus os abata em nome de Cristo. Amém

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Cristão, pirando no cabeção:

No Facebook:

Ojjebenmi Unamsc Como assim Jesus é uma Fraude?podem me esclarecer o que se posta em publico?

Ojjebenmi Unamsc adoraria provar em publico que os estudos não se baseam em fatos reais mais sim em contemplações humanas, esta lançado no face, pergunta,me esclarece por gentilesa como Cristo em Jesus é uma fraude se todos reverenciam suas verdades não o manifesto existencial da criação em sí?


Bruno Guerreiro de Moraes: Que pergunta em Ojjebenmi Unamsc... veja as paginas, assista aos DOCs, estude melhor o caso, não viu as dezenas de links?

Ojjebenmi Unamsc correto ja foram lidas e relidas, ok prevalece os conceitos de cada ser, ok entendi valeu

Bruno Guerreiro de Moraes: Conceitos de cada um Ojjebenmi Unamsc? Lidas e relidas?? Tsk,tsk... duvido que tenha tido a coragem de abrir sequer um link! DUVIDO muito!

Bruno Guerreiro de Moraes: Jesus é uma FRAUDE Ojjebenmi Unamsc e isso não tem nada a ver com "conceitos de cada ser", tem a ver com ciência, historia, arqueologia, fatos. https://vimeo.com/112188981


Ojjebenmi Unamsc:

telergia cristeriase e o triplice corporeo define o transluzir, mas tematicas em questão não revela o manifesto da ação divina pelo ser precursor adquirido, ok, entendi estas teorias,Dizer duvido se torna monotono partindo do principio que cada um defende suas cresças,o fato de Emanuel ter cido ou não usado por uma causa ou principios moraes hediondo, gera o mesmo debate ao que se refere Joshua Ben Pandira, o Buda, ao especificar de seus parametros evolutivos espiritualisticos dos quais revelado na epoca fora descartado, apedrejado, hoje seriam ascondenações do mundo, enforcado, seria hoje o sufocar calando a voz do povo, permitindo tão somente aterence ao quadrante advindo de fatores puliticos e religiosos, deixando de lado os principios morais, somente se emportando com o serem reflexos de odio e ganancia do saber, quem esta com a verdade.Ok compreendo sua posição,derrepente estou visionando tao somente a Geometria e desvalorizando os pensares humanos em questão,bom dia


Bruno Guerreiro de Moraes:
Usando de Pernóstica, a figurinha agora vem com sofisma! Como se eu fosse um leigo...


Bruno Guerreiro de Moraes:
Viu Ojjebenmi Unamsc não adianta se esconder por trás de erísticas, o fato é que Jesus nunca Existiu, nem Buda, os dois são personagens de ficção, a estória de buda é claramente uma parábola que encera um ensinamento.


Bruno Guerreiro de Moraes:

Não seja tão covarde, aceite a "triste realidade" Jesus é apenas um personagem de ficção, nada mais, nada menos, criado por Romanos, para interesses Romanos, e depois consagrado por Constantino em 300 d.c.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Parte 1: Cristão fanático e medroso fala de jesus e trigueirinho mas depois sai correndo:

Sandro Castro

Olá Bruno! Tenho curiosidade da sua opinião a respeito do trabalho de Triguieirinho e as aparições que estão ocorrendo, quais acho que saiba. Abç

25/5/2015 22:25
Bruno Guerreiro de Moraes:

Conheço ele por cima, nunca me aprofundei no caso, então posso falar muito pouco. fala de aparições? Aparições onde? Com o Trigueirinho? Não sei nada sobre aparições e sei muito pouco sobre ele, e pelo que sei não se destaca

Bruno Guerreiro de Moraes:
http://www.trigueirinho.org.br/web/php/autor.php

Autor – Trigueirinho

José Trigueirinho Netto, filósofo espiritualista, caminha com equilíbrio numa linha tênue entre os mundos internos e o externo. Como um ser que se antecipa à sua época, Trigueirinho abre estimulantes possibilidades aos que aspiram a uma vida mais ampla.
trigueirinho.org.br


Bruno Guerreiro de Moraes:

"autor" de 78 livros, e pelo que disse, psicografados
Pagina 2:

http://www.trigueirinho.org.br/web/php/autor_mais.php


Trigueirinho - Autor
Essa obra é um dos veículos da nova fase do ensinamento que as Hierarquias Espirituais, formadas por seres de alta evolução, vêm transmitindo à humanidade. Entre os principais temas tratados, estão a grande transformação por que passam o ser humano terrestre e este planeta, bem como o significado e…

Bruno Guerreiro de Moraes:

Fala de ter trocado de alma, isto é, a alma original se foi, e outra tomou o corpo para si... Não sei qual a sua opinião, mas psicografias para mim são ALTAMENTE suspeitas.


Sandro Castro:

É irmão, tome cuidado ao emitir opiniões espirituais. Reflita sobre o escreveu. Para um professor ensinar a matéria tem que saber muito bem sobre ela. Achismos não tem lugar. Desejo luz pra vc!

Bruno Guerreiro de Moraes:

E a psicografia é o que? Certeza? Me explique por que psicografia seria confiável? Pelo que sei o trigueirinho é um alienado, confuso, filosofia fraca. Por isso mesmo que nunca me interessei em estudar melhor o caso, ele é um defensor de dogmas, é um religioso. Mas diga você, o que sabe? Chegou cheio de moral, de soberbia, parece até que descobriu a América, ai veio aqui esfregar na minha cara, só para me humilhar, certo? “aparições”, como se isso fosse o maior espetáculo da Terra... envolta do Urandir também tem muitas "aparições" mas vai ver o conteúdo... e dai que tem "Aparições"?
o Trigueirinho é um alienado do mesmo jeito.


Sandro Castro:

Bom dia Bruno! Não esfreguei nada na sua cara irmão. Desarme-se. De forma intuitiva pelo que anda se manifestando a respeito de mensageiros, quis lhe entender um pouco. Tenha calma, retenha-se nos seus comentários pois já que acha que aqui ninguém tem certeza de nada. Escute o seu coração e deixe que os outros encontrem o seu próprio caminho, e o caminho é Jesus, ele mesmo disse! Então a partir dessa conexão, a estrada e as portas das revelações se abrirão, mas temos que estar em oração conectados com o divino. Quanto a veracidade das coisas e das pessoas, procure enxergar as obras, nela estará concreto o que queres enxergar! Paz!

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Parte 2: Cristão fanático e medroso fala de jesus e trigueirinho mas depois sai correndo:

Bruno Guerreiro de Moraes:

Jesus? Ele nunca existiu Sandro, é uma fraude do império romano, apenas um personagem de ficção, o Triguerinho fala de Jesus, é por isso que perde TODA A CREDIBILIDADE. Que tipo de "iluminado" é esse que não consegue saber algo tão básico? Jesus é ficção, nunca existiu...

Sandro Castro:

já leu " Os exilados de Capela?

Bruno Guerreiro de Moraes:

Apenas uma fraude grosseira do império romano, nunca existiu..
já sim, outra fraude, chega perto de algumas coisas que digo, mas em muitas outras nada a ver, Os exilados de Capela é desinformação.

Sandro Castro:

Bruno, abra seu coração irmão!

Bruno Guerreiro de Moraes:

quer saber a verdade verdadeira? Acesse as suas memórias, veja por si mesmo não fique por ai acreditando apenas por "Fé"

Sandro Castro:

é o que posso falar!

Bruno Guerreiro de Moraes:

use o método cientifico,

Sandro Castro:

nada disso irmão.

Bruno Guerreiro de Moraes:

tá sendo feito de idiota

Sandro Castro:

eu sinto e eu vejo

Bruno Guerreiro de Moraes
vê nada, tá iludido


Sandro Castro:

as coisas me são passadas e apontadas porque estou aberto para isso

Bruno Guerreiro de Moraes:

você ou é esquizofrênico, ou está sendo feito de tolo por entidades maldosas

Sandro Castro:

se sabes tanto, porque ofendes tanto?
quanto mais sabes, mais humildes sois!
Fica em paz irmão.

[Desse ponto ele me bloqueou no facebook]


Bruno Guerreiro de Moraes:

Tá... agora vem com sofisma, exige "humildade", perante a estupidez entronizada, o que devo fazer? Baixar a cabeça e sair de fininho? Não seja ridículo..


Bruno Guerreiro de Moraes:

Tão firme em suas convicções, que perante uma pequena oposição sai correndo como um rato. Vergonhoso. Recomendo que procure um psiquiatra o mais depressa possível, antes que piore...

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Pessoa por email:

Em relação a Jesus, o que me deixa mais incomodado é que muitas pessoas ja falaram sobre sua existência, inclusive algumas religiões orientais, falavam de sua vinda. Grandes representantes da espiritualidade também falavam dele. Osho afirmava a existência dele. Nosso compatriota Chico Xavier, Allan Kardec e Divaldo Franco. Além de outros divulgadores individuais, que muitas vezes não vendem nada, apenas divulgam seus conhecimentos. Pesquisando sobre o registro Akashico já soube de pessoas que puderam vivenciar a época e relatarem que de fato Jesus existiu. A grande farsa, na realidade seria em relação a história (ou estória) bíblia. E nisso eu concordo plenamente. Questões sobre a tradução, sobre a interpretação dos discípulos, sobre as alterações no império de Constantino. A data que Jesus nasceu, a quantidade de discípulos, sobre Maria ser virgem, sobre voltar para Terra para 'resgatar' os filhos, podem ser mensagens falsas ou distorcidas. Mas isso não anularia a existência dele e seu interesse de que todos buscassem uma evolução espiritual. Vejo ele como um Avatar como Buda, Gandhi, Osho (?talvez?). Mas essas opiniões estavam no meu campo de fé e estudo e não o de experiência, que é muito mais importante. Outro ponto, eu acredito (gostaria de um dia dizer que sei) que exista uma hierarquia espiritual. Hierarquia não seria uma boa palavra, mas uma expansão de consciencia maior do que a que conheçamos. Pra mim Jesus é 'apenas' um ser expandido, independente de ser o JESUS, imagino que vc creie, ou saiba que existam inteligencias superiores a nossa conhecida, certo? Pra mim Jesus é isso.


Resposta:

Tá... se tal figura foi tão distorcida, tão adulterada, tão modificada, então não é o Jesus da Bíblia concorda? Então é outra coisa, qualquer outra coisa, menos o Jesus da Bíblia, certo? E afinal por que te interessa tanto saber se tal figura existiu ou não? Se ele era tão diferente do que é relatado na bíblia, se ele não é o "fazedor de milagres", o "Salvador", o "único filho de deus" então sobra o que? Sobra um ser medíocre, um coitado, um qualquer que não merece mais atenção... quanto a todos esse "iluminados" que falam dele, e dizem que ele existiu, só posso dizer uma coisa, não são tão iluminados assim... que tipo de "iluminados" são esses que não percebem a grande mentira, fraude e erro que é o cristianismo? Osho iluminado? Tá muito longe disso...

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Pessoa por email sobre "Um Curso em Milagres e Jesus"

Concordo quanto a Bíblia, muitas interferência mentais misturadas. Mas Jesus deixou algo bem mais direto e atual, o UCM. Não é exatamente um Livro, nem um Caminho. É uma correção. Foi escrito, no original inglês, em versos de cinco pés, isto é, em pentâmetro iâmbico - a métrica do soneto shakespeareano.

A introdução do livro...

"Esse é um curso em milagres. É um curso obrigatório. Só é voluntário o momento em que decides fazê-lo. Livre arbítrio não significa que podes estabelecer o currículo. Significa apenas que podes escolher o que queres aprender em determinado momento. O curso não tem por objetivo ensinar o significado do amor, pois isso esta além do que pode ser ensinado. Ele objetiva, contudo, remover os bloqueios à consciência da presença do amor, que é a tua herança natural. O oposto do amor é o medo, mas o que tudo abrange não pode ter opostos.

Esse curso, portanto, pode ser resumido muito simplesmente dessa forma:

Nada real pode ser ameaçado.

Nada irreal existe.

Nisso está a paz de Deus.

A vida não tem opostos, pois é Deus. A Vida e morte parecem ser opostos porque tu decidiste que a morte põe fim à vida. Perdoa o mundo e compreenderás que tudo o que Deus criou não pode ter fim e nada que Ele não tenha criado é real. Nesta única frase o nosso curso é explicado. Nesta única frase se dá a direção única de nossa prática. E nesta única frase está todo o currículo do Espírito Santo, especificado exatamente como é."

Dada a natureza psicológica do Curso, não é por acaso que as figuras proeminentes envolvidas na edição inicial do Curso, Helen Schucman, Bill Thetford e Kenneth Wapnick, foram todos respeitados psicólogos clínicos - sua familiaridade com esses conceitos foi essencial à mensagem do Curso vir com precisão. Ele não foi psicografado e sim telementado. O seu objetivo é treinar a nossa mente de uma forma sistemática a uma percepção diferente de tudo e todos no mundo.

O que torna o Um Curso em Milagres único como sistema espiritual – antigo e contemporâneo – é sua integração entre a metafísica não-dualista (encontrado nos ensinamentos mais elevados do hinduísmo e do budismo, mas raramente no ocidente) e a psicologia sofisticada, amplamente baseada nos insights de Freud, Jung e de seus seguidores.

Eu faço este Curso, eu entendo o quão distorcida está nossa visão. Por isso não estou presa em saber quem é Jesus, eu simplesmente o sinto. Diariamente enquanto tomo meu chá de manhã começo meus exercícios do livro. Depois faço meditação transcendental e oro silenciosamente, no sol de preferência. Não troco isso por nenhum trono, nem na casa Branca - aliás renunciei alguns devido a umas iniciações infelizes no Egito Antigo.


Resposta:

Um curso em milagres, esse é seu LSD diário que te mantém aprisionada no mundo de contos de fadas. E ainda fala com muito orgulho, "venham queridos! Venham para a miragem no Deserto! Será Feliz Aqui!".

Continua...

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Continuação:

Nunca li esse livro "maravilhoso" mas pelo pouco que sei dele acho que entendo qual é a linha ideológica.

Eu tenho certeza, nunca deve ter lido nada sobre filosofia budista né? É por isso que caiu como uma patinha na sofisma. Mas se tiver o trabalho de ler vai ver quais são os princípios budistas, e deverá verificar que o livro que cita é nada mais, nada menos que um plagio dos escritos budistas. Uma copia mal feita, e adaptada para o cristianismo, para fortalecer o cristianismo.

Esse suposto "Jesus" que psicografou o livro não é jesus... ele pode ser qualquer coisa, a fada do dente, o gnomo do jardim, o bule voador... mas jesus ELE NÃO É, sabe por que? Por que ele nunca existiu... simples assim. É tudo mentira...

O livro chamasse um "curso em milagres" e ai faz milagres? Aprendeu a multiplicar pães e peixes? Fazer cego ver, aleijado andar e morto levantar? E o “verdadeiro Jesus” agora que ele retornou para psicografar esse “lindo livro” ele pode dar alguma prova da existência dele? Ele pode pelo menos aparecer na ONU na frente de todos, e provar ? Não?? Então concorda que isso tudo não serve para muita coisa...? São apenas palavras bonitas, muito carinhosas que não serve para absolutamente nada.

Esqueça cristianismo minha amiga, esqueça todo esse universo religioso. Não precisa reformar esse defunto de 2 mil anos, abandone de vez e salve e si mesma, seja você a salvadora. Não espere nenhum salvador, tudo isso é um buraco negro de esquizofrenia, e ilusão sem fim... tudo DESINFORMAÇÃO para te desviar do que realmente importa, que é o seu Deus interior, você é Deus, então sente sim no Trono, pois se o Rei não sentar no trono, o bobo da corte vai acabar sentando...

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Sobre Gnose, por um ex-membro:

Cara sou meio que metido com o estudo de ocultismo e esoterismo desde 2007 mais ou menos .Meus pais são evangélicos e ainda moro com eles . Sempre fui o estranho por aqui .Gostos estranhos e tudo mais , uma vez viajei pra São Luis pra fazer uma iniciação em uma ordem (Gnose ) e foi a maior confusão , chamaram até a policia pra me procurar ,por que minha mãe teve um sonho em que eu participava de um ritual que uma pessoa colocava uma espada no meu ombro e tal(e aconteceu isso mesmo ela descreveu até as roupas que usava no dia ), e ela só podia ver de longe sem fazer nada , ai ela foi no meu quarto achou todos meus livros e deu uma confusão boa .Mas deu certo .
Alguns colegas que eram da ordem e saíram dela junto comigo é que não acham a ideia do salto não tão legal (sem muitos argumentos da parte deles ),e me desaconselharam a fazer e investir meu dinheiro nisso .Não dou ouvidos .Mesmo meus pais nunca aprovando e esses meus colegas achando o que acham eu sinto que tenho que fazer o salto.


Resposta:

Então você é envolvido com Gnose, http://www.gnose.org.br/ a gnose é cristianismo bizarro. O cristianismo já é muito bizarro, e o Samael Aun Weor conseguiu criar uma bizarrice ainda maior.

Eu considero a Gnose uma fonte infinita de desinformação, uma fabrica de esquizofrênicos.

Eu tenho muitos conflitos com esse pessoal simplesmente por que contesto Jesus, a Bíblia, e os dogmas/ideias da religião New Age.

As memórias de vidas passadas das pessoas não confirma praticamente nada sobre tudo que é tido como "verdade estabelecida" pelos idolatras da Gnose.

Eu tenho uma pagina critica a eles, se puder ler, leia: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2014/06/serie-jesus-cristo-uma-fraude-3-de-9.html


Pessoa:

Infelizmente fui .Preferia ter começado minha "vida espiritual" por outro caminho .Isso "fudeu" com muitas partes da minha vida .Dediquei anos da minha adolescência a essa causa e ainda bem que percebi que estava sendo ingando e perdendo tempo .
Esse link que tu me mandou é um grupo dissidente da antiga ordem . Fazia parte dessa: http://www.movimentognostico.org.br/
Tenho muitas coisas a limpar dessa época negra da minha vida .

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Pessoa por email:

Olá Bruno, tudo bem?

Tenho lido sua pagina a alguns meses, acho interessante sua maneira de pensar e me identifico com algumas coisas, apesar dos temas polêmicos você se mostra sensato e não faz questão de falar o que as pessoas querem ouvir e sim a realidade dos fatos.

Estou num momento da vida em que não me encaixo em religião nenhuma (aliás nunca me encaixei mesmo tendo nascido em família religiosa, e parece que quanto mais velha eu fico mais sou contra rs)...tudo me parece enrolação, julgamento, manipulação e aproveitamento de pessoas sofredoras desesperadas ou ingênuas, gosto de pesquisar sobre as religiões e mesmo nas que me parecem fazer mais sentido (espiritismo, budismo, umbanda...) parece que ainda falta muita coisa, mas como saber qual a verdade no meio de tantas histórias? sinto falta de respostas, saber o real sentido da minha existência, poder acreditar em algo que é racional e verdadeiro não apenas baseado numa "fé cega". Me sinto desconfortável em aceitar o mundo do jeito que está e ir vivendo por viver sem ter conhecimento do que está acontecendo, aliás acho até perigoso se manter na ignorância.

Ivani Medina disse...

Quando iniciei minha pesquisa diletante acerca da origem do cristianismo, eu já tinha uma ideia formada que pode parecer esdrúxula: nada de Bíblia, teologia e história das religiões. Todos os que haviam explorado esse caminho haviam chegado à conclusão alguma. Contidos num cercadinho intelectual, no máximo, sabiam que o que se pensava saber não era verdade. É isso o que a nossa cultura espera de nós, pois não tolera indiscrições. Como o mundo não havia parado para que o Novo Testamento fosse escrito, o que esse mesmo mundo poderia me contar a respeito dessa curiosidade histórica? Afinal, o que acontecia nos quatro primeiros séculos no mundo greco-romano, entre gregos, romanos e judeus? Ao comentar o livro “Jesus existiu ou não?”, de Bart D. Ehrman, exponho algumas das conclusões as quais cheguei e as quais o meio acadêmico de forma protecionista insiste ignorar.

http://cafehistoria.ning.com/profiles/blogs/paguei-pra-ver

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

A bíblia nada mais é do que interpretações de manuscritos antigos escrito de forma errada de proposito para manipular as pessoas para um propósito dominação da fé, em prol de pessoas que queriam tirar vantagens de pessoas ingenuas, transformando fatos importantes em um tipo de adoração, assim podendo manipular pessoas ao que lhes interessassem, e quem não quiserem seguir essa religião era punidos torturados e mortos, felizmente graças a pesquisadores que buscam respostas e procuram mostrar a verdade para as pessoas que já leram a bíblia e não acreditavam muito nela mas agora sabe que não era nada disso, muitas pessoas pensam que indo pra igreja vão pro céu, não pessoas boas terão paz eterna e serão lembradas pelas pessoas e seus familiares, e sim seres humanoides super inteligentes sempre visitaram a terra e quem sabe moram em lugares na própria terra onde não são incomodados.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Reações:

Facebook:

Manoela Peruzzo: Na verdade a frase é simbólica, a Bíblia em si é dotada de simbologia e não deve ser levada ao pé da letra. Na frase, Jesus faz referência ao desapego material, oriundo da terceira dimensão, quanto a "os que choram" e "os mansos", o sofrimento e humildade que vão levar a um estágio de despertar consciencial, aprendizado e evolução. Somos energia pura, se Deus nos criou a sua imagem e semelhança, ele é parte de nós, nós somos o Deus, donos dos nossos pensamentos e atitudes, e por sermos energia, não necessitamos comer ou nos vestir ao deixarmos o corpo fisico. A propria quântica diz que Jesus quis nos ensinar física quântica e ngm entendeu. Tudo é questão de ponto de vista.

Resposta:

Manoela Peruzzo leia o artigo inteiro: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2015/09/bem-aventurados-sao-os-pobres-os-que.html

Viu essa pagina? Pagina Índice: Jesus Uma Fraude! - Série Sobre o Fato Irrefutável de que Jesus é Apenas Ficção, http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2014/07/pagina-indice-jesus-uma-fraude-serie.html

Estude melhor o caso, jesus nunca existiu, e seu argumento é pura sofisma (enrolação) de religiosos querendo explicar o inexplicável, validar o invalidável. Abraço.

Eu não defendo dogmas, nem religião, não estou interessado em reciclar mentiras, e perpetuar fraudes, meu interesse é pela ciência, pela verdade dos fatos, pela realidade simples e pura. Não colaboro com releituras de equívocos, e mentiras deslavadas. Essa "releitura" que os New Age fazem da Bíblia, argumentando que ela não pode ser levada ao pé da letra se trata de Sofisma, uma malandragem mal intencionada tentando perpetuar enganações milenares. A se a ciência, se os fatos provam que a religião cristã num geral é invenção, é pura enganação, por que reformar? Por que "Re-interpretar"? Não, no método cientifico se algo não se encaixa nas evidencias deve ser descartado, se uma teoria defendida a seculos é provada falsa por novas evidencias, então a teoria é descartada, simples assim...
-“Eles devem achar difícil... Aqueles que tomaram a autoridade como verdade, ao invés da verdade como autoridade”. (Gerald Massey, Egiptólogo).

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Parte 2:

Manoela Peruzzo: Na verdade quem precisa estudar melhor é vc. Já sabia que a Bíblia foi modificada por este fim e que a questão da crucificação não existe. A parte sobre a reencarnação tb foi retirada dela. O documentario The Zeitgeist faz a relação dos varios deuses que surgiram ao longo do tempo com a mesma história de Jesus. E o documentário "eram os deuses astronautas?" analisa a simbologia da bíblia comprovada em seus achados, e várias outras questões que são bem mal esclarecidas por falta de raciocínio. Eu não sou religiosa, é julgamento seu. E muito menos acrecito na primeira coisa que leio, busco sempre informação científica além, e nunca me fecho ao conhecimento.

Resposta:

então sabe sobre Zeitgeist e Eram os Deuses Astronautas e mesmo assim segue defendendo mentiras, relendo fraudes? Venha se submeter a iniciação o Salto Manoela Peruzzo, você está precisando muito... acesse os links indicados.

Sobre o que é o “Salto”- Acesse: http://osaltociencia.blogspot.com.br/2008/12/iniciao-o-salto-desperte-seu-deus.html

Manoela Peruzzo: Cada um tem sua verdade, pelo jeito vc não entendeu o que eu falei. Mesmo assim, toma sua verdade como única, julgando a todos que discordam dela, princípio básico religioso. A minha conexão com meu verdadeiro eu já esta bem aprofundada e estou descobrindo por mim minha verdadeira origem, não me prendo a dogmas ou religiões como vc tomou como verdade sem me conhecer. Colocou sua opinião na postagem mas não aceita que discordem. Td bem, nao adianta de nada ter diálogos com pessoas de mente fechada, sem ofender. Abraço.

Resposta:

Manoela Peruzzo SUA VERDADE, MINHA VERDADE? Xiiiii.... New Age de carteirinha... eu já tive vários embates com new agens, leia essa pagina, é um dos debates: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2015/06/goku-jumper-vulgo-leonardo-de-15-anos-e.html


Manoela Peruzzo você tá mais perdida que cego em tiroteio, venha se submeter a iniciação o Salto, será um divisor de águas.

Esqueça Jesus, bíblia, etc... é tudo mentira, abraço

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Essa Manoela está realmente confusa. É sabido que a Bíblia possui simbolismos, como por exemplo o número 12 que segundo alguns pesquisadores se refere aos 12 signos, mostrando que no livro existe um pouco de astrologia. O número 12 aparece tanto quanto a palavra Deus e Jesus. Outros argumentam que o nascimento e morte de Jesus também são simbólicos, como o fato de que o sangue derramado de Jesus, seria um símbolo do homem dando a vida, iniciando um regime patriarca (Igreja Católica os altos sacerdotes são homens, só homem celebra missa) e uma fala de Jesus quando ele diz para "seguirem o homem com o cântaro de agua", que alguns argumentam que se trata da precessão dos equinócios e a entrada do Sol na Era de Aquário e que Jesus seria o signo de peixes (lembra do peixe atrás do carro?).

No entanto, afirmar que a Bíblia é totalmente simbólica e que Jesus teria ensinado física quântica é forçar demais. Por mais que alguns acontecimentos, tenham esse caráter simbólico citado acima (o Zeitgeist que ela menciona, fala da Crucificação como o Equinócio de Inverno no dia 22 de Dezembro), as falas de Jesus se tratam de "Ordens e Leis" e Ensinamentos, não em simbolismo.

Basta ela pegar o evangelho, e ver que grande parte das falas de Jesus, são palavras e frases ditas para serem entendidas literalmente e não simbolicamente. O "Sermão da Montanha" é prova disso. Jesus foi claro ao dizer que o Reino é dos pobres, chorões, mansos entre outros e isso é sim usado desde a fundação da Igreja Católica, até atualmente pelos pastores evangélicos.

Jesus é uma personificação do Sol sim, e algumas coisas no seu culto são baseadas justamente na observação dos astros, como a páscoa e a sexta feira da paixão que a cada ano é celebrado numa data diferente, o Corpus Christi da mesma forma, o simbolismo solar presente na Igreja Católica e nas imagens de Jesus antigas. Porém, por mais disfarçado que o Culto ao Deus Sol esteja no Cristianismo, afirmar que AS FALAS E DIÁLOGOS são símbolos é insultar a inteligência das pessoas. O sol não fala, e se falasse não diria tanta asneira.

O ponto onde quero chegar é que a Bíblia é uma mistura de muitas, mas muitas coisas.

A Manoela poderia me argumentar que em um dos trechos dos Evangelhos, Jesus diz que para a multidão as coisas seriam ditas em formas de parábolas e aos discípulos tudo seria explicado claramente. Ela poderia me afirmar que nesse trecho, significa que esses discípulos teriam a consciência expandida, portanto entenderiam tudo de forma objetiva e esclarecida e não que Jesus falaria de forma diferente a eles, sustentando a sua afirmação dita no comentário. Mesmo supondo que o acontecimento tenha sido real, se ele falasse em símbolos com a multidão sofrida, e claramente aos poucos discípulos, seria uma atitude covarde e nada bem intencionada. Já se os discípulos entendiam não porque as palavras eram diferentes, mas que tinham consciência expandida, caberia a Jesus, como Salvador daquela gente, usar seu poder e também expandir a mente deles e não mantê-los na ignorância. As duas formas seriam injustas por parte de Jesus, seja por falar simbolicamente, seja por manter o povo na escuridão.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

continuando...

Ora , posso concordar de certa forma, que são poucos que entendem o que realmente está escrito nesse livro, de veras confuso (Maçons, alta cúpula da Igreja Católica entre outros), mas dizer que Jesus teria ensinado física quântica a um bando de semianalfabetos, ou analfabetos, é realmente falta de bom senso. Jesus teria sido então, não um Salvador, mas um sacana, pois ensinar física quântica há 2000 anos atrás seria atitude de um brincalhão, e uma brincadeira de péssimo gosto.

Não sei onde ela leu isso, mas não me recordo de nenhum Físico, ter dito tais palavras e argumentos, e em nenhum texto que li sobre a Mecânica Quântica alguém sustentar tal afirmação.

É importante novamente destacar que a Bíblia não é totalmente simbólica, e algumas coisas foram escritas e montadas para serem ditas e seguidas literalmente. E é assim há 2000 anos. E não, os responsáveis por essa tragédia não estão enganados, eles estão enganando. A massa acha que não está sendo enganado porque "está escrito" no "Livro Sagrado". Livro esse aliás que é vendido como qualquer mercadoria, editado, com capa azul, rosa, edição das mulheres, revisada com linguagem atual. Como algo sagrado é objeto de tanta mudança, controvérsia e desconfiança? Sagrado é sagrado, verdade é verdade, não precisa ser editada, nem muito menos, entendida de diversas formas. 1+1=2, é uma verdade matemática e portanto se Tudo isso fosse verdade, seria inquestionável, mas sabemos que é exatamente ao contrário.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Ela já desistiu... postou isso na pagina e depois deletou tudo, mas como eu recebo por email os textos que as pessoas me mandam, ficou registrado:


Manoela Peruzzo
14 de setembro às 16:15

Para de me rotular, que bobagem isso. Eu sei o que esta acontecendo com o mundo, sobre a matrix e quem realmente somos. Eu estudar coisas que convergem para esse ponto não faz de mim uma pessoa perdida, gosto de pesquisa e análise. Temos muito o que conversar, Bruno.

Bruno:
Anônimo os argumentos insólitos da Manoela Peruzzo ela copiou de Gurus New Age tais como o Hélio Couto e Horácio Frazão, isso é argumento novo criado por religiosos teimosos que por mais que a gente explique que a religião cristã é falsa, foi criada pelo Império Romano e Jesus é apenas um personagem de ficção eles teimam em criar teorias Ad hoc [teorias tampão] para tentar salvar o que já está perdido a séculos... antigamente a bíblia era levada ao pé da letra, mas ai surgiu a "malvada Ciência" para provar que não era bem assim, apontou as inconsistências GIGANTESCAS e ai começaram os religiosos a inventar que na verdade tem de ser "interpretada", que jesus falava por "simbolismos" esse movimento foi forte mesmo no tempo do surgimento do Espiritismo, no livro base do espiritismo, "O livro dos Espíritos", e "Evangelho segundo o Espiritismo" é dito exatamente isso, toda a bíblia foi escrita com linguagem "simbólica" e por isso não deve ser descartada, mas sim reinterpretada...

Mais de 150 anos passou, e a triste verdade é que se provou que a bíblia é de fato pura fantasia, não passa de ficção, pura e simples... e esses argumentos religiosos se provaram pura sofisma.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

No Facebook:

Silvio Mackerly: As pessoas foram enganadas com essa adulteração cristã e pronto, chega a ser patético.Tudo o que se aconselha, pode chocar, mas nada tirará essa escravidão teológica da cabeça dos crentes que age como um véu no rosto deles; provocando medo e cegueira. Nem mesmo a leitura dos ensinamentos de Jmmanuel a não ser o Apophis! Porém esse não será o pior medo e sim as consequências da negação da verdadeira espiritualidade da Criação.

Marcelo Victor San: Bom posso dizer por experiência própria que quando passei pelo processo do salto eu ví ao vivo e a cores as manchas escuras de fantasmas, cobras que a igreja cristã induziu a criar em minha aura. Tenho absoluta certeza que assim que morresse, estes mesmos fantasmas que eu criei por culpa desta religião, iriam me acompanhar, e estaria todo fodido.E o mais incrível é que mesmo durante vários anos afastado definitivamente do cristianismo ainda estava lá o estrago feito, presentinho deixado por esta religião que a maioria insistem em defender sem fundamentos. A responsabilidade é de cada um de vocês, lamento muito, mas não existe este salvador. Já tive varias experiências de quase morte e tive contato com seres de diferentes temperamentos dizendo ser jesus, então acordem é uma cilada. Vamos raciocinar o seguinte se existisse um salvador, então este salvador seria o defensor de pessoas que mataram, roubaram fizeram um inferno aqui na terra dai basta ele se arrepender e ser escravo deste salvador que pronto tá resolvido, quao bom eh este salvador né verdade? Na minha opinião isto é.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Biografia leva Andressa Urach a “pódio do milhão” com Edir Macedo e Lolita:
http://paginacinco.blogosfera.uol.com.br/2015/08/19/biografia-leva-andressa-urach-a-podio-do-milhao-com-edir-macedo-e-lolita/

Em um país cujas tiragens de livros raramente ultrapassam os três mil exemplares, uma obra sair da gráfica com um milhão de cópias é algo de extrema raridade. Esse é o caso de “Morri Para Viver”, biografia recém-lançada da ex-prostituta Andressa Urach, mais novo integrante do seleto “pódio do milhão” nacional, que, até então, tinha apenas dois títulos: o terceiro volume da biografia do bispo Edir Macedo e uma edição de “Lolita”, clássico do russo Vladimir Nabokov.

Pelo que consta, “Morri Para Viver” é a terceira maior tiragem de um livro no país. O impressionante número se justificaria porque há a aposta de que a vida da ex-prostituta seja divulgada nos templos da Igreja Universal do Reino de Deus como a clássica história de uma pecadora que se arrepende do que fez e encontra a salvação no “senhor”.

Quem lidera o ranking é o terceiro volume da biografia de Edir Macedo, exatamente o fundador da Universal, lançada com 1,3 milhão de exemplares impressos. Não é coincidência que números tão expressivos venham de obras escritas pelo mesmo autor – ambas são de Douglas Tavolaro, vice-presidente de jornalismo da emissora Record -, publicadas pela mesma editora – a Planeta – e que, de alguma forma, visem o mesmo público.

O que chama atenção dentre as tiragens milionárias, no entanto, é que as duas celebridades agora ligadas à igreja encontram no pódio um nome inegavelmente profano: “Lolita”. A história da ninfeta de 12 anos que seduz o professor Humbert Humbert ganhou uma tiragem de 1,1 milhão de exemplares no país quando integrou a coleção “Biblioteca Folha”. Ao ser lançado originalmente, em 1955, “Lolita” chocou muita gente por apresentar a relação amorosa entre um adulto e uma pré-adolescente, chegando a ser proibido em diversos países.

Dentre outras grandes tiragens nacionais recentes estão “50 Tons de Liberdade”, de E. L. James, com 600 mil cópias, “Kairós: O Tempo de Deus”, de padre Marcelo Rossi, e “Inferno”, de Dan Brown, os dois últimos com 500 mil unidades.

Não é possível cravar que essas sejam as maiores tiragens da história do Brasil, contudo; para tal, teríamos que ter acesso aos números de todos os livros que já foram impressos por aqui. Por outro lado, considerando principalmente o tamanho do mercado – quase sempre em crescimento -, é improvável que haja tiragens maiores do que as apontadas, a não ser em casos de compras governamentais ou de livros tidos como sagrados por certas religiões.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

“Jesus nunca existiu. É uma lenda”, defende historiador Michael Paulkovich afirma que ausência de menção por escritores da época é prova cabal!

https://noticias.gospelprime.com.br/jesus-cristo-lenda-defende-historiador/

Texto da Reportagem: Michael Paulkovich é um historiador e pesquisador. Seu trabalho mais recente é uma extensiva análise de 126 textos históricos dos primeiros séculos. A conclusão está no livro “No Meek Messiah” [Sem o gentil Messias]. Para ele, o fato de não ter encontrado qualquer menção da figura de Jesus Cristo, significa que ele nunca existiu, seria uma “figura mítica”.
Uma ampla matéria do jornal inglês Daily Mail gerou polêmica entre teólogos e estudiosos. Não pela originalidade do argumento, que existe há quase dois mil anos. A questão é que, como sempre, a mídia explora essa questão, dando uma dimensão exagerada.
Em um passado recente, o escritor Dan Brown ficou mundialmente famoso por causa de seu livro “O Código Da Vinci” sendo campeão de vendas e gerando um filme. O material trazia uma teoria da conspiração similar. Aparentemente, questionar o cristianismo ainda é um negócio lucrativo.
Paulkovich explica que leu os autores mais importantes de registros históricos entre o primeiro e o terceiro século. Como a falta de conhecimento ou ausência de menção seriam “provas históricas”, sugere que a figura de Cristo pode ter sido inventada por judeus que desejavam ter algum líder para seguir.
Ele também usa o Novo Testamento, mas com uma leitura crítica. O historiador defende que o livro de Marcos traz um relato “editado” da ressurreição. “Falsificadores acrescentaram o conto da ressurreição fantasiosa posteriormente”, escreveu. E acrescenta: “Paulo não sabia nem onde, nem quando Jesus viveu e trata a crucificação como uma metáfora”.
Mesmo assim, reconhece que existe uma menção a Jesus no livro “A Guerra dos Judeus”, escrito pelo historiador romano Flávio Josefo no ano 95. Contudo, essa citação deve ter sido acrescentada pela editora em uma reedição, quando o mito de Jesus já estava “consolidado”.
O historiador afirma que a ausência de um registro feito pelo próprio Jesus seria a 127ª “testemunha silenciosa” dessa criação. Caso Jesus fosse o que o Novo Testamento afirma que ele era, “Milhões teriam ouvido falar de seus milagres e maravilhas, mas não chegaram ao conhecimento de qualquer historiador da época”.
“Talvez o mais desconcertante é a ideia mítica de que o próprio Salvador, Jesus, o Filho de Deus foi enviado em uma missão suicida para salvar-nos da noção infantil de ‘transgressão de Adão’, como aprendemos de Romanos”, defende.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Silvio: Esse tal Jesus já está enchendo o saco!

Bruno:

Acho que as pessoas estranham por que bato nessa tecla sobre Jesus. Faço isso por que aqui atendendo as pessoas, respondendo emails, mensagens, notasse claramente a completa alienação do povo num geral. Realmente uma boa porcentagem da população é ingênua o suficiente para acreditar nessas estórias infantis da bíblia. Ai sou obrigado a ficar dizendo o obvio... jesus sequer existiu. E essa é um tecla que sempre vou precisar bater, sempre e sempre, e creio que vai ser para o resto da minha vida... enquanto o governo permitir que se arrecade dinheiro em nome desse personagem de ficção, as pessoas continuarão a receber lavagem cerebral sistemática, e eu continuarei a repetir a mesma coisa. Jesus nunca existiu...

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Cristão falando por email, e minhas respostas:

Cristão: BRUNO, ESTOU ANALISANDO O MATERIAL QUE MANDOU SOBRE JESUS... O CRISTO.
VOU ANALISAR COM CUIDADO E AO FINAL DOU MEU PARECER SOBRE ESSA QUESTÃO.
SÓ UMA PERGUNTA? VC JÁ FOI CRISTÃO OU TEVE ALGUÉM DA FAMÍLIA ENVOLVIDA COM O CRISTIANISMO?

R: sim já fui cristão, e sim minha família por ser brasileira se tornaram cristãos afinal a lavagem cerebral aqui no brasil para o cristianismo é total e completa.


Cristão: PARECE QUE TEM ALGUMA EXPERIÊNCIA NEGATIVA COM O CRISTO...

R: minha experiência negativa com o cristianismo foi verificar por mim mesmo que não passa de mentiras, estórias falsas, inventadas, nada é verdade tudo é enganação. Jesus nunca nem sequer existiu.

Cristão: EU ME CONSIDERO CRISTÃO, MAS NÃO FAÇO PARTE DOS TEMPLOS EVANGÉLICOS, MAS MEDITO NAS ESCRITURAS E PEGO OS ENSINAMENTOS DE JESUS E OS USO EM MINHA CASA E NA MINHA VIDA...

R: ensinamentos budistas, Taoistas, Confucionistas, Hindus, etc... são tão bons quanto o cristianismo, na verdade todos eles superam o cristianismo, o cristianismo na verdade não passa de um plagio resumido de todos essas tradições que remontam os Egípcios e Babilônios. A religião Egípcia que veio pelo menos 6 mil anos antes de Jesus já falava de amor, fraternidade, faça aos outros como gostaria que fizesse a você, etc...

Cristão: JÁ PERTENCI AO SISTEMA RELIGIOSO POR MAIS DE DEZ ANOS E ASSIM COMO TIVE EXPERIÊNCIAS POSITIVAS, TIVE MUITAS DECEPÇÕES COM HOMEM QUE SE DIZEM CRISTÃOS MAS ESTÃO CHEIOS DE COBIÇA, GANANCIA E AVAREZA. (POR ISSO TOMEI UMA DRÁSTICA ATITUDE DE ROMPER COM O SISTEMA RELIGIOSO.) O QUE ACHO BEM DIFERENTE DOS ENSINAMENTOS DE JESUS.

R: sim o SER HUMANO é corrupto, é da natureza humana, não foi o PT que inventou a corrupção, em todos os países, culturas, e raças tem corrupção. Quanto a Jesus eu não o odeio, ele apenas nunca existiu... e reconheço isso, simples assim.

Cristão: SEI QUE AS ESCRITURAS FORAM MANIPULADAS, SEM DÚVIDA, MAS SOBRE A EXISTÊNCIA CABAL DE JESUS, ISSO É DIFÍCIL POIS MILHARES DE PESSOAS DO MUNDO INTEIRO TESTIFICAM A TRAJETÓRIA DE CRISTO, SEU NASCIMENTO, SUA MORTE E RESSURREIÇÃO.

R: Mesmo? Cadê esses argumentos invencíveis? Cadê as provas cabais e incontestáveis do poder e divindade de Jesus? alguém precisa apresenta-las para os cientistas por que estes estão completamente céticos quanto as maravilhas do cristianismo, inclusive eu.

Cristão: SE VOCÊ ACREDITAR QUE EXISTA FORÇAS OPOSITORAS, DEMÔNIOS E ENTIDADES DIABÓLICAS, COMO E PORQUE NÃO ACREDITAR EM JESUS?


R: eu não acredito... nem em demônios, nem em Lúcifer, nem em anjos, nem em nada disso, muito menos em Jesus.

Cristão: SERÁ QUE DEUS CRIADOR DO UNIVERSO QUE DECIDE O QUE, QUANDO, E COMO NÃO APROUVE SEUS ENSINAMENTOS TRANSFORMADORES DE VIDAS? (BRAÇO DE DEUS O APOIANDO) E O ESPIRITISMO QUE ACREDITA EM REENCARNAÇÃO... E CITA TRECHOS BÍBLICOS?

R: Espiritismo (fui espirita por muitos anos) é só mais fonte de desinformações, tem muita coisa que presta ali, mas outras não passa de desinformações. O espiritismo é cristianismo só um pouco mais avançado.

Cristão: OLHA... IMPARCIALMENTE IREI ANALISAR TUDO QUE ME MANDOU. NÃO VOU JULGAR NADA ANTES DA HORA.
POR ISSO QUE ESTOU INTERESSADO EM APRENDER MAIS SOBRE MIM E O UNIVERSO. (ASSUNTO ME INTRIGA MUITO).

R: Ok, ao vir ser iniciado no "Salto" poderá ver por si mesmo, não precisará acreditar em mim apenas por "Fé".

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Sobre Jesus, pessoa por email:

Senhor Bruno, Sou um cristão, no entanto, tenho a mente mais aberta do que a maioria dos meus colegas de fé, devido a ideias gnósticas e leituras de deuterocanônicos. Acredite, também eu suspeito muito da Bíblia, pois esta foi muito manipulada ao longo da história devido a interesses de poder político (mesmo no Velho Testamento). Mas, não consigo entender como nem por que o senhor afirma que o mestre Jesus não existiu.

De acordo com a minha leitura sobre a sua página na internet, o senhor nega a existência de um homem excepcional, que teria pregado mensagens de amor, sabedoria e libertação no oriente médio, independentemente de essa pessoa ser encarnação de Deus ou não. Quem ou o que lhe garante a inexistência de Jesus são leituras, outras pessoas ou sua supraconsciência?

O senhor leu livros ou viu documentários de que o homem conhecido como mestre Jesus* (que nem bem assim se chamava), o Cristo teria vivido na Índia**? Em caso afirmativo, o senhor concorda com esses trabalhos? O senhor já leu alguns evangelhos deuterocanônicos? Se sim, quais e qual é a sua opinião sobre eles?

Quando eu leio os evangelhos canônicos, percebo algumas passagens com significado oculto, que se corretamente interpretadas, revelam um conteúdo de libertação, enquanto outras devem ter sido acrescentadas a fim de adormecer o ser humano.

Enfim, de acordo com as minhas investigações, digo que: a Bíblia não pode ser a única nem a melhor fonte de conhecimento do Deus verdadeiro; o Jesus real e histórico foi completamente deferente do Jesus propagandeado pelas Igrejas por aí no mundo; os Evangelhos, principalmente de João e de Mateus têm mensagens ocultas sobre Deus e o homem (por exemplo, a mensagens "sois deuses", "o reino dos Céus está em vós"); o Apocalipse está se cumprindo (talvez de maneira engendrada); os padres e pastores sempre tentaram nos amedrontar para não perderem o controle sobre nós.

Outra observação: Jesus não deve ser criação da ICAR como o senhor afirma, pois ele existiu bem antes da fundação dessa instituição. A ICAR, muito provavelmente, apenas distorceu o quanto pode a história original.
Sinceramente, Um buscador da autêntica liberdade.

*Jesus vem de "Yahshua"=salvador (talvez fosse um título)
**Na Índia, Jesus era conhecido como Issa ou Yuz Assaf


Resposta:

Se vier no seminário e for iniciado, vai ficar sabendo de umas coisas bem "cabeludas" sabe... assim argumentar com alguém que ainda não teve acesso as memórias, é para mim perda de tempo, pois teria de escrever livros e mais livros, e nem assim compreenderia completamente. O que posso fazer por você é indicar uma pagina em meu site, onde há um documentário em que historiadores explicam que a figura conhecida hoje em dia como "Jesus" é uma concha de retalhos. De 100% da historia contada na Bíblia, 98% é falsa. Então se 98% do que falam dele é mentira, então a figura que chamamos de "Jesus" na verdade nunca existiu, é um personagem de ficção. O "Jesus" histórico é tão diferente do "Jesus" da Bíblia, que podemos dizer que o da bíblia não passa de um personagem de ficção barata... O "Mestre Jesus" não é nada excepcional, pois se a "missão" dele se resumiu em pregar apenas mensagens de amor, sabedoria e libertação no oriente médio então ele não se destacou em nada de outros. Buda, Lao Tse, Krishna, Confúcio, Zoroastro, e outros já tinham feito isso séculos antes dele... Ele então apenas repetiu o que leu nos livros desses homens, coisa que qualquer pessoa comum pode fazer. Segue o link do artigo [que creio, você já viu]: http://seteantigoshepta.blogspot.com/2010/02/segredos-da-biblia-os-rivais-de-jesus.html

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Cristão no Facebook:

Altair Kusanagi: Apenas mais um ser humano de merda do mau, nem pra ser pisado serve.
Resposta: Jesus nunca existiu, tem alguma dúvida disso?

Altair Kusanagi: Ele existe sim, pelo menos todos Deuses do cristianismo existem, quem pode responder orações em nome dos deuses? Ou são os deuses ou vários seres...

Resposta: é a própria consciência maior de cada pessoa que responde as preces. Não é "jesus", é o deus interior. Jesus nunca existiu: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2014/07/pagina-indice-jesus-uma-fraude-serie.html

Altair Kusanagi: Então você quer me dizer que quem nos responde em nome dos Deuses é a nossa própria força interior subconsciente pelo efeito placebo? Por isso que quando eu convenci uma senhora com câncer e várias doenças medicamente irreversíveis, pedi em nome de Jesus Cristo ela ficou 60~80% melhor, aí vieram os crentes e fizeram suas orações doidas e quando voltei ela estava pior novamente, aí morreu dias depois.

Resposta: Jesus nunca existiu, veja a página. Quando se reza para jesus quem atende é a consciência divina que todos tem, então pra que rezar para Jesus? Melhor então rezar para seu próprio Deus interior.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Cristão por email:

Respondendo:

Bruno: Não poderei responder muito longamente por que amanhã tem outro seminário para mim realizar.

Cristão: Ok Bruno. Muito esclarecedor da sua parte.
Tenho muito interesse no curso, mas o que acontece é que estou resolvendo algumas questões financeiras na minha empresa e, portanto não poderei ir nesse mês... Mas pretendo ir no mês de setembro, Se Deus quiser. Quanto às informações estou passando um período difícil de guerra na minha mente, pois desde que saí do sistema religioso minha vida financeira que era muito boa, na época tinha 4 farmácias em minha cidade era um exemplo de cristão bem sucedido e respeitado... depois acabei me envolvendo ministerialmente com uma pastora muito mística onde eu era líder desse ministério e desde que me desliguei dessa pastora, ou do sistema religioso meus negócios foram de mal a pior.

R: Isso é fácil de explicar, a lei do mentalismo está sendo usada contra você e o culpado é você mesmo. Se entender a lei da atração compreenderá por que das dificuldades. Nas igrejas (tanto a católica como a evangélica) é usado de terrorismo, e colocado na cabeça de todos que você será amaldiçoado por "deus" caso deixe o cristianismo. Então uma vez que saiu a sua mente programada começou a fazer as promessas virar realidade. Não por que tenha um deus realmente bravo com você querendo te castigar, mas por que você no fundo no fundo acredita nisso. Veja esse filme: Filme Quem Somos Nós? - [Full HD] - Força da Mente - Física Quântica - Poder da Mente - Leis do Universo - Mistérios: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2010/05/filme-quem-somos-nos-forca-da-mente.html


Cristão: Dez anos que passei aprendi coisas boas e coisas ruins, e às vezes minha mente entra em colapso achando que Deus está me castigando por ter saído...

R: quem tá se castigando é você mesmo, precisa retirar esses engramas que foram inseridos na sua mente.


Cristão: E por me sentir culpado. Até acho que essa suposta pastora ora contra mim...

R: Esse pode ser mesmo um agravante, ela é "mistica" ? Tem alguma capacidade mediúnica? Se tiver então de fato o poder da mente dela tem força, não por que ela recebeu algum poder especial de Jesus, mas sim por que ela é paranormal. Se ela te jogou uma praga, e ainda por cima você tem remorso, então está acontecendo a "tempestade perfeita", mas isso pode ser facilmente anulado.

Cristão: Em fim, não sei se isso procede, mas minha mente está em conflito constante. Que o mundo está contra mim, e as pessoas também, perseguição de Cristão, etc.

R: sim é você com sua mente sabotada que está criando as dificuldades, não tem deus nenhum bravo com você por ter deixado o hospício do cristianismo. Isso pode ser facilmente corrigido.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Cristão por email - 02:

Cristão: Nesses últimos meses venho estudando física quântica, o que me ajudou bastante em muitos aspectos, e sobre os chakras, e depois conheci outros fatores, etc. minha necessidade pela busca das respostas contidas em mim é grande, entende! Resolvi mergulhar fundo e não me limitar a fatores intrínsecos em mim, mas preciso me libertar dessas dúvidas e ir mais além. Temo a Deus e não quero decepcioná-lo. (CRIADO EM BERÇO CRISTÃO) imagine? E depois de adulto me tornar em Cristão.

R: você vai despertar o deus interior, e vai ser o salvador de si mesmo, não precisa de nenhuma força externa, você será o Deus.


Cristão: Peço constantemente que Cristo me diga diretamente o quanto ele me ama e que seus ensinamentos são validos. Não estou esperando isso do homem, mas do próprio Cristo.

R: Pode esquecer esse personagem de ficção, ele nunca existiu, e nunca vai te responder, ele é o Salvador que não salva ninguém, nem a si mesmo Salvou.


Cristão: Desde já agradeço sua atenção. Estou pedindo a Deus e ao universo para proporcionar esse encontro. Estou disposto a conhecê-lo e aprender.

R: Ótimo e vai conseguir, acredite na sua divindade, em quem você realmente é, e volte a ser aquilo que nunca deixou de ser, mas tinha esquecido... volte a ser o Deus que já é.

“Homem, conheça-te a ti mesmo e conhecerás os deuses e o universo” [Os Sete Sábios - Oráculo de Delfos]

"Torna-te aquilo que tu és".

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Respondendo a um cristão muito confuso:

Cristão: Olá, meu nome é D., comecei a ler a apostila Iniciação o Salto Quântico Genético, ainda não terminei, mas me interessei pelo que foi proposto.

R: Essa né?: - Apostila Instrutiva Completa [Obs. Leia as 4 partes]:
http://osaltociencia.blogspot.com/2008/12/seminrios-o-salto-muito-alm-da-zona.html


Cristão: Já faz um longo tempo que tento buscar informações de quem eu sou e por que sou assim, com essa aparência, com meus gostos, etc... Já li um pouco a Bíblia e não posso negar de que essas propostas me parecem um pouco com o que satanás propôs a Eva,

R: Bíblia? Satanás? Eva?? Viu... melhor eu já te dizer logo no inicio que eu sou descrente da Bíblia, de Jesus e toda a religião cristã, também não professo qualquer religião, não tenho religião, sigo a ciência. Se puder, veja essas paginas:

- Série Completa - Os Segredos da Bíblia - [1 de 6] - Alienação Cristã - Histórias Falsas - Distorcidas - Mentirosas: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2014/06/serie-os-segredos-da-biblia-1-de-6.html

- Jesus Uma Fraude! - Série Sobre o Fato Irrefutável de que Jesus é Apenas Ficção: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2014/07/pagina-indice-jesus-uma-fraude-serie.html

Procure estudar, toda a religião cristã não passa de uma fraude.

Cristão: por isso ainda fico com o pé atrás (mas penso na possibilidade de que a Bíblia foi modificada para nos manterem "limitados", o que me deixa indeciso) .

R: Pois é, é exatamente isso que a bíblia é, uma pura enganação, conto de fadas para fazer adulto dormir.

- Jesus Cristo Nunca Existiu? - Segredos da Bíblia - Os Rivais de Jesus - [Mentiras Fraudes]:
http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2010/02/segredos-da-biblia-os-rivais-de-jesus.html

- A Bíblia é Abominável! Duvida? Então Leia o Artigo - Cristianismo - Farsa da Religião - Alienação: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2009/03/biblia-e-abominavel-duvida-entao-leia-o.html


Cristão: Queria saber mais, e também queria saber se eu mesmo posso fazer o desbloqueio dos meus chakras aqui onde eu moro, por conta própria, ou pela ajuda de alguém, e como eu encontraria alguém capaz, pois eu não tenho uma situação financeira favorável, por isso não posso ir até São Paulo.

R: Lamento de dizer, mas não... terá de ter ajuda, é impossível você passar pela iniciação sozinho.


Cristão: Não sei se você cobra pra fazer isso, ou tem um propósito maior, mas se tem um proposito maior, pra que cobrar?

R: Cobro sim, naturalmente, afinal estamos num pais capitalista, sugiro que leia essas paginas:

- ‘Lei’ do Espiritismo - “Dai de graça o que de graça recebeste”- retirado da Bíblia:
http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2012/11/lei-do-espiritismo-dai-de-graca-o-que.html

- O preço é muito alto, ou é você que ganha muito pouco? - Capitalismo, e a filosofia anêmica dos Espiritualistas: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2016/04/o-preco-e-muito-alto-ou-e-voce-que.html


Cristão: Tudo me parece bastante com o filme Matrix, as vezes tenho a impressão de ser um robô e alguém la de cima me controlando.

R: Sim, isso chega bem próximo da verdade...

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Parte 02:

Cristão: Também achei um pouco parecido com a iniciação na Maçonaria, poderia me dizer se isso está relacionado a Maçonaria?

R: Não está, nada a ver com Maçonaria, estude sobre a mesma, veja essa pagina:

- Maçonaria a Sociedade Secreta (discreta) que Domina o Mundo - Full HD - O Verdadeiro Governo da Terra - Ocultismo: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2016/04/maconaria-sociedade-secreta-discreta.html


Cristão: A verdade é que estou muito curioso e interessado em acessar meu verdadeiro eu, e queria mesmo conversar mais com você, e por isso peço humildemente para responder essa mensagem, gratidão pela apostila e por todo seu trabalho feito!

R: Tá vendo a quantidade de paginas que indiquei para você ler? Você tá bastante leigo nos assuntos, por isso é bom ver todas essas paginas primeiro, entender, compreender, e ai sim vir passar pela iniciação. Até logo

Imagem, cristão confuso: http://www.cristaoconfuso.com/2010/02/sai-dele.html

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Parte 01: Sobre a nova Religião a New Age e suas psicografias cheias de amor e misericórdia...

Por ALG: Mandei esta mensagem para todos os sites de "canalizações" e Ufologias que pude (uns 5). Será que serei atacado energeticamente? Não tenho medo algum, mas fico curioso... O que podem fazer? Obrigado, amigo.

"Com Amor não fingido, um despertar. Vítimas de uma covardia. É o que somos...

A Matrix está além de nós. Em planos que nem conhecemos. Estamos tão habilmente aprisionados que se torna quase impossível nos libertarmos da "Rede". MESMO APÓS A MORTE (principalmente após a morte, onde o "teatro" é criado por nós mesmos)!!!

Somos enganados muito além da morte, de nossa ingênua imaginação e crença limitada. A Rede é anciã e muito anterior à nossa existência humana.

A Matrix soube destes tempos e sempre comandou mensagens. Jamais deixarão o osso... Para eles isto é tático, essencial. E tudo anda às mil maravilhas para eles neste sentido.

É muita ingenuidade achar que as canalizações seriam livres num mundo interferido por eles desde sempre e PERMITIDO a interferência (de outros seres!!!) escravizante/negativa pelos mesmos que nos dizem que NÃO PODEM "interferir" para nos salvar.
É...! A mentira do século... E caímos nela!

Interferem negativamente em plano físico, mas positivamente não é permitido... Muito estranho...

Mas, como sempre, virou religião e muitos defenderão as canalizações e este "Amor" feminino (energeticamente) com unhas e dentes tal qual um religioso fanático crente em sua fé e que ficaria sem chão se não fosse assim. "Um guerreiro só atrapalha", diriam... "Deixem tudo como está, agora que encontrei meu caminho...".

Quando achamos que encontramos o caminho e o seguimos ardorosamente é quando nos perdemos mais. Ao chegarmos a este ponto já caímos na rede, aliás, nunca saímos...

O único caminho é obter os resultados concretos imediatamente. Seguir a si mesmo com resultados. É saber como fazer para nós mesmos nos livrarmos da Matrix.

Reparem que nunca nos dão a chave. Jamais deveríamos depender de ajuda de fora. Ensinem-nos a verdade e incentivem-nos a agir e a confrontar do jeito coerente, sem acontecimentos energéticos, datas, meditações ou orações apenas, mas com braços fortes, armas de defesa, consciência elevada e ATITUDE em 3D. É preciso sermos fisicamente ativos e atuantes. Encontremos, prendamos e limpemos. Estão a um passo apenas!

Por que as canalizações nunca nos dão estas chaves? Digam onde ir fisicamente, onde estão os culpados e como os pegamos, seus pontos fracos. Deem-nos conhecimento para construirmos nossas armas energéticas ou físicas. Reparem que ao falar em pegar em armas já nos desarmam com o papo do Amor, da não ação física, do "deixa que a vitória já é nossa"...

Não prego a guerra, mas por que temê-la? A liberdade nunca virá de mão beijada. Por que eles temem tanto a guerra? Porque ela resolve e os tiram daqui imediatamente.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Parte 02: Permitir a escravidão nossos "amigos" podem... Permitir a liberdade pelos mesmos caminhos, não podem. Ah, tá... Isso é bom pra quem? A Cabala? A Matrix? Sim, esses mesmo. Estão adorando essa nova religião.

Esperar mais uma "onda" energética, mais uma mensagem, abertura, conjuntura, meditação em massa, 11/11s, datas supersticiosas que servem para nos iludir, esperar "ajuda" de fora, nada disso adiantou em séculos. Tal qual as religiões... Idêntico!

Precisamos resultados, exigir atitudes na 3D desses nossos "amigos" que permitiram os Reptilianos agirem na 3D e nos escravizar, permitiram os Anunakis nos criar, mas permitir uma raça nos salvar não podem!

Precisamos exigir deles a tomada definitiva de que lado estão! Estamos sim, em GUERRA! A muito tempo. E eles nos estão enganando a séculos com o mesmo papo. Amor! E o pior, ainda defendemos nossa prisão em nome do "AMOR". Amor? Que Amor? Dormimos com os inimigos, literalmente. Somos escravos! Nossos "amigos" sabem disto a séculos. E eles nos Amam? Obviamente que não. Estamos sós, sem advogados, presos.

A Terra é realmente um planeta prisão. Podemos nos libertar? Sim. Só que o caminho é outro...

Muitos de nós morreram recentemente de velhice esperando estes "resultados" que "logo" estarão chegando e nos "libertando". E vc? Quer morrer esperando? Seus filhos também?

Sou uma espécie de guerreiro, desculpem, e sei que cada um tem seu tempo, mas o Amor verdadeiro liberta "de verdade". Se preocupa. Não acalenta e ao mesmo tempo aprisiona, como estamos vendo até agora.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Comentário no Facebook:

Christiane Franco:

também acho ridículo! (sobre pastor homofóbico fazendo ameaça de morte contra politico Gay)
só Deus convence o coração do homem!
Deus já tem seus escolhidos!
até muitos que estão dentro da própria igreja não são escolhido por Deus!
ele mesmo diz na sua palavra:
muitos que dirão senhor senhor não entrarão nos reinos dos céus, e muitos vão para a igreja para sua própria condenação:
quantos crentes arrogantes existem aí?
só pensam no dinheiro, status, ostentação, não ajudam o próximo!
muitos são até procurados por pessoas humildes, e muitos que se dizem cristãos, adoradores gospels, que tem até boas condições financeiras, não estão nem aí!
querem platéia!
um dia Deus vai cobrar deles!

Resposta:

Christiane não conte com "salvador" nenhum, salve a si mesma, se converta VOCÊ no Deus. Jesus não passa de uma Fraude do Império Romano, nunca existiu... http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2014/07/pagina-indice-jesus-uma-fraude-serie.html

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Enquanto isso no Facebook:

Postei: Jesus não passa de uma Fraude, ele é apenas uma ficção barata, Video: https://www.youtube.com/watch?v=H-svAl23UyU

Reações:

Manoel Vieira Neto Vieira: É muito polemico

Vera Marfeza: Jesus existiu, mas não veio fundar nenhuma religião. Religião é coisa dos homens,. Jesus era um homem que se preparou para receber um entrante, um ser de outra galáxia e que compartilhou o seu corpo por 3 anos para ensinar a patuleia a sair do subjugo dos imperadores.A Igreja foi que o coptou e a Biblia é um monte de historias distorcidas da verdade. Ela já foi interpretada e escrita mais de 600 mil vezes. Adivinha se não está completamente fora do que aconteceu???

Regina Mascarenhas:

Também penso assim , as interpretações foram distorcidas, é como julgamento de cada Juiz dentro da jurisprudência!! Imagina quanta informação interpretada pela lógica de cada cabeça ! Também creio que Jesus recebeu um avatar para ajudar a humanidade a entender o verdadeiro sentido e verdade da vida!!

Bruno Guerreiro de Moraes:

O tal jesus histórico, se é que existiu, era tão diferente do que está descrito na bíblia que podemos dizer que nunca existiu, de fato Jesus nunca existiu, se tem uma figura obscura que foi a "inspiração" para criar a ficção Jesus que conhecemos (e as pessoas idolatram) então ele não era "jesus" era no máximo um esquizofrênico delirante dizendo ser o messias, e prometendo salvar os judeus dos Romanos, o que obviamente não aconteceu... então o tal "jesus" histórico era tão fraco, tão sem graça, tão pouco ativo, tão comum e medíocre que nem merece ser considerado, aliás nem merece ser considerado mesmo até por que ninguém o localiza em lugar algum, então perante as provas tão fracas, (aliás completamente inexistentes) o melhor é considerar que até mesmo o "Jesus Histórico" é pura Lenda do Deserto, como bem diz o nosso amigo ai do vídeo.

Bruno Guerreiro de Moraes:

Quanto essa especulações New Age de que Jesus "incorporou" alguma força do universo, algum avatar sei lá da onde não passa de especulação esquizofrênica tipica dos seguidores da religião New Age, essa estória não passa de imaginação de pessoas desequilibradas, ou pior, deve se tratar de desinformação mesmo plantada por entidades maldosas com intenções nada construtivas. Se o tal "Jesus" é essa potencia toda, cadê esse poderoso que não aparece em lugar algum, que não ajuda nada, que não melhorar nada? Ele é o Salvador que não Salva ninguém. É apenas uma fraude do império Romano. Historia da carochinha para fazer Adulto dormir.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Silvio: Esse tal Jesus já está enchendo o saco!

Bruno Guerreiro de Moraes: Acho que as pessoas estranham por que bato tanto nessa tecla sobre Jesus. Faço isso por que aqui atendendo as pessoas, respondendo emails, mensagens, esse assunto sempre e sempre vem a baile, é um tema muito constante, muito abordado por quem entra em contato comigo. Notasse claramente a completa alienação do povo num geral. Realmente uma boa porcentagem da população é ingênua o suficiente para acreditar nessas estórias infantis da bíblia, e as religiões Ad hoc do cristianismo inventa mais e mais lendas fantasiosas, tais como as estórias criadas pelo espiritismo, pelos New Age, etc... Tudo não passa de "psicografias" que obviamente não tem qualquer base verificável, apenas reflete as ideias do suposto médium, e se forem almas mesmo falando então ou são almas muito ignorantes, ou muito maldosas. Então sou obrigado a ficar dizendo o obvio... jesus sequer existiu. E essa é uma tecla que sempre vou precisar ficar batendo, sempre e sempre, e creio que vai ser para o resto da minha vida... enquanto o governo permitir que se arrecade dinheiro em nome desse personagem de ficção, as pessoas continuarão a receber lavagem cerebral sistemática, e eu continuarei a repetir a mesma obvia verdade histórica, Jesus nunca existiu...

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

no Facebook - Mariah Costa: Algumas pessoas são desiludidas dessa vida que ficam sem motivação,e graças a fé que elas continuam seu caminho,então deixe elas acreditar,como eu também acredito.

Resposta: Mariah as pessoas não precisam acreditar num personagem de ficção do tempo do Império Romano para ter "motivos para ficar vivo", gosta muito do tal Jesus? Ok, então tornasse você o "Jesus" seja você a salvadora de si mesma, seja você o Deus em Ação. Não conte com os contos de fadas, conte com a maravilhosa realidade da natureza humana. Somos Deuses que foram sabotados por outros Deuses. Volte a ser Deus Mariah não uma dependente de "supostos deuses mitológicos".

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Jesus não Salva Padre da igreja na França padre tem a garganta cortada e Jesus não apareceu para Salva-lo! Crime aconteceu dentro da Igreja, Padre, Freiras e Fiéis rezaram, rezaram e Jesus não apareceu! Tiveram que chamar a Policia!!! Jesus, o Salvador que não Salva Ninguém!!!! http://g1.globo.com/mundo/noticia/2016/07/homens-armados-com-facas-fazem-refens-em-igreja-da-normandia.html

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

ENGENHEIRO INFORMÁTICO GARANTE QUE É JESUS CRISTO (E LEMBRA-SE DA VIDA HÁ 2 MIL ANOS): http://zap.aeiou.pt/engenheiro-informatico-garante-que-e-jesus-cristo-122892

Um australiano de 53 anos diz ser Jesus Cristo, porque depois de se separar da mulher, em 1997, começou a ter recordações cada vez mais nítidas da sua vida de há 2000 anos atrás.
“Sei quem sou. Não tenho nenhuma vontade de provar quem sou , mas sei quem sou”, diz Alan Miller, um engenheiro de sistemas informáticos residente em Queensland, uma zona rural na Austrália.
“Há pessoas que já se aperceberam de quem eu sou, e outras pessoas vão saber”, sustenta o homem que julga ser o Filho de Deus.
Em 2004, as memórias da vida passada “começaram a intensificar-se”, conta Miller ao Daily Mail.
“Comecei o caminho em direcção a Deus, tal como o fiz no século I. Sei que sou Jesus, tenho memórias de toda a minha vida como tal”, explica.
Depois do seu divórcio, em 1997, Miller conheceu Mary Luck, a sua actual mulher, que garante que era Maria Madalena. “Tive uma vida no século I, era a mulher de Jesus, aprendia e ensinava a verdade divina com ele”, diz Mary.
Divine Truth

Alan Miller (à direita na foto com a mulher, Mary) garante que é Jesus Cristo
“Depois da Sua morte, passei para o mundo dos espíritos, e ali vivi”, explica Mary, que acrescenta que regressou à Terra quando nasceu, em 1978, na Austrália. “Pouco depois de O conhecer, comecei a ter memórias fortes da minha vida passada”, conta Mary no seu blog.
“A minha família acha que nada disto é verdade, e que estou a ser manipulada, mas afastei-me deles e pronto”, diz Mary Luck.
O casal organiza palestras e seminários e mantém um site e um canal no YouTube sobre o seu movimento Espiritual, “Verdade Divina“, que promete aos fieis uma “ligação directa a Deus”.
Segundo Miller, muitas das acções que lhe são atribuídas na Bíblia não são verdadeiras – razão pela qual se dispensa de fazer milagres.
“A Bíblia diz que eu transformei água em vinho, mas na realidade nunca fiz tal coisa“, diz o auto-proclamado Jesus Cristo.
E esse é um aspecto em que parecem estar todos de acordo: os seus 20 mil fiéis, e os que o acusam de ser apenas o líder de mais uma seita.
AJB, ZAP

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Pessoa por email:

Título do E-mail: VC ESTÁ COBERTO DE RAZÃO!

Olá Bruno, venho te parabenizar pelo site que desmarcara as religiões. Seu texto é muito claro quando diz que as religiões são a forma mais inteligente de dominar as pessoas, transformando-as mesmo em "cordeirinhos" do sistema. Olha, mas eu acho impossível conseguir alertar esses religiosos porque são pessoas que preferem se acomodar com o que lhes foi passado na infância e de nada adianta argumentar com essa gente, por isso eu acho desgastante tentar convencê-las. Eu, se tivesse um site ou publicação como a sua me recusaria a ficar debatendo e vc viu que as pessoas rogam pragas mesmo kkkk. Elas são más mesmo. Então, vc deveria responder somente àqueles que concordam com seu ponto de vista e que querem obter mais informações, para os críticos, nem responda. Acho que não vale a pena o desgaste. Ah e eles gostam disso mesmo de bate-boca de polêmica, eles sabem que estão errados, mas são conformados, não enxergam a vida deles sem a muleta que é a religião. Mas prossiga publicando as verdades, vc sempre terá seu público e apoiadores. Muito obrigado.

Resposta: Ok, obrigado pela opinião, porém eu penso de outra forma, isso de ter de dizer o obvio é necessário, sempre as pessoas esclarecidas precisam bater na mesma tecla pois se aqueles que sabem a verdade, se omitem, então torne-se responsáveis se a ignorância se alastrar mais. Ao não dizer nada, ao não dividir o conhecimento adquirido, então tornamo-nos negligentes e responsáveis pela miséria de pessoas inocentes que por motivo de pura falta de informação acabam caindo na ladainha das religiões de massa.

Eu me lembro de como eu era um tolo como todos os outros, aprendi desde a infância que “era assim” e quando me deparei perante os críticos tive uma primeira impressão ruim, fui humilhado (pois foi pessoalmente, e não online) mas depois para piorar eu tive de admitir que eles tinham razão, e que eu era mesmo um “otário”, mas eu não era “otário” por que queira, eu o era por que ninguém teve a bondade até aquele momento de me dizer o obvio, de apontar o que estava na frente do nariz mas que eu não enxergava por conta de toda a sofisma, retorica e enganação que é jogada na nossa frente, pelos padres e pastores, pela mídia comprometida com tal, ou qual religião e pelos repetidores, as pessoas comuns e humildes que assim como eu, também eram vítimas dessa lavagem cerebral maciçamente aplicada desde há 2 mil anos.

Hoje agradeço aos críticos que de forma acida e desagradável me fez abrir os olhos para o obvio e me obrigar a pesquisar até ver por mim mesmo que de fato estavam certos. Assim considero que muitos dos cristãos que me amaldiçoa em nome de Jesus, ou de qualquer outro personagem de ficção, vão me agradecer, olhar para trás e dizer, “Ele tem mesmo razão”, e vão agradecer aos céus ainda por essa “humilhação” ter sido online, em vez de pessoalmente.

Assim seguirei esclarecendo, e sempre batendo na mesma tecla, quantas vezes por preciso, bilhões de vezes se for o caso, até que essa escuridão trazida pelas religiões deixe de existir. Por falta de tentar é que não vai ser, minha consciência estará limpa...

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

No facebook: Apolonio Elias Goularte Mattozo - bom dia permite me um comentário nesta materia vc autor que não crê no diabo e declara não crer em Jesus em duas coisas vc deve crer existe o bem e o mal então me esplica quem promove o bem e quem promove o mal quem vc acha que é a esquerda ou a direita concordo com vc que esta arrecadação foi direcionada de forma incorreta sim agora ignorar dois seres poderosos que nois sercam 24 hrs por dia é incencates ,me desculpe concordo com vc em partes.

Resposta: Apolonio, resumindo muito aqui minhas ideias, digo que o lado "Mal" do ser humano é por conta dos instintos puramente animais que todos nos carregamos, e o lado "Bom" é a supraconsciência, a nossa por assim dizer " porção divina" que é o contra ponto ao instinto puramente animal, o ser humano é um ser hibrido, ele é animal e deus, quem dá ouvidos ao seu lado animal, é classificado como "mal" pois o animal só quer saber de si mesmo, é egoísta e mesquinho, não imposta quem ele tenha que prejudicar, desde que ele se dê bem, assim é o lado animal instintivo do ser humano, e muitos infelizmente se entregam ao seu lado puramente animal. Já o nosso lado divino, se dermos ouvido a ele, então nos tornamos seres avançados, com propósitos maiores, éticos, morais, e com potencial para superar os limites da natureza humana. Não precisamos do Diabo nem muito menos de Jesus.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Respondendo:

Fanático Cristão confuso: e as pessoas que eu já vi a serem curadas na igreja?

R: Foram curadas por entidades que agem abnegadamente, não tem nada a ver com Jesus, tem a ver com almas humanas desencarnadas atuando, também temos de levar em conta a própria consciência maior de cada pessoa que age, o Deus Interior, ou como gosto de chamar a supraconsciência, que aproveita um momento favorável de concentração, e apelo para acionar a capacidade de curar. Também há curas dentro de centros espiritas, de terreiros de umbanda, dentro de mosteiros budistas, de templos Hindus, etc...

Fanático Cristão confuso: e os espíritos que me atacavam de madrugada?

R: Pois é... almas te atacam de madrugada perturbando o seu sono, tirando a sua paz, e o que Jesus faz quanto a isso? Ele é o salvador que não salva ninguém não é mesmo ?

Fanático Cristão confuso: e as coisas que eu vi na casa que eu vivia quando criança?

R: Devem se tratar de manifestações Poltergeist, você deve ser médium, e no que isso se refere ao tal “salvador”, aquele que não salva ninguém? O que o Jesus mitológico tem a ver com isso??

Fanático Cristão confuso: eu sei que existe o mal, e não creio que não exista o bem... só agradeço a Deus por ter passado e ter visto o que vi, assim mesmo depois de ler isto te digo autor: ''este artigo pode até ter lógica, mas não explica nada do que já vi''

R: Explica sim seu bobão, veja as outras páginas são mais de 550 artigos, todos escritos por mim, tudo que relatou tem explicação e não há qualquer motivo para invocar Jesus ou bíblia para explicar nada. Vá estudar, você tá sendo feito de otário.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Jesus não Salva piedosos cristãos de serem esmagados dentro de uma gruta, mais de 10 pessoas morreram, estavam rezando para Jesus Cristo e este "salvador" não salvou seus devotos... Jesus, o Salvador que não salva ninguém... Artigo: http://g1.globo.com/to/tocantins/noticia/2016/11/teto-de-gruta-caiu-no-momento-em-que-fieis-rezavam-diz-testemunha.html Teto de gruta caiu no momento em que fiéis rezavam, diz testemunha. Homem presenciou desabamento em Santa Maria do Tocantins. 'Todo mundo saiu correndo e parentes das vítimas ficaram gritando', relata.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

01: A Bíblia com a primeira menção a Jesus é considerada verdadeira e revolta cristãos: http://br.blastingnews.com/curiosidades/2016/12/biblia-com-a-primeira-mencao-a-jesus-e-considerada-verdadeira-e-revolta-cristaos-001299143.html

Livro é importante para judeus e muçulmanos, mas cristãos querem que seja considerado apócrifo. Foi confirmada como autêntica, uma #Bíblia de chumbo, que mostra o mais antigo relato de #jesus Cristo, e que tem cerca de 2 mil anos, segundo especialistas.

O livro de páginas em metal foi encontrado na Jordânia, em 2008, e faz referências a Cristo e seus discípulos. O chumbo foi analisado e as palavras e símbolos traduzidos, e comprovam que foi escrito próximo aos anos do ministério de Jesus. O livro tem revelações importantes e esclarecedoras, não só para os cristãos, mas também para judeus e muçulmanos.

Na tradução do livro que foi escrito em Paleo-Hebraico, Cristo não estava começando sua própria #Religião, mas a restauração de uma tradição de mil anos de idade, da época do rei David. E o Deus que ele adorava era tanto masculino quanto feminino - conhecido por cristãos como o Espírito Santo.

A ideia central do livro é de que Jesus promoveu um culto no Templo de Salomão, onde acredita-se que a própria face de Deus foi vista. Foi nesse momento que aconteceu o episódio com os agiotas como diz na bíblia. Na Bíblia, Jesus é referido como um 'tekton' que, normalmente, é traduzido como 'carpinteiro', mas, na verdade, significa um artesão habilidoso e pode referir-se à habilidade de produzir tais obras em metal. Existe uma semelhança dos escritos com o livro de Apocalipse quando descreve os sete selos.

Os tradutores do livro, David e Jennifer Elkington, têm feito campanhas desde 2009, para que o texto do livro seja reconhecido no mundo como autêntico, mas os cristãos estão tentando fazer com que o livro encontrado, seja considerado ‘apócrifo’.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

02: A Bíblia com a primeira menção a Jesus é considerada verdadeira e revolta cristãos: http://br.blastingnews.com/curiosidades/2016/12/biblia-com-a-primeira-mencao-a-jesus-e-considerada-verdadeira-e-revolta-cristaos-001299143.html

Os textos, sugerem que Cristo não estava começando sua própria religião, mas a restauração de uma tradição de mil anos de idade, da época do rei David

O livro foi descoberto por Hassan Saeda, que o ganhou do seu avô. Ele o encontrou depois de uma inundação, na parte remota do Jordão, local onde os primeiros cristãos fugiram depois da queda de Jerusalém.

O livro antigo foi encontrado pela primeira vez em 2008 na Jordânia (foto) por um beduíno israelense. A descoberta foi anunciada oficialmente em 2011

David Elkington, 54 anos, enviou o livro para testes, que foram realizados pelos professores Roger Webb e Chris Jeynes, na Universidade de Nodus. Nos testes de laboratório, foi constatado que o metal do livro é compatível com a amostra de uma peça da antiga liderança romana, descoberta em escavações em Dorset.

Os professores afirmaram que o artefato tem realmente cerca de 2 mil anos de idade, e que análises mais profundas apontam que é de 1800 a 2000 anos.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Sobre a Bíblia de Chumbo: é curioso, a datação dá uma data de 1800 há 2 mil anos atrás, e por ser aparentemente de um romano pode ser tratar de apócrifo mesmo, e refletindo mais corretamente o cristianismo da época, 200 anos depois de cristo. a Estória que conta é mais parecida com a de crestos o "verdadeiro" messias, a figura real que deu origem ao personagem Jesus.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

O Conjunto das Aparições Marianas - Nossa Senhora - Mistérios - Sobrenatural - Extraterrestre - ET: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2012/04/o-conjunto-das-aparicoes-marianas-nossa.html Trecho: O conjunto das aparições Marianas deixa muito claro que a tal entidade que é identificada pelas pessoas como “Maria, mãe de Jesus” na verdade não tem nada a ver com o cristianismo. Ela parece ser uma entidade mais antiga, que foi se “reciclando” com o passar dos tempos, se adaptando segundo a necessidade para se adequar a cultura de tal ou qual região do planeta para que sua palavra seja ouvida e levada a sério. Quem é essa entidade misteriosa que de tempos em tempos se manifesta entre os encarnados, passando mensagens e fazendo efeitos físicos incontestáveis? (eu o dono do site, Bruno GM especulo que deva ser na verdade a alma do próprio planeta Terra).

Ao que tudo indica ela é a mesma que no tempo do Egito era chamada de Ísis, na Babilônia era chamada de Semíramis, no oriente ela aparece também com outros nomes, tais como Kuan Yin, deusa da misericórdia, Saraswati deusa da Sabedoria, Jai Ambe Gauri, a entidade que modificou o corpo de Prahlad Jani para ele não precisar comer nem beber nada [Clique Aqui]. Ela também é mentora da Edelarzil, a paranormal brasileira que materializa maciçamente há mais de 60 anos, sobre Edelarzil, [Clique Aqui]. A Iemajá da religião africana também pode ser identificada como sendo a mesma entidade, sendo que aqui no Brasil foi mesmo misturada com a figura de Maria, Mãe de Jesus. Eu o dono do site Sete Antigos Heptá, não sou cristão, nem muito menos religioso, mas tenho de reconhecer o fenômeno já que ele é real, cientificamente provado. Não acho que a tal entidade seja a “Mãe de Jesus”, até por que este nunca existiu... mas deve se tratar de uma entidade que aproveita da fama da personagem fictícia para passar suas mensagens para que as coisas que ela diz seja levada a sério e divulgada.

Ela [entidade] engana os cristãos, fazendo-os divulgar o que deseja através de toda a estrutura que a Igreja Católica tinha e ainda tem. Tanto que é muito claro que o Terceiro Segredo de Fátima é sobre o Fim das Religiões, [Clique Aqui]

Enfim... A tal entidade certamente existe, e deixa sua marca em todo o mundo, ela não tem a ver com o cristianismo, parece ser uma entidade bondosa que é independente de religiões e ideologias. Não sabemos exatamente qual é a intenção de tal entidade, por que ela faz o que faz? Mas de qualquer modo parece ser benigna, por causa das escolhas que faz, sempre aparece para pessoas pobres, ou pertencentes a raças tidas como “inferiores”, como foi o caso da aparição de Guadalupe, e Nossa Senhora Aparecida no Brasil, etc...

Ela pode muito bem se tratar de uma extraterrestre que intervém, como pode, na historia humana desde tempos imemoriais, se for isso mesmo, por que ela age assim? O que ela quer final? Essas são perguntas que um dia, espero, sejam respondidas...

Felipe Dorn Alves disse...

Maravilhoso! Na época que eu era cristão rezei muitas vezes para o "mestre Jesus". Eu fui atendido em muitas dessas vezes. Contudo, se sabemos muito bem que o Jesus dá Bíblia é uma construção humana, quem atendeu à minha prece? Eis a resposta, meu Deus interior.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Joseph Atwill, escritor e teólogo, reacendeu o tema conspiratório da fraude cristã. Será que Jesus pode ser a mescla de alguns personagens reais, chamados "messias" e "filhos de deus", que figuraram o século I? Quem foi Apolônio de Tiana, Simão Mago e Simão bar Kokhba? Este documentário, produzido pela NatGeo, expõe as várias facetas do homem conhecido como Jesus Cristo não conhecido do público. Jesus foi polêmico e controverso desde o início, disputado e sincretizado por várias seitas cristãs, que somente foram unificadas teologicamente pelo Concílio Ecumênico de Niceia, e de forma mandatória pelo imperador romano Constantino I. O Cristianismo como hoje conhecemos é o amalgama de várias religiões, com seus mitos conhecidos do antigo mundo pagão.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Jesus nunca Existiu - 01: http://www.umanovaera.com/Fraudes_Religiosas/falta_de_evidencia_historica.htm "Se 50 bilhões de pessoas acreditam em uma coisa estúpida, essa coisa continua sendo uma coisa estúpida." A Falta de Evidência Histórica Para Jesus. A resposta Cristã habitual para os que questionam a historicidade de Jesus é manusear vários documentos como "evidência histórica" para a existência de Jesus. Eles normalmente começam com os evangelhos canônicos, ou seja, O Evangelho segundo S. Mateus, O Evangelho segundo S. Marcos, O Evangelho segundo S. Lucas e O Evangelho segundo S. João.
A afirmação habitual é a de que estes são "registros de testemunhas oculares sobre a vida de Jesus feitas pelos seus discípulos". A resposta a este argumento pode ser resumido numa palavra – pseudepigráfico. Este termo refere-se a trabalhos de escrita cujos autores ocultam as suas verdadeiras identidades atrás de nomes de personagens lendárias do passado. A escrita pseudepigráfica era particularmente popular entre os Judeus durante os períodos Asmoneu e Romano, e este estilo de escrita foi adotado pelos primeiros Cristãos.
Os evangelhos canônicos não são os únicos evangelhos. Por exemplo, há também evangelhos de Maria, Pedro, Tomé e Filipe. Estes quatro evangelhos são reconhecidos como sendo pseudepigráficos tanto por escolares Cristãos como não Cristãos. Eles providenciam uma informação histórica ilegítima dado que foram baseados em rumores e crenças. A existência destes óbvios evangelhos pseudepigráficos faz com que seja bastante racional suspeitar que os evangelhos canônicos poderão também ser pseudepigráficos. O fato de que os primeiros Cristãos escreviam evangelhos pseudepigráficos sugere que isto era de fato a norma. Deste modo, é quando os missionários afirmam que os evangelhos canônicos não são pseudepigráficos que requer provas.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Jesus nunca Existiu - 02: http://www.umanovaera.com/Fraudes_Religiosas/falta_de_evidencia_historica.htm
O Evangelho segundo S. Marcos é escrito no nome de S. Marcos, o discípulo do mítico S. Pedro (S. Pedro é majoritariamente baseado no deus pagão Petra, que era o porteiro do céu e da vida depois da morte na religião egípcia.) Até na mitologia Cristã S. Marcos não era discípulo de Jesus, mas um amigo de S. Paulo e S. Lucas. O Evangelho segundo S. Marcos foi escrito antes do Evangelho segundo S. Mateus e do Evangelho segundo S. Lucas (c. de 100 D.C.), mas depois da destruição do Templo em 70 D.C., que menciona. Muitos Cristãos acreditam que foi escrito em c. 75 D.C.
Esta data não é baseada em História, mas na crença de que um histórico S. Marcos escreveu o evangelho na sua velhice. Isto não é possível, dado que o estilo de linguagem usada em S. Marcos mostra que foi escrita (provavelmente em Roma) por um Romano convertido ao Cristianismo, cuja primeira língua era Latim e não Grego, Hebreu ou Aramaico. De fato, como todos os outros evangelhos são escritos em nome de personagens lendárias do passado, o Evangelho segundo S. Marcos foi provavelmente escrito muito depois de algum Marcos histórico (se houve um) ter morrido. O conteúdo do Evangelho segundo S. Marcos é uma coleção de mitos e lendas que foram juntos de forma a formar uma narrativa contínua. Não há provas de que tenha sido baseado em qualquer fonte histórica de confiança. O Evangelho segundo S. Marcos foi alterado e editado muitas vezes, e a versão moderna provavelmente data de cerca de 150 D.C. Clemente de Alexandria (c. de 150 D.C. – c. de 215 D.C.) queixou-se acerca das versões alternativas deste evangelho, que ainda circulavam no seu tempo (os Carpocratians, uma primeira facção Cristã, considerava a pederastia como sendo uma virtude, e Clemente queixou-se da sua versão do Evangelho segundo S. Marcos, que contava as explorações homossexuais de Jesus com rapazes novos!).
O Evangelho segundo S. Mateus certamente não foi escrito pelo apóstolo S. Mateus. A personagem de S. Mateus é baseada na personagem histórica chamada Mattai, que era um discípulo de Yeishu ben Pandeira (Yeishu, que viveu nos tempos Asmoneus, foi uma das várias pessoas históricas em quem a personagem de Jesus foi baseada.) O Evangelho segundo S. Mateus foi originalmente anônimo e só foi lhe imputado o nome de S. Mateus algures durante a primeira metade do segundo século D.C. A forma primitiva foi provavelmente escrita mais ou menos ao mesmo tempo do Evangelho de S. Lucas (c. de 100 D.C.), pois nenhum dos dois parece saber do outro. Foi alterado e editado até cerca de 150 D.C. Os primeiros dois capítulos, que tratam da virgem a dar à luz, não estavam na versão original, e os Cristãos de Israel com descendência Judaica preferiram esta primeira versão. Para suas fontes, usou o Evangelho segundo S. Marcos e uma coleção de ensinamentos referidos como a Segunda Fonte (ou o Documento Q).

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Jesus nunca Existiu – 03: http://www.umanovaera.com/Fraudes_Religiosas/falta_de_evidencia_historica.htm

A Segunda Fonte não sobreviveu como um documento isolado, mas todos os seus conteúdos são encontrados no Evangelho segundo S. Marcos e no Evangelho segundo S. Lucas. Todos os ensinamentos aí contidos podem ser encontrados no Judaísmo. Os ensinamentos mais razoáveis podem ser encontrados no Judaísmo ortodoxo, enquanto que os menos razoáveis podem ser encontrados no Judaísmo sectário. Não há nada nele que requeira a nossa suposição da existência de um Jesus histórico real. Apesar do Evangelho segundo S. Mateus e do Evangelho segundo S. Lucas atribuírem os ensinamentos neles contidos a Jesus, a Epístola de S. Tiago atribui-os a S. Tiago. Como foi visto, o Evangelho segundo S. Mateus não providencia nenhuma evidência histórica para Jesus.
O Evangelho de S. Lucas e o livro dos Atos dos Apóstolos (que eram duas partes de um mesmo trabalho) foram escritos em nome da personagem mitológica Cristã de S. Lucas, o médico (que provavelmente não foi uma personagem histórica mas uma adaptação Cristã do deus Grego da cura Lycos.) Até na mitologia Cristã S. Lucas não foi um discípulo de Jesus, mas um amigo de S. Paulo. O Evangelho segundo S. Lucas e os Atos dos Apóstolos usam o livro de Flávio Josefo, "Antiguidades Judaicas", como referência, e assim não podiam ter sido escritos antes de 93 D.C. Nesta altura, qualquer amigo de S. Paulo estaria ou morto ou bem senil. De fato, tanto escolares Cristãos como não Cristãos estão de acordo de que as primeiras versões dos dois livros foram escritas por um Cristão anônimo em c. 100 D.C., e foram alterados e editados até c. 150 – 175 D.C. Além do livro de Flávio Josefo, o Evangelho segundo S. Lucas e os Atos dos Apóstolos também usam o Evangelho de S. Marcos e a Segunda Fonte como referências. Apesar de Flávio Josefo ser considerado mais ou menos de confiança, o autor anônimo muitas vezes lê ou entende mal Flávio Josefo, e além disso nenhuma das informações acerca de Jesus no Evangelho segundo S. Lucas e nos Atos dos Apóstolos vem de Flávio Josefo. Como se vê, o Evangelho segundo S. Lucas e os Atos dos Apóstolos não têm valor histórico.
O Evangelho segundo S. João foi escrito em nome do apóstolo S. João, o irmão de S. Tiago, filho de Zebedeu. O autor do Evangelho segundo S. Lucas usou tantas fontes quantas pode obter, mas ele não tinha conhecimento do Evangelho segundo S. João. Assim, o Evangelho segundo S. João não podia ter sido escrito antes do Evangelho segundo S. Lucas (c 100 D.C.) Conseqüentemente, o Evangelho segundo S. João não podia ter sido escrito pela semi-mítica personagem de S. João, o apóstolo, que era suposto ter sido morto por Herodes Agripa pouco antes da sua própria morte em 44 D.C. (S. João, o apóstolo, é aparentemente baseado num histórico discípulo do falso Messias, Theudas, que foi crucificado pelos Romanos em 44 D.C., e cujos discípulos foram assassinados).

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Jesus nunca Existiu – 04: http://www.umanovaera.com/Fraudes_Religiosas/falta_de_evidencia_historica.htm
O autor real do Evangelho segundo S. João foi, de fato, um anônimo Cristão de Éfeso, na Ásia Menor. O fragmento mais velho sobrevivente do Evangelho segundo S. João data de c. 125 D.C., e assim podemos datar o Evangelho de c. 100 – 125 D.C. Baseados em considerações estilísticas, muitos escolares diminuem a data para c. 100 – 120 D.C. A primeira versão do Evangelho segundo S. João não contém o último capítulo, que trata da aparição de Jesus aos seus discípulos. Tal como os outros Evangelhos, o Evangelho segundo S. João provavelmente só chegou à sua presente forma por volta de 150 – 175 D.C. O autor do Evangelho segundo S. João usou o Evangelho segundo S. Marcos frugalmente, e assim pode-se suspeitar que não confiava nele. Ele ou não tinha lido o Evangelho segundo S. Mateus e o Evangelho segundo S. Lucas ou não confiava neles, pois ele não usa nenhuma informação deles que não tenha sido encontrada no Evangelho segundo S. Marcos.
Grande parte do Evangelho segundo S. João consiste em lendas com óbvias interpretações fundamentais alegóricas, e pode-se suspeitar que o autor nunca tencionou que fossem História. O Evangelho segundo S. João não contém nenhuma informação de fontes históricas de confiança.
Os Cristãos afirmarão que o próprio Evangelho segundo S. João declara que é um documento histórico escrito por S. João. Esta pretensão é baseada nos versos Jo 19.34 – 35 e Jo 21.20 – 24. Jo 19.34 – 35 não afirma que o Evangelho foi escrito por S. João. Afirma que os eventos descritos nos versos imediatamente precedentes foram reportados corretamente por uma testemunha. A passagem é ambígua e não é claro se a testemunha é suposta ser a mesma pessoa que o autor.
Muitos escolares são da opinião de que a ambigüidade é deliberada e que o autor do Evangelho segundo S. João está a tentar arreliar os seus leitores nesta passagem, bem como nas passagens em que conta histórias miraculosas com interpretações alegóricas. Jo 21.20 – 24 também não afirma que o autor é S. João. Afirma que o discípulo mencionado na passagem é alguém que testemunhou os eventos descritos. É mais uma vez notavelmente ambíguo no que refere à questão do discípulo ser a mesma pessoa que o autor. É de notar que esta última passagem é no último capítulo do Evangelho segundo S. João, que não fazia parte do Evangelho original, mas que foi adicionado como um epílogo por um redator anônimo. Tem de se estar consciente do fato de que muitas traduções "fáceis de entender" do Novo Testamento distorcem as passagens mencionadas para remover a ambigüidade encontrada no original Grego (idealmente, uma pessoa precisa de estar familiarizada com o texto original Grego do Novo Testamento de maneira a evitar traduções preconceituosas e corrompidas usadas por fundamentalistas e missionários Cristãos).

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Jesus nunca Existiu – 05: http://www.umanovaera.com/Fraudes_Religiosas/falta_de_evidencia_historica.htm
De maneira a fazer recuar as suas pretensões de que o Evangelho segundo S. Marcos e o Evangelho segundo S. Mateus foram escritos pelos "reais" apóstolos S. Marcos e S. Mateus, e que Jesus é uma personagem histórica, os missionários muitas vezes chamam a atenção para o assim chamado "testemunho de Papias". Papias foi o bispo de Hierápolis (perto de Éfeso) em meados do segundo século D.C. Nenhum dos seus escritos sobreviveu, mas o historiador Cristão Eusébio (c. 260 – 339 D.C.), no seu livro História Eclesiástica (escrito c. 311 – 324 D.C.) parafraseou certas passagens do livro de Papias "Exposition of the Oracles of the Lord" (escrito c. 140 – 160 D.C).

Nestas passagens, Papias afirma que tinha conhecido as filhas do apóstolo S. Filipe, e também reportou várias histórias que afirmou terem vindo de pessoas chamadas Aristion e João, o Ancião, que ainda estariam vivos durante a sua própria vida. Eusébio parece ter pensado que Aristion e João, o Ancião eram discípulos de Jesus. Papias afirmava que João, o Ancião tinha dito que S. Marcos tinha sido o intérprete de S. Pedro e tinha escrito exatamente tudo o que S. Pedro tinha escrito sobre Jesus. Papias também afirmou que S. Mateus tinha compilado todos os "oráculos" em Hebreu, e todos os tinham interpretado o melhor que podiam. Nada disto, no entanto, providencia uma evidência histórica legítima de Jesus nem suporta a crença de que o Evangelho segundo S. Marcos e o Evangelho segundo S. Mateus foram realmente escritos por apóstolos ostentando aqueles nomes.

Papias foi um blasonador e não é de nenhuma maneira certo de que ele tenha sido honesto quando afirmou ter conhecido as filhas de S. Filipe. Mesmo que tivesse, isto iria, no máximo, provar que o apóstolo S. Filipe da mitologia Cristã tinha sido baseado numa personagem histórica. Papias nunca afirmou explicitamente que tinha conhecido Aristion e João, o Ancião. Além do mais, só porque Eusébio no século IV acreditou que tinham sido discípulos de Jesus não quer dizer que tenham sido.

Nada é conhecido sobre quem realmente seria Aristion. Ele não é certamente um dos discípulos na usual tradição Cristã. Já vi livros em que certos fundamentalistas Cristãos afirmam que João, o Ancião era o apóstolo S. João, o filho de Zebedeu, e que ele ainda estaria vivo quando Papias era jovem. Eles também afirmam que Papias viveu entre c. 60 – 130 D.C., e que ele escreveu o seu livro em c. 120 D.C. Estas datas não são baseadas em nenhuma legítima evidência e são um completo disparate: Papias foi bispo de Hierápolis em c. 150 D.C. e como já foi mencionado o seu livro foi escrito algures no período c. 140 – 160 D.C. Puxando a data para Papias para 60 D.C., ainda não o coloca durante o tempo de vida do apóstolo S. João, que, de acordo com as lendas Cristãs normais, foi morto em 44 D.C. Além disso, é improvável que João, o Ancião tenha tido alguma coisa a haver com S. João, o apóstolo.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Jesus nunca Existiu – 06: http://www.umanovaera.com/Fraudes_Religiosas/falta_de_evidencia_historica.htm
De acordo com Epifâneo (c. 320 – 403), um primitivo Cristão chamado João, o Ancião tinha morrido em 117 D.C. Teremos mais a dizer sobre ele quando discutirmos as três epístolas atribuídas a S. João. Qualquer que seja o caso, as histórias que Papias colecionou eram sendo contadas pelo menos uma década depois de os Evangelhos e os Atos dos Apóstolos terem sido escritos, e refletem rumores e superstições infundadas acerca das origens destes livros. Em particular, a história acerca de S. Marcos obtida de João, o Ancião, não é mais que uma elaboração superficial da lenda acerca de S. Marcos encontrada nos Atos dos Apóstolos, e assim não nos diz nada acerca das verdadeiras origens do Evangelho segundo S. Marcos. A história acerca de S. Mateus escrever os "oráculos" é simplesmente um rumor, e além disso, não tem nada a haver com o Evangelho segundo S. Mateus. O termo "oráculos" pode apenas ser entendido como uma referência à coleção de escritos conhecidos como Oracles of the Lord, que é referido no título do livro de Papias, e que com toda a probabilidade é a mesma coisa que a Segunda Fonte, não o Evangelho segundo S. Mateus.

Além dos Evangelhos canônicos e dos Atos dos Apóstolos, os missionários também tentam usar as várias epístolas Cristãs como prova da história de Jesus. Eles afirmam que as epístolas são cartas escritas por discípulos e seguidores de Jesus. No entanto, epístolas (do Grego epistole, significando mensagem ou ordem) são livros, escritos sob forma de cartas (usualmente de personagens lendárias do passado), que expõem doutrinas e instruções religiosas. Esta forma de escrita religiosa foi usada pelos Judeus nos tempos Greco-Romanos (a mais famosa epístola Judaica é a Epístola de Jeremias, que é uma prolongada condenação da idolatria, escrita durante o período Helênico na forma de carta pelo profeta Jeremias à população de Jerusalém mesmo antes deles terem sido exilados para a Babilônia.) Como no caso dos Evangelhos, há epístolas Cristãs que não estão contidas no Novo testamento, que escolares tanto Cristãos como não-Cristãos concordam serem epístolas pseudepigráficas e de nenhum valor histórico, pois expõem crenças e não História. A existência de epístolas pseudepigráficas, e verdadeiramente todo o conceito de uma epístola, sugere que as epístolas eram normalmente pseudepigráficas. Ainda assim, são as afirmações dos missionários e Cristãos fundamentalistas de que as epístolas canônicas são cartas genuínas que requerem provas.

A Epístola de S. Judas é escrita em nome de Jude (Judas), o irmão de S. Tiago. De acordo com o Evangelho segundo S. Marcos e o Evangelho segundo S. Mateus, Jesus tinha irmãos chamados Judas e Tiago. Comparando com outros escritos mostra que a Epístola de S. Judas foi escrita em c. 130 D.C., e assim é obviamente pseudepigráfica. No entanto, não há nenhuma evidência que o seu autor usou alguma fonte histórica legítima no que se refere a Jesus.

Duas das epístolas canônicas são escritas em nome de S. Pedro. Dado que S. Pedro é uma adaptação da divindade pagã egípcia Petra, estas epístolas certamente não foram escritas por ele. O estilo e o carácter da Primeira Epístola de S. Pedro sozinhos mostram que não pode ter sido escrita antes de 80 D.C. Até de acordo com a lenda Cristã, S. Pedro era suposto ter morrido no decurso das perseguições instigadas por Nero em c. 64 D.C. e portanto ele não poderia ter escrito a epístola. O autor do Evangelho segundo S. Lucas e dos Atos dos Apóstolos usou todas as fontes escritas que conseguiu obter e tendia a usá-los indiscriminadamente, no entanto ele não menciona quaisquer epístolas de S. Pedro. Isto mostra que a Primeira Epístola de S. Pedro foi provavelmente escrita depois do Evangelho segundo S. Lucas e dos Atos dos Apóstolos (c. 100 D.C.) Nenhuma das referências a Jesus na Primeira Epístola de S. Pedro é tirada de fontes históricas, mas em vez disso reflete crenças e superstições.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Jesus nunca Existiu – 07: http://www.umanovaera.com/Fraudes_Religiosas/falta_de_evidencia_historica.htm

A Segunda Epístola de S. Pedro é uma declaração contra os Marcionistas, e portanto deve ter sido escrita em c. 150 D.C. Como se vê, é claramente pseudepigráfico. A Segunda Epístola de S. Pedro usa como fontes: a história da transfiguração de Jesus encontrada no Evangelho segundo S. Marcos, Evangelho segundo S. Mateus e Evangelho segundo S. Lucas, o Apocalipse de S. Pedro e a Epístola de S. Judas. O não canônico Apocalipse de S. Pedro (escrito algures no primeiro quarto do segundo século D.C.) é reconhecido como sendo não-histórico até pelos fundamentalistas Cristãos. Assim, a Segunda Epístola de S. Pedro também não usa qualquer fonte histórica legítima.

Agora voltamo-nos para as epístolas supostamente escritas por S. Paulo. A Primeira Epístola de S. Paulo a Timóteo avisa contra o trabalho Marcionista conhecido como Antithesis. Marcion foi expulso da Igreja de Roma em c. 144 D.C. e a Primeira Epístola de S. Paulo a Timóteo foi escrita pouco depois. Como se vê, temos novamente um caso claro de pseudepigrafia. A Segunda Epístola de S. Paulo a Timóteo e a Epístola de S. Paulo a Tito foram escritas pelo mesmo autor e datam de cerca do mesmo período. Estas três epístolas são conhecidas como as "epístolas pastorais". As 10 restantes epístolas "não-pastorais" escritas no nome de S. Paulo eram conhecidas por Marcion em c. 140 D.C. Algumas delas não foram escritas somente no nome de S. Paulo, mas estão na forma de cartas escritas por S. Paulo em colaboração com vários amigos como Sosthenes, Timóteo e Silas. O autor do Evangelho segundo S. Lucas e dos Atos dos Apóstolos usou todas as vias para obter todas as fontes disponíveis e tendeu a usá-las indiscriminadamente, mas ele não usou nada das epístolas Paulinas.

Podemos então concluir que as epístolas não-pastorais foram escritas depois do Evangelho segundo S. Lucas e dos Atos dos Apóstolos no período c. 100 - 140 D.C. A não-canônica Primeira Epístola de Clemente aos Coríntios (escrita c. 125 D.C.) usa a Primeira Epístola de S. Paulo aos Corintios como fonte, e portanto podemos reduzir a data para essa epístola para 100 - 125 D.C. No entanto, ficamos com a conclusão de que todas as epístolas Paulinas são pseudepigráficas (o semi-mítico S. Paulo era suposto ter morrido durante as perseguições instigadas por Nero em c. 64 D.C.). Algumas das epístolas Paulinas aparentam terem sido alteradas e revistas numerosas vezes antes de terem chegado às suas formas modernas. Como fontes usam-se mutuamente, e ainda os Atos dos Apóstolos, o Evangelho segundo S. Marcos, o Evangelho segundo S. Mateus, o Evangelho segundo S. Lucas e a Primeira Epístola de S. Pedro. Podemos então concluir que não providenciam nenhuma evidência histórica de Jesus.

A Epístola aos Hebreus é uma epístola particularmente interessante, dado que não é pseudepigráfica mas completamente anônima. O seu autor nem revela o seu próprio nome nem escreve em nome de uma personagem mitológica Cristã. Os Cristãos fundamentalistas clamam ser outra epístola de S. Paulo e de fato chamam-lhe Epístola de S. Paulo aos Hebreus. Esta idéia, aparentemente datando do final do quarto século D.C., não é no entanto aceita por todos os Cristãos. Como fonte para a sua informação sobre Jesus usa material comum ao Evangelho segundo S. Marcos, ao Evangelho segundo S. Mateus e ao Evangelho segundo S. Lucas, mas não fontes legítimas. O autor da Primeira Epístola de São Clemente usou-o como fonte, e portanto deve ter sido escrita antes dessa epístola (c. 125 D.C.) mas depois de, pelo menos, o Evangelho segundo S. Marcos (c. 75 - 100 D.C.)

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Jesus nunca Existiu – 08: http://www.umanovaera.com/Fraudes_Religiosas/falta_de_evidencia_historica.htm
A Epístola de S. Tiago é escrita no nome de um servo de Jesus chamado Tiago (ou Jacobus). No entanto, na mitologia Cristã havia dois apóstolos chamados Tiago e Jesus também tinha um irmão chamado Tiago. Não é claro qual dos Tiagos é o pretendido, e não há entendimento entre os próprios Cristãos. Cita declarações da Segunda Fonte, mas ao contrário do Evangelho segundo S. Mateus e do Evangelho segundo S. Lucas não atribui estas declarações a Jesus, mas apresenta-as como sendo de S. Tiago. Contém um importante argumento contra a doutrina da "salvação através da fé" exposta na Epístola de S. Paulo aos Romanos. Podemos então concluir que foi escrita durante a primeira metade do segundo século D.C., depois da Epístola aos Romanos mas antes do tempo em que o Evangelho segundo S. Mateus e o Evangelho segundo S. Lucas foi aceito por todos os Cristãos. Assim, indiferentemente de qual seja o S. Tiago pretendido, a Epístola de S. Tiago é pseudepigráfica. Não diz quase nada de Jesus e não há evidência de que o autor tinha quaisquer fontes históricas para ele.

Há três epístolas com o nome do apóstolo S. João. Nenhuma delas é, de fato, escrita no nome de S. João, e provavelmente só lhe foram atribuídas algum tempo depois de terem sido escritas. A Primeira Epístola de S. João, tal como a Epístola aos Hebreus, é completamente anônima. A idéia de que foi escrita por S. João vem do fato de que usa o Evangelho segundo S. João como fonte. As outras duas epístolas com o nome de S. João foram escritas por um único autor que em vez de escrever em nome de um apóstolo, escolheu simplesmente chamar-se "o Ancião". A idéia de que estas duas epístolas foram escritas por S. João nasceu das crenças de que "o Ancião" se referia a João, o Ancião, e que ele era a mesma pessoa que o apóstolo S. João.

No caso da Segunda Epístola de S. João, esta crença foi reforçada pelo fato de que essa epístola também usa o Evangelho segundo S. João como fonte. Podemos então concluir que as primeiras duas epístolas atribuídas a S. João foram escritas depois do Evangelho segundo S. João (c. 110 -120 D.C.) Conseqüentemente, nenhuma das três epístolas poderia ter sido escrita pelo apóstolo S. João. Deve-se apontar que é bastante possível que o pseudônimo "o Ancião" se refira à pessoa chamada João, o Ancião, mas se tal assim é, ela não é certamente o apóstolo S. João. As primeiras duas epístolas de S. João apenas usam o Evangelho segundo S. João como fonte para Jesus; elas não usam nenhumas fontes legítima. A Terceira Epístola de S. João menciona "Cristo" escassamente e não há evidências de que tenha usado qualquer fontes históricas para ele.

Além das epístolas com o nome de S. João, o Novo Testamento também contém um livro conhecido como Apocalipse do Apóstolo S. João. Este livro combina duas formas de escrita religiosa, a da epístola e a do apocalipse (apocalipses são trabalhos religiosos que são escritos na forma de revelação acerca do futuro por uma personagem famosa do passado. Estas revelações geralmente descrevem eventos infelizes que ocorrem no tempo em que foram escritas, e também oferecem alguma esperança ao leitor de que as coisas irão melhorar.) Não é certo por quantas revisões passou o Apocalipse do Apóstolo S. João, e assim é difícil datá-la precisamente.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Jesus nunca Existiu – 09: http://www.umanovaera.com/Fraudes_Religiosas/falta_de_evidencia_historica.htm

Dado que menciona as perseguições instigadas por Nero, podemos dizer com certeza que não foi escrita antes de 64 D.C. Assim sendo, não poderia ter sido escrita pelo "verdadeiro S. João". Os primeiros versos formam uma introdução que é claramente entendida como não sendo de S. João, e que providencia uma vaga admissão de que o livro é pseudepigráfico, apesar do autor sentir que a sua mensagem é inspirada por Deus. O estilo de escrita e as referências à prática de kriobolium (batismo em sangue de ovelha) sugerem que o autor era dessas pessoas de descendência Judaica que misturavam o Judaísmo com práticas pagãs. Havia muitos destes "Judeus pagãos" durante os tempos Romanos, e foram estas pessoas que se tornaram nos primeiros convertidos aos Cristianismo, estabeleceram as primeiras igrejas, e que foram provavelmente também responsáveis pela introdução de mitos pagãos na história de Jesus (eles são também lembrados pela sua crença ridícula de que "Adonai Tzevaot" era o mesmo que o deus pagão "Sebazios".) As referências a Jesus no livro são poucas e não há evidências de que são baseadas em nada mais que crença.

Além das epístolas aceites no Novo Testamento, e além das epístolas que são unanimemente reconhecidas como não tendo qualquer valor (como a Epístola de Barnabas), existem também várias epístolas que embora não aceitas no Novo Testamento são consideradas de valor por alguns Cristãos. Primeiramente, há as epístolas com o nome de Clemente. Na lenda Cristã, S. Clemente foi o terceiro na sucessão a S. Pedro como bispo de Roma. A Primeira Epístola de S. Clemente aos Coríntios não é, de fato, escrita em nome de Clemente, mas no nome da "Igreja de Deus que estadia em Roma". Refere-se a uma perseguição que é geralmente pensada como tendo ocorrido em 95 D.C., no reinado de Domiciano, e refere-se à exoneração dos anciãos da Igreja de Corínto em c. 96 D.C. Os Cristãos acreditam que S. Clemente foi bispo de Roma durante esta altura, e esta é aparentemente a razão pela qual a epístola lhe foi mais tarde atribuída.

Os Cristãos fundamentalistas acreditam que a epístola foi de fato escrita em 96 D.C. Esta data não é possível dado que a epístola se refere a bispos e a padres como grupos separados, uma divisão que não tinha ainda tomado lugar. Considerações estilísticas mostram que foi escrita em c. 125 D.C. Como referências, usa a Epístola aos Hebreus e a Primeira Epístola de S. Paulo aos Coríntios, mas nenhuma legítima fonte histórica. A Segunda Epístola de S. Clemente é de um autor diferente do primeiro e foi escrita mais tarde. Podemos então concluir que também não foi escrita por S. Clemente (não há evidências de que qualquer uma destas epístolas tenham sido atribuídas a S. Clemente antes da sua incorporação na coleção de livros conhecida como o Codex Alexandrinus, no século quinto D.C.). Como fontes para Jesus, a Segunda Epístola de S. Clemente usa o Evangelho dos Egípcios, um documento que é rejeitado até pelos mais fundamentalistas Cristãos, e também os livros do Novo Testamento que mostramos serem de nenhum valor. Assim, e uma vez mais, não temos nenhuma legítima evidência de Jesus.

A seguir, temos as epístolas escritas no nome de Inácio. De acordo com a lenda, St. Inácio era o bispo de Antioquia que foi morto durante o reinado de Trajano c. 110 D.C. (apesar de ele ser provavelmente baseado numa personagem histórica real, as lendas acerca do seu martírio são largamente ficcionais). Existem quinze epístolas escritas no seu nome. Destas, oito são unanimemente reconhecidas como sendo pseudepigráficas e de nenhum valor no que respeita a Jesus. As restantes sete têm cada uma duas formas, uma maior e outra mais pequena. As formas maiores são claramente edições alteradas e revistas das formas mais pequenas.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Jesus nunca Existiu – 10: http://www.umanovaera.com/Fraudes_Religiosas/falta_de_evidencia_historica.htm

Os fundamentalistas Cristãos clamam que as formas mais pequenas são as cartas genuínas escritas por St. Inácio. A Epístola de St. Inácio aos Esmirnenses menciona a tripla ordenação de bispos, padres e diáconos, que ainda não tinha tido lugar quando da morte de St. Inácio, que ocorreu o mais tardar em 117 D.C., e que provavelmente teve lugar c. 110 D.C. Todas as sete pequenas epístolas atacam várias crenças Cristãs, hoje consideradas heréticas, que só se tornou prevalecente c. 140 – 150 D.C. A Epístola de St. Inácio aos Romanos mais pequena contém uma citação dos escritos de St. Ireneu, escrito depois de 170 D.C. e publicada c. 185 D.C. Podemos então concluir que as sete epístolas mais curtas são também pseudepigráficas. A Epístola de St. Inácio aos Romanos mais curta foi certamente escrita depois de 170 D.C. (de fato, se não foi escrita por St. Ireneu então foi provavelmente escrita depois de c. 185 D.C.) e as outras seis foram escritas não antes do período c. 140 – 150 D.C., se não mais tarde. Não há fontes para Jesus nas epístolas de St. Inácio que não sejam os livros do Novo Testamento e os escritos de St. Ireneu, que apenas usa o Novo Testamento. Portanto, elas contêm nenhuma evidência legítima para Jesus.

Há também mais duas epístolas que os Cristãos afirmam serem cartas genuínas, a saber, a Epístola de S. Policarpo e o Martírio de S. Policarpo. As epístolas de St. Inácio e as epístolas que dizem respeito a S. Policarpo foram sempre estreitamente associadas. É bastante possível que tenham todas sido escritas pelo escritor Cristão St. Ireneu e seus discípulos. Houve certamente uma primitiva personagem histórica real Cristã chamada Policarpo. Ele foi bispo de Esmirna e foi morto pelos Romanos algures no período de 155 – 165 D.C. Quando St. Ireneu era um rapaz, conheceu S. Policarpo. Fundamentalistas Cristãos afirmam que S. Policarpo era o discípulo do apóstolo S. João.

No entanto, mesmo que aceitemos a lenda de que S. Policarpo tenha vivido até à idade de 86, ele não poderia ter nascido antes de 67 D.C., e portanto não poderia ter sido discípulo de S. João (é possível que tenha sido discípulo do enigmático João, o Ansião). Como St. Ireneu tinha conhecido S. Policarpo, também assumiram que St. Ireneu era de fato seu discípulo, uma pretensão para a qual não há evidências. A Epístola de S. Policarpo usa a maior parte dos livros do Novo Testamento e as epístolas de St. Inácio como referências, mas não usa fontes legítimas para Jesus. Os Cristãos que rejeitam as epístolas de St. Inácio mas que acreditam ser a Epístola de S. Policarpo uma carta genuína afirmam que as referências às epístolas de Inácio são uma inserção tardia. Esta idéia é baseada em inclinações pessoais, e não em nenhuma evidência genuína. Baseada numa crença cega que a epístola é uma carta genuína, alguns Cristãos datam-na de meados do segundo século D.C., pouco antes da morte de S. Policarpo. No entanto, as referências às epístolas de St. Inácio sugere que foi de fato escrita algures durante as últimas décadas do segundo século D.C., pelo menos cerca de uma década depois da morte de Policarpo, se não mais tarde.

O Martírio de S. Policarpo é escrito em nome da "Igreja de Deus que estadia em Esmirna". Começa na forma de carta, mas o seu corpo principal é escrito na forma de uma história vulgar. Fala-nos do conto do martírio de S. Policarpo. Tal como a Epístola de S. Policarpo, foi escrita algures durante as últimas décadas do segundo século D.C. Infelizmente, não existe evidência de que tenha usado quaisquer fontes de confiança para a sua história, apenas rumores e boatos. De fato, a história parece ser altamente ficcional. As referências a Jesus não são tiradas de qualquer fonte de confiança.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Jesus nunca Existiu – 11: http://www.umanovaera.com/Fraudes_Religiosas/falta_de_evidencia_historica.htm

Assim, vimos que as epístolas usadas pelos missionários como "evidências" são tão ilegítimas como os evangelhos. Ainda assim, o leitor deve ter em atenção as traduções fáceis de entender do Novo Testamento, dado que elas chamam ás epístolas "cartas", e portanto implicando incorretamente que elas são na verdade cartas escritas pelas pessoas das quais levaram o nome.
Agora, além dos livros do Novo Testamento, e além das epístolas relativas a S. Clemente, St. Inácio e S. Policarpo, há ainda mais um trabalho religioso Cristão que os Cristãos afirmam ser uma evidência histórica de Jesus, a saber, os Ensinamentos dos Doze Apóstolos, também conhecido como o Didache. Todos os outros primitivos trabalhos religiosos Cristãos ou são totalmente rejeitados pelos modernos Cristãos ou pelo menos reconhecidos como não sendo fontes primárias no que respeita a Jesus. O Didache começou como documento sectário Judeu, provavelmente escrito durante o período de tumulto em c. 70 D.C.

A sua forma primitiva consistia em ensinamentos morais e predições da destruição da corrente ordem mundial. Esta primeira versão, que obviamente não mencionava Jesus, foi tomada pelos Cristãos, que o reviram e alteraram bastante, adicionando uma história de Jesus e regras de culto para as primeiras comunidades Cristãs. Os escolares estimam que a primeira versão Cristã do Didache não poderia ter sido escrita muito depois de 95 D.C. Provavelmente só chegou à sua forma final por volta c. 120 D.C. Parece ter servido uma comunidade Cristã isolada na Síria como uma "Ordem da Igreja" durante o período c. 100 – 130 D.C. No entanto, não há evidências de que a sua história de Jesus tenha sido baseada em qualquer fonte de confiança, e como havemos mencionado, a primitiva versão Judaica não tinha nada a haver com Jesus.

De fato, este documento providencia informação de que o mito de Jesus cresceu gradualmente. Tal como o Evangelho segundo S. Marcos e as primeiras versões do Evangelho segundo S. Mateus, a história de Jesus no Didache não faz menção de um nascimento de uma virgem. Não faz menção dos fantásticos milagres que foram mais tarde atribuídos a Jesus. Apesar de Jesus ser referido como "filho" de Deus, parece que este termo é usado simbolicamente. A evidência que temos em relação à origem do mito da crucificação sugere que uma das coisas que levou a este mito era o fato da cruz ser o símbolo astrológico do Equinócio Vernal, que ocorre perto da Passagem, quando se acredita que Jesus tenha sido morto. Assim, não é de surpreender que a história no Didache não mencione Jesus a ser crucificado, apesar de mencionar uma cruz no céu como símbolo de Jesus.

Os doze apóstolos mencionados no título do Didache não aparecem como doze reais discípulos de Jesus, e o termo refere-se claramente aos doze filhos de Jacob que representam as doze tribos de Israel. Assim, o Didache providencia pistas vitais no que respeita ao crescimento do mito de Jesus, mas certamente não providencia qualquer evidência de um Jesus histórico.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Jesus nunca Existiu – 12: http://www.umanovaera.com/Fraudes_Religiosas/falta_de_evidencia_historica.htm
Dado que nenhum dos textos religiosos Cristãos providencia nenhuma evidência aceitável de Jesus, os missionários voltam-se a seguir para textos não-Cristãos. Os Cristãos afirmam que vários historiadores de confiança registraram informação acerca de Jesus. Apesar de alguns destes historiadores serem mais ou menos aceitos, veremos que eles não providenciam qualquer informação acerca de Jesus.

Primeiramente, os Cristãos afirmam que o historiador Judeu Flávio Josefo registrou informações acerca de Jesus no seu livro Antiguidades Judaicas (publicado c. 93 – 94 D.C.) É verdade que este livro contém informações sobre os três falsos Messias, Yehuda da Galileia, Theudas e Benjamim, o Egípcio, e é verdade que a personagem de Jesus parece ser baseada em todos eles, mas nenhum deles pode ser considerado como o Jesus histórico. Além do mais, no livro dos Atos dos Apóstolos, estas pessoas são mencionadas como sendo pessoas diferentes de Jesus, e assim o Cristianismo moderno rejeita alguma relação entre eles e Jesus. Nas edições Cristãs revistas das Antiguidades Judaicas, há duas passagens que se referem a Jesus como está retratado nos trabalhos religiosos Cristãos. Nenhuma destas passagens são encontradas na versão original das Antiguidades Judaicas, que foi preservada pelos Judeus. A primeira passagem (XVII,3,3) foi citada pela escrita de Eusebius em c. 320 D.C., e portanto podemos concluir que foi adicionada algures entre o tempo em que os Cristãos detiveram as Antiguidades Judaicas e c. 320 D.C. Não é conhecido quando a outra passagem (XX,9,1) foi adicionada. Nenhuma das passagens é baseada em qualquer fonte de confiança. É fraudulento afirmar que estas passagens foram escritas por Flávio Josefo, e que elas providenciam evidências para Jesus. Elas foram escritas por redatores Cristãos e são baseadas puramente na crença Cristã.

A seguir, os Cristãos apontarão para os Anais de Tácito. Nos Anais XV,44, Tácito descreve como Nero culpou os Cristãos pelo incêndio de Roma em 64 D.C. Ele menciona que o nome "Cristãos" era originário de uma pessoa chamada Christus, que tinha sido executada por Pôncio Pilatos durante o reinado de Tibério. É certamente verdade que o nome "Cristãos" é derivado de Cristo ou Christus (= Messias), mas a afirmação de Tácito de que ele foi executado por Pilatos durante o reinado de Tibério é baseado puramente nas afirmações feitas pelos próprios Cristãos e que apareciam nos Evangelho segundo S. Marcos, Evangelho segundo S. Mateus e Evangelho segundo S. Lucas, que já tinham tido extensa circulação quando os Anais estavam a ser escritos (os Anais foram publicados depois de 115 D.C. e não foram certamente escritos antes de 110 D.C.).

Portanto, embora os Anais contenham uma frase na qual se fala de "Christus" como uma verdadeira pessoa, esta frase foi puramente baseada em afirmações e crenças Cristãs, que são de nenhum valor histórico. É bastante irônico que os modernos Cristãos usem Tácito para suportarem as suas crenças dado que ele era o menos exato de todos os historiadores Romanos. Ele justifica o ódio aos Cristãos dizendo que eles cometiam abominações. Além de "Christus", ele também fala de outros deuses pagãos como se eles realmente existissem. O seu sumário da História do Médio Oriente no seu livro Histórias é tão distorcido que é ridículo. Podemos concluir que a sua única menção de Christus não pode ser tida como uma evidência de confiança de um Jesus histórico.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Jesus nunca Existiu – 13: http://www.umanovaera.com/Fraudes_Religiosas/falta_de_evidencia_historica.htm
Uma vez Tácito ser rejeitado, os Cristãos afirmarão que uma das cartas de Plínio, o Jovem ao imperador Trajano providencia evidências de um Jesus histórico (Cartas X,96.) Isto é um disparate. A carta em questão simplesmente menciona que certos Cristãos tinham maldito "Cristo" para evitarem serem castigados. Não afirma que este Cristo realmente tenha existido. A carta em questão foi escrita antes da morte de Plínio em c. 114 D.C., mas depois de ele ser mandado para Bitínia em 111 D.C., provavelmente no ano 112 D.C. Assim, ela providencia nada mais que uma confirmação do fato trivial de que à volta do começo da décima segunda década D.C. os Cristãos normalmente não amaldiçoavam algo chamado "Cristo" apesar de alguns o terem feito para evitarem o castigo. Não providencia nenhuma evidência de um Jesus histórico.

Os Cristãos irão também afirmar que Suetônio registrou evidências de Jesus no seu livro As Vidas dos Imperadores (também conhecido como Os doze Césares.) A passagem em questão é Cláudio 25, onde menciona que o imperador Cláudio expulsou os Judeus de Roma (aparentemente em 49 D.C.) porque eles causavam distúrbios contínuos instigados por um certo Chrestus. Se assumirmos cegamente que "Chrestus" se refere a Jesus, então, se é que, esta passagem contradiz a história Cristã de Jesus dado que Jesus era suposto ter sido crucificado quando Pôncio Pilatos era procurador (26 – 46 D.C.) durante o reinado de Tibério, e além do mais, ele nunca foi suposto ter estado em Roma! Suetônio viveu durante o período c. 75 – 150 D.C., e o seu livro, As Vidas dos Imperadores, foi publicado durante o período 119 – 120 D.C., tendo sido escrito algum tempo depois da morte de Domiciano em 96 D.C.

Assim sendo, o evento que ele descreve ocorreu pelo menos 45 anos antes de ele ter escrito acerca disso, e assim não podemos ter a certeza da sua exatidão. O nome Chrestus é derivado do Grego Chrestos, que significa "o bom" e não é o mesmo que Christ ou Christus que são derivados do Grego Christos, que significa "o ungido/Messias". Se tomarmos a passagem pelo seu valor nominal ela refere-se a uma pessoa chamada Chrestus que estava em Roma e que não tinha nada a ver com Jesus ou com qualquer outro "Cristo". O termo Chrestos era bastantes aplicado para os deuses pagãos e muitas das pessoas em Roma chamados "Judeus" eram na verdade pessoas que misturavam crenças Judaicas com crenças pagãs e que não eram necessariamente de descendência Judaica.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Jesus nunca Existiu – 14: http://www.umanovaera.com/Fraudes_Religiosas/falta_de_evidencia_historica.htm

Assim, é também possível que a passagem se refira a conflitos envolvendo estes "Judeus" pagãos que adoravam um deus pagão (como Sebazios) de título Chrestos. Por outro lado, as palavras Chrestos e Christos eram muitas vezes confundidas, e assim a passagem poderia até referir-se a algum conflito envolvendo Judeus que acreditavam que alguma pessoa era o Messias, mas esta pessoa poderá ou poderá não ter estado realmente em Roma, e por tudo o que sabemos, ele poderá não ter sido uma verdadeira personagem histórica. Deve-se ter em memória que o evento descrito teve lugar só alguns anos após a crucificação do falso Messias Theudas em 44 D.C. e que a passagem pode-se referir aos seus seguidores em Roma. Os Cristãos afirmam que a passagem se refere a Jesus e aos conflitos que nasceram depois de S. Paulo ter trazido notícias dele a Roma, e que Suetônio apenas se enganou acerca do próprio Jesus ter estado em Roma. No entanto, esta interpretação é baseada na crença cega em Jesus e nos mitos acerca de S. Paulo e não há nada que sugira ser esta a correta interpretação. Assim, podemos concluir que Suetônio também falha em providenciar qualquer evidência de um Jesus histórico.

Todos os outros escritores que mencionam Jesus, desde S. Justino, o Mártir no segundo século D.C. aos últimos intérpretes do mito Cristão no século vinte, basearam todos as suas referências a Jesus nas fontes que desacreditamos acima. Conseqüentemente, as suas pretensões são de nenhum valor como evidências históricas. Ficamos então com a conclusão que de que não há absolutamente nenhuma evidência histórica de confiança e aceitável. Todas as referências a Jesus são derivadas das crenças supersticiosas e mitos da primitiva comunidade Cristã. A maioria destas crenças apenas apareceram após a perseguição de Nero e a tragédia de 70 D.C. Muitas destas crenças são baseadas nas lendas pagãs acerca dos deuses Tammuz, Osíris, Attis, Dioniso e o deus sol Mithras.

Outros mitos acerca de Jesus parecem ser baseados em diferentes e variadas personagens históricas tais como os criminosos condenados Yeishu ben Pandeira e ben Stada, e os falsos Messias crucificados Yehuda, Theudas e Benjamim, mas nenhuma destas pessoas pode ser considerada como um Jesus histórico.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Rituais de Magia Negra em Uganda, Africa, reportagem da Record: Meu comentário: Record fazendo documentários sobre magia negra, ai eu te pergunto... Cadê JESUS CRISTO que não vem salvar essas pobres crianças de serem sacrificadas em rituais de magia negra? CADÊ?? Cadê o "Salvador" que não salva ninguém? Nem para Salvar crianças inocentes ele aparece? Nem para isso?? https://www.youtube.com/watch?v=7E749j0o1Xk

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

José Antonio: Complementando seu argumento: cadê Ala, cadê Buda, Cadê Bharma, Vishnu e Shiva. Existem outras religiões de massa para manter a população em submissão.

Bruno GM: Sim José Antonio, mas no caso do mítico Jesus, esse é o "Salvador", o único filho de Deus, o Rei do universo, etc... ele é o administrador da Terra. Como que o "Dono" da Terra permite que isso aconteça? Fica a pergunta para todos os devotos cristãos.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

- “Ketsiyah Cohen, (comentário no Youtube): Que Deus fraco! Vem para a Terra, morre, (pateticamente assassinado) vai para o ‘Céu’, deixa o povo aqui com as baratas, fala que vai voltar e nunca volta... Fala sério! Esse é o Deus mais idiota que eu já vi! E o nome dele é Jesus! Mil Vezes idiota!!!” https://www.youtube.com/watch?v=dCylwst7jI0

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

No vídeo do Rivalnido: https://www.youtube.com/watch?v=mi4wyHJpeXM

Comentários: Milene Queiroz - 7 meses atrás:

Vamos vê se Deus existe ou não, Vamos fazer a prova dos nove, É so pagar pra ver alguém de vcs se abilita morre hoje e ir diretamente ao inferno?

Originais grego da Bíblia - 7 meses atrás:
seus argumentos sem fundamento amiga aceite a realidade da vida. prove o que eu falei no video ao contrario va la e cure agora se for verdade ela vai aparecer e toda a imprensa vai mostrar.

Originais grego da Bíblia - 7 meses atrás: JESUS NÃO É O CAMINHO A VERDADE E A VIDA. A FRASE É ASSIM JESUS É A MERDA A MENTIRA E ACONTENDA

Milene Queiroz - 7 meses atrás:

Faça o teste morra hoje e veja por si vão se existe ou não Depois avise como é la, Se é q vão deixar vc sai rs.

Originais grego da Bíblia - 7 meses atrás:

só vejo vc ameaçar ameaçar ameaçar e nada do filho da puta do seu deus e de seu jesus fazer alguma coisa para os doentes, cade peça a este jesus filho da puta ai me matar se ele e foda ou se ele existe mesmo, tu e uma tonta alienada, maluca sem noção tua mente esta podre pela religião, eu rivanildo menezes desafio vc agora peça a seu deus ai para ele atender sua oração, sabe qual é o problema de pessoas religiosas que nem vc, vou ti dizer, vc e tão tonta mas tao tonta que nem se quer sabe como o lixo da biblia foi criada, so sabe falar em inferno, vc é tão burra mais tão burra que nem sabe o significado da palavra inferno, mas não se preoculpe eu tenho um video no meu canal explicando sobre a farsa do inferno criado para colocar medo nos camponeses onde a igreja católica usou esta invensão para por medo nos coitados, a palavra inferno sua tonta significa simplesmente sepultura em hebraico, va estudar pra vir aqui falar merda, e outrada um recado ai pra jesus jumento fala pra ele que eu desafio ele e fala que eu mandei ele e o pai dele criado por roma tomar no cu mas bem tomado, a fa pra puta que pariu com esta porra de religiao, maldito o tempo que eu perdi dentro desta porra de religiao...

Milene Queiroz7 meses atrás
+Originais grego da Bíblia
Vc vai pagar bem caro
E vai ser ainda em Vida
Vc vai se arrepender de casa palavra dita
Deus te mostrará a resposta
vamos aguarda....
os próximos capítulos
filho de Satanás enviado pelo próprio demônio
Vc vai pagar bem caro
pode ter certeza
Vc além de tudo ainda enventa na se baseando na Bíblia q existe reencarnação
espere sentado sua reencarnação
A única sentença q tu vai ter é o fogo do Inferno
Deus vai te castigar na hora certa e tu vai se lembra do q eu disse imbencil filho de Satanás
maldito filho do capeta
cuidado hoje tu está em perfeita saúde
enxerga
anda
e amanhã?
?
?

Milene Queiroz - 7 meses atrás:

kk
Ele ta semeando a própria sentença
Vc não lê a Bíblia não
Tu acha q um Deus vivo vai deixar um filho de Satanás zombar Dele
Tu vai vê o quanto está homem vai sofrer
pago para vê
Ele está enchendo com um Deus vivo
e asseguro pagará não somente em vida,mas depôs da morte
derramará lágrimas de sangue
pois o Deus q eu confio não deixará isso passar em branco
...Esse Rivanido é um tremendo filho de Satanás mentiroso q diz q na Bíblia existe relatos q existe reencarnação
So se for a reencarnação de Satanás no caso vc
Vc é o próprio demônio reencarnado
Filho de Satanás
maldito
Logo logo Deus te mostrará quem Ele é

Milene Queiroz - 7 meses atrás

Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará.
Galatas 6:7 guarde isso com carinho
pois tu pagará caro
por cada blasfêmia dita
seu filho de Satanás


Milene Queiroz - 7 meses atrás

Meu Deus é maior q tudo
Deus é Amor querida
mas Ele também faz justiça
Se existe um ser superior esse ser é o meu Deus
o Deus da Bíblia sagrada
o resto é enganação de Satanás
satanás acha q pode tudo mas o fim dele é no lago de Fogo e encofre
juntos com os incrédulos
se arrependam
Deus ainda perdoará vcs
Dó contrário vcs pereceram

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Bíblia com evangelho inédito encontrada na Turquia preocupa o Vaticano:
http://www.megacurioso.com.br/religiao/37404-biblia-com-evangelho-inedito-encontrada-na-turquia-preocupa-o-vaticano.htm

De acordo com o Daily Mail, uma bíblia com mais de 1500 anos descoberta no ano 2000 está tirando o sono do Vaticano. Segundo as informações, o volume feito em couro e escrito em siríaco — um dialeto do aramaico — traria o evangelho de Barnabé, um dos apóstolos de Jesus que viajava com Paulo. No entanto, a polêmica foi lançada pela imprensa iraniana, que afirmou que as informações contidas no evangelho podem acabar com o cristianismo.
A bíblia foi encontrada há 13 anos na Turquia, e permaneceu guardada em segredo por todo esse tempo. O livro teria sido escrito no século V e, entre as informações polêmicas, negaria que Cristo foi crucificado e que era o Filho de Deus. Além disso, segundo os iranianos, no evangelho estaria escrito que Jesus previu a chegada do Profeta Maomé, e que os textos seguem a mesma linha que os textos sagrados da religião islâmica.

Devido à seriedade das alegações, o Vaticano teria feito uma solicitação oficial para avaliar a relíquia, embora muitos acreditem que tudo não passa de propaganda islâmica “anticristianismo”. Ainda assim, as autoridades turcas que avaliaram a bíblia — que se encontra em Ancara — acreditam que o livro seja autêntico. Em contrapartida, Phil Lawler, que escreve para um site cristão, apontou algumas inconsistências nas alegações iranianas.
Segundo Lawler, se o documento foi escrito durante o século V ou VI, é impossível que ele tenha sido redigido por alguém que viajava com o apóstolo Paulo 400 anos antes. Assim, o evangelho deve ter sido produzido por alguém que se fez passar por Barnabé. Além disso, a correta datação do documento é crucial, pois no século VII a chegada de Maomé já podia ser antecipada.
De qualquer forma, a história de que a Igreja Católica teria selecionado quais evangelhos fariam parte da bíblia é bem conhecida, portanto, muita gente acredita que ainda existem diversos textos bíblicos desconhecidos por aí.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

- Bíblia é um manual de maus costumes, um catálogo de crueldade. Disse José Saramago, ganhador do Prêmio Nobel de Literatura. Ele afirma ainda que não existe nada de divino na Bíblia, nem no Corão: http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/esta-e-boca/biblia-e-um-manual-de-maus-costumes-um-catalogo-de-crueldade Trecho: Sobre o "livro sagrado", eu costumo dizer: - lê a Bíblia e perde a fé! - disse o escritor, numa entrevista concedida à Lusa, a propósito do lançamento mundial do seu novo livro, intitulado "Caim".

- “O Corão, que foi escrito só em 30 anos, é a mesma coisa. Imaginar que o Corão e a Bíblia são de inspiração divina? Francamente! Como? Que canal de comunicação tinham Maomé ou os redatores da Bíblia com ‘Deus’, que lhes dizia ao ouvido o que deviam escrever? É absurdo! Nós somos manipulados e enganados desde que nascemos. Todo esse horror em nome de um Deus que não existe! Nunca ninguém o viu!” [José Saramago, Prêmio Nobel de Literatura, escritor Português, crítico das religiões].

- José Saramago sublinhou ainda: “as guerras de religião estão na História, sabemos a tragédia que foram”. Considerou que as Cruzadas são um crime do Cristianismo, morreram milhares e milhares de pessoas, culpados e inocentes, ao abrigo da palavra de ordem 'Deus o quer', tal como acontece hoje com a Jihad (Guerra Santa).

- “Nunca tive qualquer dúvida sobre as consequências enormemente negativas e nefastas da existência das religiões, que inevitavelmente se opõe umas às outras. Matar, matar e matar... Foi isso que fizeram ao longo da história e não há nada a acrescentar ao seu historial sangrento”.

- “Nós, os homens, criamos Deus à nossa imagem e semelhança, não ao contrário. Por isso é tão cruel, má pessoa e vingativo. Deus e o demônio não estão no ‘céu’ nem no ‘inferno’, estão na nossa cabeça. Primeiro criamos ‘Deus’ e logo nos escravizamos a ele”.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Orgulho de ser cristão! As bruxas ladras de pênis da Idade Média - O Malleus Maleficarum (Martelo das Bruxas): Cristãos Medievais eram tão LOUCOS como os atuais: "Vários capítulos do tratado são dedicados às bruxas que roubavam pênis. De acordo com o Malleus Maleficarum, muitas mulheres possuíam, depois de realizar um pacto com o diabo, a capacidade de fazer o pênis de sua vítima desaparecer voluntariamente. Algumas, inclusive, cuidavam dos genitais masculinos como animais de estimação, alimentando-os à base de aveia. O livro também menciona a árvore de pênis, uma estranha planta da qual nasciam falos com frutos. No tratado, é possível ler: “Toda bruxaria provém da luxúria carnal, que, nas mulheres, é insaciável”. Sob a ótica atual, não é difícil compreender que grande parte desse imaginário monstruoso se baseia na misoginia causada pelo medo da sexualidade feminina". https://seuhistory.com/noticias/bruxas-ladras-de-penis-da-idade-media

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Enquanto isso no Facebook:

Arnaldo G. Marques: "jesus passou 30 dias no deserto sem se alimentar-se (foi a primeira vez que se ouviu falar de um jejum tão grande ou do "viver de luz") foi o primeiro a curar através de palavras, controle de clima, poder sobre a morte, conjurar coisas (o pão, o vinho, o peixes) agora tem pessoas que dizem que fizeram isso como o Yogananda só que também não há provas e muitas pessoas creem nele... além claro que ele mesmo disse que muitos que seguirem seus passos (sabe-se lá quais são esses passos) fariam coisas tão grandes ou maiores do que as que ele fez, alem claro de afirmar: "todos vós sóis deuses".

Resposta - Bruno Guerreiro de Moraes: O super homem (superman) fez coisas ainda maiores e melhores que Jesus Arnaldo! Ele salvou o mundo do Lex Luthor varias vezes, ressuscitou a Louis Lane, derruba paredes com um soco apenas, sai raio laser dos olhos dele, resiste até mesmo a bomba atômica, etc, etc, etc... você deveria considerar se converter para o Superomenismo a Religião que adora e idolatra o único filho de Krypton! Que foi enviado para a Terra por seu Pai para nós ajudar, e nós proteger de nós mesmos! Venha para essa nova e vibrante religião que encanta corações, e faz a nossa alegria!

João Batista Barbosa disse...

Vejam o vídeo "Bomba Atômica explodindo denúncia contra a comunidade figueira de trigueirinho" no blog do mauricaomuitahipocrisia

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Jesus Salvador???

Pessoa por email: Oi Bruno, eu leio seus artigos e me faz pensar muito! Tava lendo seus artigos sobre Jesus, e queria saber uma coisa: Por que que Jesus tomou a proporção que se vê hoje? Eh que me passa a impressão que dentre todos os outros seres (mestres ascensos, pleiadianos, etc) Jesus teve um marketing mais agressivo do que os outros, a pessoa se deixa levar tanto pelas mentiras contidas na bíblia de uma forma assustadora, além de sofrer a lavagem cerebral, cai na loucura de acreditar em tudo o que está na bíblia, e ainda por cima compra imagens, reza terços, acende velas, dão dízimos, enfim gastam até mais do que podem nisso...

Tipo aqui em casa somente eu e meu irmão que não caímos nisso.. minha irmã e mãe rezam o terço, pedem pra santa Rita um monte de coisas, compram artigos religiosos, eu acho que leem o evangelho segundo o espiritismo ainda.... enfim fazem uma salada religiosa!

Resposta Bruno GM: Por que Jesus tomou tais proporções? Por que foi criado por Roma, e tudo que Roma fez tomou proporções gigantescas, toda a sociedade ocidental tem suas raízes fundamentais em Roma. A maioria das pessoas precisam acreditar em alguma coisa, simplesmente é uma necessidade, elas tem de acreditar em seres "superiores" que estão observando e cuidando, e que um dia vão garantir a eternidade para elas, se elas os idolatrar. Se observar bem é o mesmíssima devoção que se tem pelos Deuses antigos, tais como os Egípcios, Celtas, Gregos. Simplesmente substituíram os Deuses pelos santos, e o deus principal por essa figura que chamamos de Jesus.

Pessoa por email: Pode ser impressão minha mas toda pessoa que sai de uma religião acaba parando em outra, não conseguem viver sem a ideia de ter alguém para lhes salvar, proteger etc, por que que ocorre essa dependência? Por que é tão forte que a pessoa não vive sem religião? Parecem dependentes químicos... seria isso uma programação forte?

Resposta Bruno GM: Sabe o que eu acho? É por que se trata de uma 'verdade' que todos sentem, as pessoas num geral "senti" que tem uma (ou várias) forças superiores que estão a vigia-las e que elas precisam agradar essas forças, passar pelo crivo do julgamento delas, para então ter a esperança de se tornar um desses seres no futuro. Isso é verdade, eu concordo, de fato existe isso de Deuses mesmo, mas a religião cristã, assim como todas as outras, deteriorou isso, engana esse extinto natural apresentando o tal Jesus como o "deus" e a bíblia esse livreco de conto de fadas como "verdade absoluta". É como se faz com os ratos, sabe-se que os ratos gostam de queijo, então colocam o queijo para atrair o rato para a ratoeira...

Pessoa por email: É bom ler seus textos, à medida que vou lendo me sinto mais consciente, começo a me questionar sobre cada coisa que eu me deixei levar sem duvidar, e me dou conta que deveríamos praticar mais o "duvide, não acredite!"

Resposta Bruno GM: Isso mesmo, que bom. Para finalizar a lógica do que digo, é preciso entender que o único Deus que pode te salvar, que pode garantir a sua eternidade, tornando você mesmo um Deus, é o Deus interior, a centelha divina que pode ser contatada e seguida. Ela vai te instruir como se converter num Deus. Salve a si mesmo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

wibiya widget

O que Está Acontecendo?

- “Lamento, eu lamento muito... mas a maior revelação que o ‘Salto’ trás não é consolador, mas sim perturbador. O Mundo em que estamos é um campo de concentração para extermino de uma Super Potencia do Universo Local”. [Bruno Guerreiro de Moraes]