segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Bomba! O Vírus HIV é inofensivo - Remédios para tentar Matar o Vírus é o que provoca a Morte dos pacientes - Afirma o Dr. Peter Duesberg PhD - AIDS

Você Sabe o que é “O Salto Quântico Genético”? [Clique Aqui]

O Vírus HIV é inofensivo, ele não provoca a AIDS - Livro: “Inventando o vírus da AIDS” pelo Dr. Peter H. Duesberg um PhD em Bioquímica, Biofísica e Biologia Estrutural, apoiado por centenas de outros Dr.'s e inclusive por ganhadores do Prêmio Nobel. Trecho do Livro que ele escreveu sobre o assunto: - “Se o HIV causa AIDS, por que milhares de vítimas de AIDS nunca tiveram HIV? Por que centenas de milhares de pessoas que tiveram HIV - por muitos anos - permaneceram perfeitamente saudáveis? Por que o descobridor do vírus do HIV agora afirma que não pode ser a única causa da AIDS? Por que mais de dez anos de pesquisa sobre a AIDS - custando dezenas de bilhões de dólares - falharam em mostrar como (ou mesmo se) o HIV causa a AIDS ou ataca o sistema imunológico? Com um financiamento federal anual de mais de US $ 7 bilhões, a pesquisa sobre AIDS é mais bem financiada do que qualquer outra doença - incluindo o câncer. No entanto, também produziu os menores resultados. Por quê?

HIV é inofensivo, remédios usados para matar o vírus é o que provoca a morte, diz PhD em Bioquímica, Biofísica e Biologia Estrutural o Dr. Peter Duesberg, e o ganhador do Prêmio Nobel de Química o Dr. Kary Mullis

Artigo abaixo é do Site valeagoraweb, mas foi melhorado por mim, Bruno do SeteAntigosHeptá:

Por: Redação em 04/12/2013 às 9:59 [Melhorado por Bruno G.M.]

Brasília - O doutor Peter Duesberg agora é classificado como “persona non grata” pela indústria multi-bilionária da AIDS, e tudo porque ele provou que o HIV é um vírus inofensivo, o que mata as pessoas é o tratamento para tentar matar o vírus do HIV. Professor PhD de Biologia Molecular da Universidade da Califórnia, Peter Duesberg, e o ganhador do prêmio Nobel em 1987 o Dr. Kary Mullis [site oficial dele, Clique Aqui], tiveram a coragem de desafiar a indústria da AIDS, que é formada pelos produtores de medicamentos alopatas, de preservativos e pela medicina mercantilista -[ que vive da doença, não da saúde...] - Ele mantém 4 mil pacientes diagnosticados como portadores do HIV, ou seja, os chamados soropositivos, que não tomam remédio algum; eles são proibidos de tomar remédio. Não são 4..., Não são 40..., Não são 400..., São 4.000 pacientes, e em quase a metade dos casos o HIV desapareceu espontaneamente! O que levou o doutor Peter Duesberg a concluir que a AIDS decorre exatamente dos remédios que se toma para combater o HIV. [O termo AIDS se refere ao estado imunológico fraco, onde o organismo vivo fica sem defesas naturais, e por isso é facilmente abatido até mesmo por uma simples gripe, ou bactéria. HIV é o termo que define o Vírus, que na verdade é inofensivo].

Eu li o trabalho do doutor Peter Duesberg [Livro dele AQUI] e confesso que cheguei ao climax da satisfação pessoal, porque, ainda que me falte engenho e arte, eu sempre desconfiei da existência de um submundo por trás da AIDS - um negócio lucrativo -  por certo - Segundo o doutor Peter, o HIV ( Human Immunodeficiency Virus ) -  "é um vírus passageiro e inofensivo, existente muito antes da epidemia de AIDS” -  De fato, o HIV foi identificado e isolado em 1938 pelos cientistas Robert Gallo e Lue Montagnier e a AIDS é uma invenção da década de 1980. O professor Peter Duesberg concorda que o HIV pode ser transmitido no ato sexual, mas, em relação à AIDS, ele provou que se trata apenas do “marcador substituto” - ou seja, é a variável intimamente relacionada com outra, que é a verdadeira causa da 'doença' [melhor dizendo, ilusão de doença] -  E, agora, pasmem! O doutor Peter Duesberg disse que “o consumo de drogas (remédios) equivocadamente usada para combater o HIV, leva à AIDS!”. Não por coincidência, todos que morreram de AIDS estavam sob cuidados médicos... E, agora, pasmem novamente com o que disse o doutor Peter:  -“O AZT e outras drogas usadas para combater o HIV estão, na verdade, provocando a doença (AIDS) em pessoas que seriam HIV positivas saudáveis!”.

Ou seja: o HIV pode estar presentes no sangue e isto não quer dizer que a pessoa está condenada. E como ensina o doutor Peter, não deve jamais tomar remédio para combater o HIV. Portanto, se um dia eu for diagnosticado como soropositivo eu nem me preocupo. E se vierem me dar remédio para combater o HIV eu chamo o doutor Peter. Ah! Ia esquecendo de dizer que o doutor Peter Duesberg tem o apoio de dois prêmios Nobel de Química e acaba de ser contratado pelo governo da África do Sul para coordenar o programa de combate à AIDS. E por que a tese dele não se alastrou pelo mundo? Porque a mídia capitalista também depende da indústria da AIDS, pois é de lá que vem as gordas verbas publicitárias. Então minha gente, vamos deixar de paranoia e procurem ler o trabalho do doutor Peter. Apesar de ele ter sido considerado “persona non grata” pela indústria da AIDS, não conseguiram ( ainda ) destruir o trabalho dele...

[Nota: Escrito por Roberto Vilanova (Blog do Bob), melhorado por Bruno do Site SeteAntigosHeptá]

Sobre o Dr. Peter H. Duesberg:

Peter H. Duesberg (nascido na Alemanha, 2 de dezembro de 1936) é professor de biologia molecular e celular na Universidade de Berkeley. Ph.D em química pela Universidade de Frankfurt, tornou-se pesquisador do Instituto Max Planck de Virologia, em Tübingen e, desde 1973, é professor titular da cátedra de biologia molecular e celular de Berkeley, cátedra esta que já foi ocupada por mais de um prêmio Nobel. Especializado no estudo de vírus, demonstrou que o vírus da gripe tem o genoma segmentado, e mapeou a estrutura genética dos retrovírus. Por este e outros trabalhos ganhou vários prêmios internacionais de ciências. Sua experiência com os retrovírus o levou a publicar artigos em revistas científicas de reputação internacional, refutando a hipótese de que a AIDS seja causada por um vírus. Propõe como hipótese de trabalho que a AIDS é causada por abuso de drogas e comportamentos auto-degradativos, que leva o sistema imunológico ao colapso. Seus estudos sobre a participação viral na ontogênese o levaram a refutar esta relação. Sugere, como linha de pesquisa científica, que a aneuploidia esteja na origem do câncer.

Em 1996, em seu Livro "Inventing the AIDS Virus" (Inventando o vírus da AIDS) [Clique Aqui] e em inúmeros artigos para jornais e cartas para editores, Duesberg afirma que o HIV é inofensivo, e o uso de drogas ilícitas e farmacêuticas (especialmente o AZT, uma droga utilizada no tratamento da AIDS) são as causas verdadeiras da doença fora da África (a tão comentada Hipótese de Duesberg).

Duesberg afirma que a AIDS na África é erroneamente diagnosticada, e a epidemia é um mito, alegando que o critério de diagnóstico da AIDS na África é diferente de qualquer outro lugar e que a perda da imunidade nos pacientes africanos pode ser explicada por fatores como desnutrição, consumo de água poluída e várias outras infecções que têm os mesmos sintomas da AIDS. Duesberg também argumenta que os retrovírus como HIV sobrevivem de maneira inofensiva, e que a maneira comum de propagação é a transmissão de mãe para filho por infecção no útero. A Hipótese de Duesberg é apoiada por vários cientistas, em sua maioria PhD's e ganhadores de prêmios Nobel, embora seja atacada massivamente por cientistas de grandes laboratórios, principalmente o Glaxo Smith Kline (Burroughs Wellcome na época em que patenteou o AZT).

Cientistas que concordam com a Hipótese de Duesberg:
Kary B. Mullis ganhou o Prêmio Nobel de Química 1993 por sua invenção da técnica de reação em cadeia da polimerase para a detecção de DNA. Esta é a técnica utilizada para pesquisar fragmentos de HIV em pacientes com AIDS. Ele escreveu no prefacio do livro: "We know that to err is human, but the HIV/AIDS hypothesis is one hell of a mistake. I say this rather strongly as a warning. Duesberg has been saying it for a long time. Read his book." [Traduzindo: “Sabemos que errar é humano, mas a hipótese de HIV / AIDS é um inferno de um erro! Eu digo isso bastante convicto como um aviso. Dr. Duesberg tem dito isso há muito tempo. Leiam livro dele!”]


Renomados cientistas concordam com Dr. Duesberg sobre a não-relação HIV-AIDS e sobre os efeitos nocivos dos coquetéis anti-AIDS (AZT):

- Walter Gilbert, Ph.D. - recebeu o Prêmio Nobel de Química 1980; professor de Biologia Molecular pela Universidade de Harvard (EUA).

- Kary Mullis, Dr. - recebeu o Prêmio Nobel de Química 1993 por inventar a Polymerase Chain Reaction (PCR), ferramenta vital no estudo de partículas virais e testes de cargas virais (EUA).

- Etienne de Harven, professor emérito de Patologia pela Universidade de Toronto (Canadá) e um dos Top especialistas do mundo em microscopia eletrônica.

- Charles Geshekter, Ph.D. - três vezes Fulbright scholar. Professor de História Africana pela Universidade Estadual da California (EUA). Serviu como conselheiro do Departamento de Estado dos E.U.A. e de vários países africanos (onde estudou com os supostos casos de AIDS africanos).

- Rosalind Harrison, do Royal College of Surgeons, consultor oftamologista do Serviço Nacional de Saúde (Reino Unido).

- Heinz Ludwig Sänger, Ph.D. - Professor emérito do Departamento de Biologia Molecular e Virologia do Instituto Max Planck (Alemanha).

- Rudolf Werner, Ph.D. - Professor de Bioquímica da Escola de Medicina da Universidade de Miami (EUA).

- Gordon Stewart, Dr. - Professor emérito de Saúde Pública da Universidade de Glasgow (EUA).

- Phillip Johnson, Dr. - Professor Senior de Direito da Universidade da Califórnia (Berkeley).

- Rodney Richards, Ph.D. - Bioquímico e pesquisador da companhia de biotecnologia Amgen (EUA).

- Eleni Papadopulos-Eleopulos, Dra. - Professora de Física Médica do Royal Perth Hospital (Austrália).

Livro: “Inventando o vírus da AIDS” pelo Dr. Peter H. Duesberg
PhD em Bioquímica, Biofísica e Biologia Estrutural, Clique Aqui, Compre AQUI:

Descrição do Livro: A evidência de Duesberg - revelada em revistas científicas de topo, mas mantida fora da grande imprensa - levanta questões que o estabelecimento de pesquisa de AIDS até agora declinou responder: Se o HIV causa AIDS, por que milhares de vítimas de AIDS nunca tiveram HIV? Por que centenas de milhares de pessoas que tiveram HIV - por muitos anos - permaneceram perfeitamente saudáveis? Por que o descobridor do vírus do HIV agora afirma que não pode ser a única causa da AIDS? Por que mais de dez anos de pesquisa sobre a AIDS - custando dezenas de bilhões de dólares - falharam em mostrar como (ou mesmo se) o HIV causa a AIDS ou ataca o sistema imunológico? Com um financiamento federal anual de mais de US $ 7 bilhões, a pesquisa sobre AIDS é mais bem financiada do que qualquer outra doença - incluindo o câncer. No entanto, também produziu os menores resultados. Por quê? Duesberg explica como a atração de dinheiro e prestígio, combinada com poderosas pressões políticas, tentou cientistas responsáveis ​​por ignorar - e até mesmo suprimir - grandes falhas na atual teoria da AIDS. A solução de Duesberg para o mistério da Aids é tão convincente quanto sua crítica à teoria do HIV - e poderia salvar centenas de milhares de vidas em risco hoje.

História do AZT e a Grande Fraude do HIV/AIDS
(Produzido pela Burroughs Wellcome, empresa dos banqueiros Rockefeller)

A pessoa que anunciou que o HIV causava Aids foi um americano, o Doutor Robert Gallo. Desde então ele tem sido acusado de má-conduta profissional, o seu teste foi exposto como fraudulento, e dois dos executivos do seu laboratório foram considerados culpados de infrações criminais. Dezenas de milhares de pessoas fazem testes para anticorpos de HIV todos os anos e, este indivíduo, que patenteou o seu “teste”, ganha Royalty por cada um deles. Luc Montagnier, o sócio de Gallo na teoria “HIV-causa-Aids”, admitiu em 1989: “O HIV não é capaz de causar a destruição do sistema imunológico que é visto em pessoas com Aids”. Quase 500 cientistas ao redor mundo concordam com ele, incluindo o Dr. Duesberg. Assim como o Dr. Robert E Wilner, autor do livro “A Decepção Mortal. A Prova de que Sexo e HIV NÃO Causam Aids”. As evidências são muitas, e claro, a grande imprensa mundial não se interessa em divulgar, vai contra os interesses comerciais de seus clientes, os laboratórios multibilionários que pagam propagandas e tem ações nessas empresas.

O AZT foi desenvolvido para pacientes com câncer. Foi pensado para ser usado na quimioterapia, mas logo depois foi considerado muito tóxico. O efeito do AZT no “tratamento” do câncer foi o de matar células - simplesmente isso - não só matar células cancerosas, mas também células saudáveis. A questão seguinte (e isto é aceito até mesmo pelo estabelecimento médico), era: o AZT mataria as células cancerosas antes que tivesse matado tantas células saudáveis que matasse o corpo? Esta é a droga usada para “tratar” o HIV. Qual é o seu efeito? Segue abaixo a lista de ALGUNS dos nomes que endossam essa visão:

- Walter Gilbert, Ph.D. - recebeu o Prêmio Nobel de Química 1980; professor de Biologia Molecular pela Universidade de Harvard (EUA).

- Kary Mullis, Dr. - recebeu o Prêmio Nobel de Química 1993 por inventar a Polymerase Chain Reaction (PCR), ferramenta vital no estudo de partículas virais e testes de cargas virais (EUA).

- Etienne de Harven, professor emérito de Patologia pela Universidade de Toronto (Canadá) e um dos Top especialistas do mundo em microscopia electrónica.

- Charles Geshekter, Ph.D. - três vezes Fulbright scholar. Professor de História Africana pela Universidade Estadual da California (EUA). Serviu como conselheiro do Departamento de Estado dos E.U.A. e de vários países africanos (onde estudou com os supostos casos de AIDS africanos).

- Rosalind Harrison, do Royal College of Surgeons, consultor oftamologista do Serviço Nacional de Saúde (Reino Unido).

- Heinz Ludwig Sänger, Ph.D. - Professor emérito do Departamento de Biologia Molecular e Virologia do Instituto Max Planck (Alemanha).

- Rudolf Werner, Ph.D. - Professor de Bioquímica da Escola de Medicina da Universidade de Miami (EUA).

- Gordon Stewart, Dr. - Professor emérito de Saúde Pública da Universidade de Glasgow (EUA).

- Phillip Johnson, Dr. - Professor Senior de Direito da Universidade da Califórnia (Berkeley).

- Rodney Richards, Ph.D. - Bioquímico e pesquisador da companhia de biotecnologia Amgen (EUA).

- Eleni Papadopulos-Eleopulos, Dra. - Professora de Física Médica do Royal Perth Hospital (Austrália).

Temos como evidência um dos próprios descobridores (Nobel de Medicina em 2008) falando abertamente que o vírus não está necessariamente associado a AIDS. Não estamos falando sobre uma “teoria da conspiração” infundada ou uma pesquisa leviana sobre o assunto, e sim o que foi dito por uma das pessoas que mais entende sobre o vírus no mundo, apoiado por inúmeros cientistas. Com relação a este fato, fica a questão, por que isto não é discutido nas Universidades e na grande mídia?

Pessoa comentou Buruka: Queria uma explicação se o HIV tem seus anticorpos exclusivos dele, porque foi descoberto que a proteína GP120 inibe o vírus da gripe “A”, os mesmo que eles declaram que são do anticorpo para detectar o HIV, se a pessoa com HIV produz esse anticorpos para destruí-lo e não consegue, o mesmo é eficaz para destruir H1N1 isso por si só prova que todas as outras proteínas no Kit ‘HIV’ pode ser de outras doenças, afinal lutamos todos os dias contra diversos micro organismos, levando em conta que todas as pessoas tem uma porcentagem dos anticorpos do HIV quando o teste não é diluído, só quando é diluído que alguns apresentam e outros não, ou em alguma fase da vida apresenta por produzir de mais ai fica taxado com HIV, teria que comprovar de onde vem essas proteínas e para que elas servem especificamente e não como foi precipitadamente exclusiva e concluída como do HIV!

Mais Sobre o Assunto:

O HIV é inofensivo. Mas as drogas anti-HIV são mortais. Revista SUPER INTERESSANTE - Outubro de  2000 - Edição 157 - Entrevista com Peter Duesberg, PhD:

Um dos maiores especialistas em vírus HIV afirma que a Aids não é contagiosa e que se alguém injetar o vírus em si mesmo não ficará doente. Por Flávio Dieguez - fdieguez@abril.com.br

Desde a eclosão da Aids, em 1981, a expressão “HIV-positivo” se transformou quase que em uma sentença de morte. A presença do HIV em um organismo significava que, mais cedo ou mais tarde, ele adoeceria de Aids.

Mas… e se o vírus for inocente? E se ninguém precisasse temer o contágio e nem, por causa disso, tivesse que usar camisinha como uma obrigação, nem tomar drogas pesadas como o AZT, disparadas contra o vírus como a única alternativa de salvação? Essa tese polêmica — ou simplesmente insana na opinião de muitos especialistas — é defendida pelo cientista que mais entende hoje dos vírus da categoria do HIV, chamados de retrovírus.

Trata-se do bioquímico alemão, naturalizado americano, Peter Duesberg, da Universidade da Califórnia, em Berkeley. “Peter é extraordinário e brilhante”, diz a seu respeito o seu maior oponente, o virologista americano Robert Gallo, do Instituto Nacional do Câncer (INC). (Gallo descobriu o HIV e é o autor da tese de que é o vírus que causa a Aids, Gallo trabalha para os laboratórios que produzem os remédios anti-aids). Peter Duesberg concordou em dar esta entrevista à Super depois que o presidente da África do Sul, Thabo Mbeki, em abril, anunciou que poderia suspender, em seu país, o tratamento da Aids por meio de drogas anti-HIV, não só por seus efeitos colaterais deletérios, como por haver dúvidas sobre sua eficiência no combate à doença. O anúncio teve o efeito de um terremoto. Pela primeira vez se deu atenção a Peter Duesberg e a mais uma centena de pesquisadores que inocentam o vírus, entre os quais o bioquímico americano Kary Mullis, da Universidade da Califórnia, Prêmio Nobel de Química de 1993. A seguir, entenda por que eles não acreditam que o HIV seja o vilão da história.

Super - Por que você não aceita a teoria de que a Aids é causada por um vírus, o HIV?

A Aids não é compatível com os critérios usados para definir uma doença como infecciosa — isto é, causada por microorganismos - Para começar, todas as infecções levam ao contágio e são comumente transmitidas para quem trata os pacientes. Não se conhece um único médico ou enfermeira que tenha contraído Aids dessa maneira. No total, desde que a Aids foi diagnosticada há 20 anos, mais de 750 000 casos já foram registrados nos Estados Unidos. O fato de não ter havido a contaminação de um médico ou uma enfermeira sequer demonstra que a Aids não é contagiosa.

Super - Mas a Aids não está se espalhando pela população por contágio?

Não, as doenças infecciosas se alastram mais ou menos por igual por toda a população. É o que se vê, por exemplo, na poliomielite, na varíola, na hepatite etc. Em vez disso, tanto nos Estados Unidos quanto na Europa, a Aids é uma enfermidade predominantemente masculina: até 85% dos pacientes são homens. Como explicar a baixa incidência no sexo feminino? E não é só isso: quase 70% dos pacientes masculinos são homossexuais usuários de drogas, o que torna a distribuição da doença ainda mais desigual, mais restrita a um segmento específico da sociedade.

Super - Então, qual seria o papel do vírus?

O HIV não se encaixa nos critérios estabelecidos. Nenhum outro vírus tem o comportamento que se atribui a ele. Enquanto todos os vírus conhecidos causam doença em alguns dias ou semanas após a infecção, o HIV demoraria até dez anos para provocar efeito. É um paradoxo sem explicação. Na verdade, essa demora no aparecimento do mal é característica das doenças associadas às drogas. O câncer de pulmão surge de dez a 20 anos depois que se começa a fumar, e a cirrose, 20 anos depois de começar a beber.

Super - Até que ponto essa analogia é importante para entender a causa da Aids?

Ela mostra o quanto é duvidoso que o HIV seja a causa da Aids. Se ela fosse de origem viral, deveria ter seguido um de dois caminhos possíveis: ou teria sido controlada assim que os pacientes desenvolvessem imunidade a ela, ou teria explodido, como previram erroneamente os cientistas americanos. Mas o que aconteceu foi algo completamente diferente: ela está associada a um estilo de vida, da mesma forma que o câncer de pulmão predomina entre os fumantes e, como ele, continua confinada a uma pequena parcela da população. Então, a causa da doença seria um comportamento… A hipótese que nós defendemos é que a Aids é uma epidemia química, não contagiosa, provocada pelo uso persistente de drogas nos Estados Unidos e na Europa, e pela má nutrição (a falta de nutrientes causa problemas químicos, tanto quanto as drogas), na África.

Super - Como se explicam as fotos ou filmes que mostram o HIV infectando as células?

O fato de um vírus estar presente em um paciente não é suficiente para provar que ele seja a causa da doença. Especialmente se a doença não é contagiosa. Na verdade, em sua grande maioria os vírus são passageiros inofensivos do organismo humano e nunca causam doenças.

Super - A hipótese da causa química tem sido estudada de uma forma adequada, na sua opinião?

Claramente não. Ao contrário, ela tem sido censurada, suprimida e privada de verbas públicas. Os seus proponentes são intimidados e marginalizados.

Super - Você alega que os tratamentos disponíveis para a Aids não ajudaram ninguém até hoje. O que o faz pensar assim?

Primeiro, as terapias são direcionadas contra o vírus e ele não causa a Aids. Segundo, como as drogas utilizadas prejudicam o sistema de defesa do organismo (como se diz que o HIV faz) elas são Aids por prescrição médica. Receitar AZT, por exemplo, é como receitar a doença.

Super - Como se explica que o jogador de basquete americano Magic Johnson esteja em tão boa forma, embora tenha tido Aids e tomado o AZT?

Você está enganado: Johnson tomou AZT por alguns meses apenas, dez anos atrás. Depois disso nunca mais. E é por isso que tem boa saúde agora. O HIV é inofensivo, mas as drogas anti-HIV são mortais: Johnson é a prova viva disso.

Super - Você acredita que uma pessoa saudável poderia injetar o vírus em si mesma sem risco de ter Aids?

Sim. Isso já acontece. De acordo com a Organização Mundial de Saúde 33 milhões de pessoas, atualmente, são HIV-positivas, mas menos de dois milhões desenvolveram a doença desde que ela é conhecida. Portanto, há 31 milhões de pessoas infectadas e completamente saudáveis no mundo - entre as quais Magic Johnson.

Super - Você faria essa experiência?

Eu já me dispus a isso, desde que o objetivo seja fazer pesquisa - uma investigação financiada por dotações adequadas e com liberdade para publicar os resultados em revistas especializadas. Eu sou um cientista, não um apostador.

Super - Você acredita que o grupo dos chamados “rebeldes da Aids”, do qual você faz parte, pode passar a ser ouvido daqui para a frente?

Penso que o nosso maior aliado é o fracasso da hipótese de que o HIV cause Aids. As pesquisas nessa linha não conduzem à cura, não previnem e nem explicam a doença, a despeito de todos os esforços já feitos em termos de capital e de recursos humanos por mais de 16 anos. A incapacidade de produzir resultados é a marca registrada do fracasso. Isso, mais a simples lógica dos nossos argumentos, refutarão a hipótese corrente mais cedo ou mais tarde. Da mesma forma que Galileu, mesmo que depois de 400 anos, acabou convencendo até o papa de que a Terra gira em torno do Sol. (Só em 1983 a Igreja admitiu que errou ao condenar Galileu.).

Esse artigo da Revista Super Interessante foi atacado, e muito provavelmente a indústria Multibilionária da AIDS subornou a Editora para que mais tarde se fizesse uma nota desmentindo, leiam a nota abaixo, e minha opinião depois:

A SUPER gostaria de fazer um esclarecimento. Em 2000, publicamos uma entrevista com o biólogo e químico Peter Duesberg, que defendia a tese de que a aids não era causada pelo vírus HIV. A entrevista foi conduzida por Flavio Dieguez, um dos maiores jornalistas científicos que já trabalhou conosco, e está fundamentalmente correta. Mas, ao longo dos últimos 13 anos, as teses de Duesberg caíram em descrédito e hoje temos muita clareza de que não deveríamos ter dado espaço a elas. Em parte esse descrédito se deve à tragédia de saúde pública que se abateu sobre a África do Sul, país que adotou as idéias de Duesberg em suas políticas de combate à aids. O resultado foi que o vírus se disseminou. Gostaríamos então de afirmar que, aqui na SUPER, não temos mais dúvidas de que a aids é causada pelo HIV e de que todo cuidado para evitar a transmissão desse vírus é fundamental para a saúde pública. Percebemos que esta entrevista foi redescoberta e está circulando nas redes sociais. Que fique claro que não concordamos com as idéias expressas nela. Um abraço, Denis R Burgierman, Diretor de redação, Superinteressante.

Resposta de Bruno GM do SeteAntigosHeptá:

Então notem a sofisma sem pudor, o cientista Peter Duesberg é um PhD, com dezenas de anos de experiência, apoiado por dezenas de outros cientistas da área, todos com PhD e até ganhadores do Nobel, mas mesmo assim a Industria Farmacêutica passa por cima de todos eles como se fossem baratas. O que CERTAMENTE aconteceu foi que subornaram falsos pesquisadores, falsos levantamentos, para então usar de retórica da controvérsia contra as descobertas de Peter Duesberg e companhia. E daí que o Vírus da AIDS se espalhou mais pela África do Sul, digo E DAÍ?  O que o Dr. Peter Duesberg afirma é que o vírus é INOFENSIVO, repito, I-N-O-F-E-N-S-I-V-O então a sua maior propagação entre a população não diz nada! Pois o vírus não provoca a morte, o que provoca a morte é os remédios usados para tentar destruir o Vírus.

Isso ficou claro? Então o nosso amigo ai, Denis R Burgierman, não está totalmente errado, mas e daí se ele estiver certo? É como se ele mesmo não tivesse lido o artigo, e obviamente não leu o livro e trabalhos do Dr. Peter Duesberg. Certamente a industria corrupta da AIDS subornou a Superinteressante para mentir descaradamente, ou usar de retórica da controvérsia. Só cai nessa retórica as pessoas que desconhecem as técnicas de argumentação sofistica, uma "arte" muito bem explorada por Advogados, Políticos e lideres Religiosos num geral. Sobre Sofisma, Leia nosso Artigo: [Clique Aqui].


Outros Livros do Dr. Peter Duesberg e seus colegas:
Inventando o vírus da AIDS - MP3 CD - Áudio book, MP3 Do Dr. Peter H. Duesberg (Autor), J. Arthur Tripp (Editor) - Um eminente cientista e pioneiro na descoberta de retrovírus desafia a crença amplamente aceita de que o HIV é a causa da AIDS. Duesberg argumenta que o HIV é apenas um vírus passageiro e inofensivo que não causa a AIDS. Claro que essas declarações provocaram um debate intenso, este livro provocador oferece uma crítica original e incisiva da ascensão e queda do HIV. [Clique Aqui compre o Livro]

AIDS: A boa notícia é que o HIV não causa - Abril de 1995 - Dr. Peter H. Duesberg e Dr. John Yiamouyiannis, quem é ele? John Yiamouyiannis, Ph.D. em Bioquímica pela Universidade de Rhode Island, foi editor bioquímico do Chemical Abstracts Service e diretor de Ciências da National Health Federation. Durante muitos anos ele co-editou o jornal científico "Fluoride". Ele e o Dr. Dean Burk, ex-presidente do Instituto Nacional do Câncer foram reconhecidos por sua co-descoberta da ligação entre a fluoretação e o câncer. O Dr. Yiamouyannis é um membro da sociedade internacional da pesquisa do fluoreto.[Clique Aqui compre o Livro]

AIDS Infecciosa: Temos sido enganados? A Falácia da Conexão HIV/AIDS - AIDS infecciosa é uma coleção de treze artigos publicados originalmente em revistas científicas, que põem em causa o dogma da AIDS infecciosa. Duesberg explora a correlação (mas não a causalidade) entre o HIV e a Aids, com esses capítulos provocadores como "O HIV não é a causa da AIDS" e "AIDS adquirida pelo consumo de drogas e outros fatores de risco não contagiosos". Ao desafiar a teoria popular da AIDS, Duesberg investiga novas possibilidades que podem transformar o estudo e o tratamento do vírus da AIDS. [Clique Aqui compre o Livro]





Bruno Guerreiro de Moraes, apenas alguém que faz um esforço extraordinariamente obstinado para pensar com clareza...

Tags: Vírus HIV, inofensivo,Remédios,tentar matar o Vírus,morte dos pacientes,ganhador do Nobel, Dr. Peter Duesberg,AIDS,vírus da aids é inofensivo, coquetel químico mata as pessoas,ainda não mata,vírus não mata,aids farsa, farsa da aids, HIV, AIDS, 

36 comentários:

SphinxRock07 disse...

A Superinteressante, deixou de ser interessante há algum tempo. Já tinha lido sobre o trabalho do Dr. Peter, e o que fala é bem coerente. Essa história de se propagar 20 anos depois é pura conversa fiada. Enfim, nossa saúde é um negócio pra eles. Veja mesmo como agem os planos de saúde por exemplo na hora de atender um paciente. É lamentável.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Pessoa em outro site:

Dinei: Isso quer dizer que pessoas anorexas estão propensas a desenvolverem a AIDs ? E as que fazem severos regimes tbm ??

R: O termo AIDS se refere ao estado imunológico fraco, onde o organismo vivo fica sem defesas naturais, e por isso é facilmente abatido até mesmo por uma simples gripe, ou bactéria, HIV é o termo que define o Vírus, que na verdade é inofensivo.
Então creio que sim Dinei, a baixa imunabilidade pode ser causada pela desnutrição. A pessoa poderá ter o virus HIV, mas isso NÃO QUER DIZER que foi o Virus que provocou a fraca imunabilidade, na verdade o que provocou foi a desnutrição. O virus é inofensivo. Compreendeu?

Anônimo disse...

tenho o vírus HIV e nao tive sinais ainda de AIDS.

Lendo esta matéria fiquei um pouco feliz e receoso.

Já faz uns 3 anos que peguei o virus.
O primeiro sinal de que tinha ele para a medicina foi uma Herpes Zoster que tive no ombro, de acordo eu li uma pessoa com imunidade baixa reativa pelo menos uma segunda vez na vida o vírus da catapora!! e aconteceu comigo.

Ai fico a pegunta.. se o vírus é inofensivo pq ele destrói as células de defesa.. como dizem.

é meio polemico essa história toda.
Pode ate ser que esteja certo mesmo, eu n tenho uma vida de beber, fumar e nem drogar. Faço atividades físicas, malho. Não sei ate quanto isso interfere!!

Em fim.. só o tempo dirá.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Anônimo, leia a matéria de novo, e cada palavra,pausadamente, o HIV é inofensivo, e milhões pelo mundo todo o leva no corpo. Mas ai em casos como o seu, os médicos suspeitam que tenha HIV, fazem o exame especifico e detectam! Mas muitos outros o tem, porém nunca fazem exame, por isso nunca ficam sabendo.

Esses milhões não tem problema imunológico algum, só não descobrem que possuem o HIV no sangue, por que nunca fazem exame.

Muitas pessoas tem problemas de imunidade fraca, como é o meu caso, eu pego gripe muito facilmente, já fizeram exame de sangue para ver se tenho HIV e não detectaram, então o problema, dizem, é a minha genética.

Eu tive sorte, se eu tivesse o HIV com CERTEZA inventariam que é por causa do vírus que sou fraco contra a gripe. Mas seria uma sofisma.

Compreendeu?

Anônimo disse...

Bruno, entendo!!
Vou re ler a matéria. Mas assim:

Uma pessoa que tem o virus HIV e que esta passando por um problema de saude como gripes, emagrecimento, coisas "inexplicavei" teria que fazer um tratamento contra o HIV ou um se fazer um estudo por que sua imunidade esta baixa.

Valews pela atenção esse assunto me interessou muito mesmo, ate pq tenho o tal virus no corpo.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Bem segundo o Dr. Peter Duesberg não se deve fazer nada, esqueça o HIV, a causa do problema imunológico pode ser outro, tipo a genética.

Se médicos insistirem que é o HIV então cite esse artigo, fale do Dr. Duesberg e seus colegas, e diga que quer ver quais outras possíveis causas para o problema de imunológico.

Anônimo disse...

Hoje uma cena na novela " Amor a vida" e achei ridículo. Uma mulher que tem HIV humilhada e todos parceiros dela tiveram q fazer o exame, todo mundo comemorando, e um q deu positivo ficou tristão rsrs!!
Cara na moral, quando eu recebi a noticia a primeira coisa q eu pensei foi: poww eu brinquei comigo, com minha vida, me preocupei com a reação das pessoas, e não comigo sabe.

Fiquei um tempo assim pensativo e depre.. por incrivel q parece, acabei tendo um tique nervoso, nosso cerebro é incrivel mesmo, e depois fiquei normal com um remedio tarja preta.

A questão é q hoje vivo sem pensar muito nela.. vivo normal. Procuro ter uma vida boa!

Em fim.. valew pela atenção e sigo seu blog a um tempinho já.

Abraços.

Anônimo disse...

Descobri HIV em outubro/2013. Curiosamente, graças a Deus, não repassei a minha esposa, mesmo depois de várias relaçoes sexuais, pois meu contato sexual desprotegido fora do casamento foi em março/2013. Transo 07 vezes/mes aproximadamente com minha mulher. Olha, ainda não entrei nos ARV's, estou na segunda seçao de auto-hemoterapia para fortalecer minhas defesas e vou tentar um medicamento homeopático chamado Canova, tudo para fortalecer o sitema imunológico, além de cuidar de minha parte espiritual (sou católico). Quero ver até onde isso vai, tenho meus exames iniciais e vou confrontar com os proximos. É uma questão dificil a AIDS, achar que tudo no mundo é uma conspiração é tão imbecil quanto achar que tudo que se fala é o correto. Gostaria que os dissidentes falassem coisas atualizadas, por mais dificil que seja conduzir pesquisas com poucos recursos, tudo que se vê sào afirmaçoes de 10 anos atrás! Seria bom que eles renovassem os argumentos, mostrassem casos de sucesso, criassem sites, enfim...mostrando que conseguiram deixar pessoas vivas sem os ARV's. Isso fortaleceria as teses. Apenas negar, negar e negar que nao existe enquanto tem gente morrendo, fica difícil. Sei que a AIDS é um mistério ainda, mas ainda assim acredito que poderei aumentar minhas defesas e chegar a expulsar essa ameaça de dentro de mim. Quando perguntei ao meu infectologista a mais ou menos quanto tempo eu teria me infectado, ele disse que uns 05 a 06 anos mais ou menos...e olha que é o melhor aqui do meu estado, larga experiencia, atua desde que surgiram os primeiros casos em 1983, vai a congressos internacionais, etc... Contudo eu disse a ele que tinha exames de 2008/2009/2010/2011 que eram todos negativos, ou seja, vejam como muita coisa se baseia ainda em percepções desconhecidas, é diferente de outras doenças que a medicina possui conhecimentos reais e sem dissidencia. Isso me faz acreditar que os dissidentes não estão totalmente loucos, há algo de muito lúcido no questionamento deles, só não sei o que é. Se puder publico os dados da minha terapia alternativa.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Anônimo, pesquise mais sobre o Dr. Peter Duesber ele tem site oficial, livros publicados. E Várias entrevistas estão no ar, pesquise em sites Americanos. E não caia mas sofismas da indústria farmacêutica.

Anônimo disse...

provavelmente é um velho esclerosado que esta tentando colocar em risco a saúde de milhões de pessoas doentes. O pior é ver um monte de gente concordando com isso. parem pra pensar e reflitam nos diversos artistas que morreram sem tratamento algum e que foram exemplos desta desgraça. Cazuza, Fred Mercure, Renato Russo entre outros. Naquela época nem tinha medicação AHHHH faça me o favor

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

o Anonimo, como a maioria das pessoas, não entendem o que o Dr. Duesberg afirma...

Cazuza(usuario de drogas pesadas), Fred Mercure (usuário de drogas pesadas)Renato Russo (usuário de drogas pesadas).

Todos esses são exemplos de pessoas que tiveram a AIDS, por que eram usuários de drogas. Eles tinham HIV, mas o HIV não mata, é inofensivo, o que os matou é a uso de drogas, é como eu pegar um usuário de crack, e dizer que a magreza dele, a falta de força, de vitalidade, etc... é por que ele é Aidético. Em vez de admitir que o que deixa a saúde dele debilitada e o mata é o uso de Crack.

Entende a sofisma da industria do HIV?

Anônimo disse...

CARO AMIGO ANÔNIMO...
- É DE PESSOAS IGNORANTES COMO VC QUE ESSA INDÚSTRIA PERVERSA DA MORTE SE SUSTENTA E AINDA VAI CONTINUAR POR ALGUM TEMPO INFELIZMENTE, POIS VC É A PROVA AINDA VIVA DE QUE AINDA EXISTEM PESSOAS QUE SÃO PRESAS FÁCEIS PARA ESSA GENTE.... SUGIRO QUE VC VÁ AO GOOGLE E PESQUISE SOBRE O AUTOR DO LIVRO "... CURAS NATURAIS – QUE “ELES”
NÃO QUEREM QUE VOCÊS SAIBAM” - DO AUTOR KEVYN MARK TRUDEAU.
É UMA SÍNTESE BOMBÁSTICA DAS FAUCATRUAS CRIADAS PELOS DONOS DE LABORATÓRIOS E DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA MUNDIAL.
- ESPERO QUE VC ABRA A SUA MENTE LIMITADA E SAIA DESSA ESCRAVIDÃO PSICOLÓGICA QUE VC E MUITAS PESSOAS VIVEM.


SAUDAÇÕES!

Sonia disse...

O que é isso gente, que mundo cruel é esse em que nos vivemos?!!

Anônimo disse...

Tenho HIV ha 19 anos e meus melhores resultados da carga viral era quando passava 02 anos sem medicamentos, e sempre desconfiei dessas drogas!

Angela Freeman disse...

Houve um monte de dúvidas sobre a cura da aids hiv, eu também estava duvidaram, mas agora eu tenho a acreditar que o milagre que eu recebi também pode ser de grande ajuda para o mundo. Meu nome é Angela meu email é angelafreeeman@gmail.com Eu vivi com esta doença mortal por mais de um ano, o meu marido descobriu que estávamos ambos HIV positivo. Tentamos por todos os meios para viver nossas vidas, apesar de essa coisa no nosso corpo é somente quando nós tropeçavam este poderoso herbalista que ele retratou cura. No início, estávamos mais cético, mas meu marido insistiu em dar-lhe uma tentativa e pedimos para algumas de suas ervas e algumas semanas após a conclusão do processo devido a este fitoterapeuta, fomos para um teste como também dissemos, nós foram esmagados felicidade quando recebi os resultados na clínica. A taxa de vírus no corpo e caiu dentro de algumas semanas, fomos completamente cicatrizado. Também perguntou por que ele não veio para o mundo que ele tinha a cura e ele disse que fez em 2011, mas foi rejeitada pela equipe de pesquisa internacional. A coisa mais importante é para você ser curado, se você quer saber sobre esta chamada fitoterapeuta em +2349032913215 ou e-mail: odincurahiv@gmail.com. Deus te abençoe.
Fale agora odincurahiv@outlook.com

Angela Freeman disse...

Houve um monte de dúvidas sobre a cura da aids hiv, eu também estava duvidaram, mas agora eu tenho a acreditar que o milagre que eu recebi também pode ser de grande ajuda para o mundo. Meu nome é Angela meu email é angelafreeeman@gmail.com Eu vivi com esta doença mortal por mais de um ano, o meu marido descobriu que estávamos ambos HIV positivo. Tentamos por todos os meios para viver nossas vidas, apesar de essa coisa no nosso corpo é somente quando nós tropeçavam este poderoso herbalista que ele retratou cura. No início, estávamos mais cético, mas meu marido insistiu em dar-lhe uma tentativa e pedimos para algumas de suas ervas e algumas semanas após a conclusão do processo devido a este fitoterapeuta, fomos para um teste como também dissemos, nós foram esmagados felicidade quando recebi os resultados na clínica. A taxa de vírus no corpo e caiu dentro de algumas semanas, fomos completamente cicatrizado. Também perguntou por que ele não veio para o mundo que ele tinha a cura e ele disse que fez em 2011, mas foi rejeitada pela equipe de pesquisa internacional. A coisa mais importante é para você ser curado, se você quer saber sobre esta chamada fitoterapeuta em +2349032913215 ou e-mail: odincurahiv@gmail.com. Deus te abençoe.
Fale agora odincurahiv@outlook.com

Anônimo disse...

Bruno, você quer sustentar mais ainda sobre o monopólio e a política genocida que as grandes Oligarquias bilionárias executam pelo mundo.
Para os que dizem que isso é tudo teoria da conspiração...
Mostre o que a industria petrolífera fez quando se iniciou o uso de gasolina nos automóveis.
Onde eles colocavam chumbo como uma especie de conservante para o transporte.

Um pesquisador que trabalhava para uma companhia de petróleo descobriu que o chumbo colocado na gasolina era propagado pela fumaça emitida das escapamentos e provocara doenças cronicas em milhões de pessoas.
Quando o pesquisador apresentou esses dados a direção da industria petrolífera, eles falaram para o pesquisador parar com os estudos.
Ele se recusou, e passou 40 anos lutando contra as oligarquias para provar que o chumbo estavam sendo a causa das milhões de pessoas intoxicadas nas grandes cidades.
Claro que durante essa luta ele foi humilhado, rechaçado, compraram pesquisadores e cientistas para acusarem ele de louco e despreparado......
Para nossa sorte, esse senhor nunca desistiu e depois de inúmeras batalhas nos tribunais e pessoas com doenças aparecendo cada vez mais, ele conseguiu ser ouvido, sua tese foi comprovado, e hoje a gasolina é proibida de ter esse chumbo!!!

Mais veja, foram quase 40 anos de humilhação e discriminação de sua pessoa, financiada pelas petrolíferas multibilionárias !



"por mais de quatro décadas, todas as pesquisas cientificas a respeito das implicações do chumbo na gasolina eram sobrescritos e controladas pela quadrilha do chumbo – Du Pont, GM e Standard Oil; tais pesquisas invariavelmente favorecia os pontos de vistas da industrias de chumbo, mas eram só o começo do ardoroso fracasso. Cientistas independentes que finalmente alcançaram com seus recentes trabalhos e revelaram a verdade – mas continuam sendo ameaçados e difamados pelos interesses dos fabricantes de chumbo e suas contratadas mãos."

Anônimo disse...

Bom dia, pessoal!
Concordo plenamente com o que diz o DR Peter.

A indústria farmacêutica é um dos setores que mais arrecadam dinheiro e por isso tem que vender e iludir a população com medicamentos que na verdade matam as pessoas aos invés de curar ou pelo menos amenizar a situação. O governo não tem interesse em parar de fabricar medicamentos pois recebem milhões em troca. Acorda povo o HIV é mesmo um vírus comum que surge quando estamos com a imunidade baixa, assim como a gripe e outros. Fiz o exame para carga viral tomando o medicamento esta taxa aumentou consideravelmente, suspendi alguns meses a medicação e a minha carga viral está quase 0. Na verdade esses medicamentos estavam me matando por dentro. Logo, terei uma surpresa com fé em Deus que meu exame dará negativo sem o uso de medicamentos.

Anônimo disse...

Hj faZ 24 horas que descobrir que Estou com hiv tenho varios testes negativos de novenbro passado e confesso que estou Muito triste e sem saber o que fazer , me ajudem devo usar os remedios??

Dera deal disse...

Olá pessoas, você pode me chamar de Juanita, quero apoiar o movimento que o HIV / AIDS pode ser curada com extratos de ervas e orações espirituais, porque eu era uma vez um portador do vírus e para a minha maior alegria depois de ver / ler vários blogs eu obtive em contato com Dr. Kpanou Houdegbe um especialista em ervas e cura de pessoas com o vírus com suas ervas poderosas extrair e super poderes naturais i ficou curado depois de tomar o seu tratamento conforme as instruções. Após o tratamento, como eu estava cético sobre a cura, eu proceder para confirmar a genuity da cura em três hospitais diferentes e meu resultado foi negativo. Eu sugiro que você bater suas dúvidas, medo e até mesmo a morte viral e entrar em contato com Dr. Kpanou Houdegbe para ficar curado also..His email é kpanouherbal4u@outlook.fr

Joan Hubbell disse...

Eu estou feliz de compartilhar este testemunho com o mundo, porque há muitas dúvidas sobre a cura do HIV / SIDA, mas agora eu acredito que o milagre que eu recebi é útil para o mundo e vítimas da Aids Hiv que perderam a esperança. Meu nome é Joan Hubbell meu e-mail é joanhubbel@gmail.com o herbalista que me curou do vírus de e-mail é odincurahiv@gmail.com Eu vivi com esta doença mortal por mais de um ano, meu marido descobriu que nós éramos ambos HIV positivo quando ele foi testado positivo. Tentamos por todos os meios para viver nossas vidas usando drogas anti virais retro, apesar de esta coisa em nosso corpo que foram sempre infeliz, até que nós tropeçamos mediante esta poderosa herbalist que retratou a cura. No primeiro, ficamos em dúvida, mas meu marido insistiu em dar-lhe uma tentativa porque não estávamos confortáveis ​​com o uso de antivirais e pedir algumas das ervas enviados em para nós, e algumas semanas após a conclusão do processo, devido à herbalista ajuda, fomos para testar depois de tomar as ervas para algumas semanas, nós estavam cheios de alegria por causa dos resultados que recebemos do nosso médico de família. A taxa de vírus no organismo dentro de algumas semanas havia caído, fomos completamente curado. A fitoterapeuta explicou que ele não publicou para o mundo, porque ele tinha sido recusado muitas vezes depois de 2011, pela equipe de pesquisa internacional, porque ele usa um meio tradicional para curar pacientes. A coisa mais importante é para você ser curada e livre de o vírus mal, e-mail dele com isso, também odincurahiv@outlook.com

Abilio Albertina disse...

Meu nome é senhora Albertina Abilio, Aqui é o meu testemunho !! 2 anos atrás, eu era testado HIV positivo e desde então eu tenho sido gastar dinheiro em todo recebendo drogas de diferentes hospitais. Isso afetou minha carreira e meu trabalho, eu estava esperando a morte chegar e me levar, porque eu estava tão impotente. Um dia fiel, eu ouvi sobre este grande homem que é bem conhecido por sua grandeza. Ele tem ajudado as pessoas sem esperança de curar seu HIV e outras doenças. Então, entrei em contato com ele através deste e-mail: AALOISIO27@gmail.com, preparou e enviou diferentes ervas para mim, disse-me como usá-lo. Para minha grande surpresa, depois que eu pacientemente atravessou o tratamento conforme indicado pelo Dr.ARNALDO ALOISIO, eu fui para um exame médico e o resultado foi negativo. Eu pensei que era uma piada, então eu decidi ir para outro teste em um hospital diferente e novamente eles confirmaram me HIV negativo. Até o meu médico estava confuso, ele disse que nunca viu esse tipo de milagre antes. Eu realmente quero agradecer DR.ALOISIO por salvar a minha vida, eu nunca acreditei que eu seja HIV negativo hoje, por favor, meus queridos amigos, ajuda-me a agradecer DR.ARNALDO ALOISIO para o que ele tem feito na minha vida, agradeço Sir . Se você está tendo o mesmo problema, por favor contacte-lo agora através de seu e-mail: AALOISIO27@gmail.com. Eu amo DR. ALOISIO e eu nunca vou esquecer dele, eu também prometem para compartilhar todo esse testemunho aqui e em todo lugar que eu sou. obrigado novamente, você é o melhor !!

matt disse...

Estou realmente muito feliz por minha vida; Meu nome é Cynthia Vargas maye, eu nunca pensei que eu vou viver na Terra antes do ano acabar. Eu tenho sido vítima de uma doença mortal (HIV) nos últimos 5 anos; Eu tinha passado um monte de dinheiro indo de um lugar para outro, de igrejas para as igrejas, os hospitais têm sido cada minha residência dia. verificações constantes até ter sido meu hobby não até o mês passado, eu estava procurando através da internet, eu vi um testemunho de como DR. Ben ajudou alguém na cura de sua doença HIV, rapidamente eu copiei o seu e-mail que é (drbenharbalhome@gmail.com) .Eu falei com ele, ele me pediu para fazer algumas certas coisas que eu fiz, ele me disse que ele está indo para fornecer o ervas para mim, o que ele fez, então ele me pediu para ir para exame médico depois de alguns dias após o uso do remédio herbal, eu estava livre da doença mortal, ele só me pediu para deixar o testemunho por todo o mundo, fielmente am fazê-lo agora, irmãos e irmãs por favor, ele é grande, eu devo a ele na minha vida. se você está tendo um problemas semelhantes apenas e-mail ele em (drbenharbalhome@gmail.com) ou simplesmente WhatsApp-lo em: + 2348144631509.He também pode curar doenças como câncer, diabeties, Herpes. Etc. Você pode alcançar-me no e-mail: vargascynthiamaye1995@gmail.com

AMANDA KARIPETRA disse...

Estou AMAARIPETRA vivendo nos EUA, tenho sofrido de Herpes, por Muitos anos, período de 7 anos, sem cura. Em um dia fiel eu vi um Artigo sobre a internet foram uma mulher falou sobre o médico ISE e como este Médico curou-a permanentemente do HIV. Eu entrei em contato com ele através de seu e-mail: ISESPIRITUALSPELLTEMPLE@GMAIL.COM e falei-lhe da minha doença. Este homem grelha curou minha doença de infecção de herpes. Ele me enviou uma medicina herbal que me curou completamente. Hoje estou vivendo Felizmente e livre de HERPES. Eu tinha concluído em minha mente que não há Cura, ele é o proprietário e fundador do ISE HERB RESEARCH CENTER [IHRC] Dr .ISE tem a cura para o HIV, Zika, HPV, ASMA, Diabetes, sífilis, espermatozóides baixos Contagem, câncer, loucura, hepatite, bactérias e infecção parasitária e Outras infecções virais relacionadas. Ele tinha passado 15 anos na prática Espiritualismo, consultores, usando ervas e meios espirituais para curar Doença em todo o mundo. A principal razão pela qual estou escrevendo este testemunho é Para informar o mundo inteiro sobre seus grandes feitos, e ele é um Herbal Doctor Que pode curar doenças mortais. Ele também é um grande conjurador de magias que eu não tinha Ver qualquer Doutor tão poderoso como este homem de grelha, ele tinha salvo muitas vidas. Você pode contatá-lo via; ISESPIRITUALSPELLTEMPLE@GMAIL.COM ... Adicione-me no rosto livro: Kari Petra

AMANDA KARIPETRA disse...

Estou AMAARIPETRA vivendo nos EUA, tenho sofrido de Herpes, por Muitos anos, período de 7 anos, sem cura. Em um dia fiel eu vi um Artigo sobre a internet foram uma mulher falou sobre o médico ISE e como este Médico curou-a permanentemente do HIV. Eu entrei em contato com ele através de seu e-mail: ISESPIRITUALSPELLTEMPLE@GMAIL.COM e falei-lhe da minha doença. Este homem grelha curou minha doença de infecção de herpes. Ele me enviou uma medicina herbal que me curou completamente. Hoje estou vivendo Felizmente e livre de HERPES. Eu tinha concluído em minha mente que não há Cura, ele é o proprietário e fundador do ISE HERB RESEARCH CENTER [IHRC] Dr .ISE tem a cura para o HIV, Zika, HPV, ASMA, Diabetes, sífilis, espermatozóides baixos Contagem, câncer, loucura, hepatite, bactérias e infecção parasitária e Outras infecções virais relacionadas. Ele tinha passado 15 anos na prática Espiritualismo, consultores, usando ervas e meios espirituais para curar Doença em todo o mundo. A principal razão pela qual estou escrevendo este testemunho é Para informar o mundo inteiro sobre seus grandes feitos, e ele é um Herbal Doctor Que pode curar doenças mortais. Ele também é um grande conjurador de magias que eu não tinha Ver qualquer Doutor tão poderoso como este homem de grelha, ele tinha salvo muitas vidas. Você pode contatá-lo via; ISESPIRITUALSPELLTEMPLE@GMAIL.COM ... Adicione-me no rosto livro: Kari Petra

Clinton Lisa disse...

Lisa Clinton Kean, Minha maior cura milagres. Eu tenho asma e artrite, por 4 anos, tentar voltar à vida saudável .. Foi grandes golpes em mim, eu tentei medicação Inglês para três anos não foi curado, eu continuei Gerenciando a minha vida devido à minha natureza insalubre ... Navegando através da Internet, me deparo com Dr.ISE ervas remédio @ ISE Herb's RESEARCH CENTER via ISESPIRITUALSPELLTEMPLE@GMAIL.COM.This Dr ISE.Healed me permanentemente da minha doença .. I milhões Graças ao Dr.ISE Ele me enviou medicação erval em forma de substância líquida e sólida, eu usá-lo por período de três semanas, não tem efeitos colaterais. ISE HEALTH CENTER @ ISESPIRITUALSPELLTEMPLE@GMAIL.COM
A vida tem sido tão boa para mim, pois o que eu sempre valorizo é a boa saúde e ser feliz. Que DEUS abençoe Dr.ISE por mim. Ele me salvou por muito tempo sofrendo e sofrendo. Hoje eu sou a pessoa mais feliz nesta terra, Mais milhões de agradecimentos Dr.ISE

kate nick disse...

Eu quero compartilhar este grande e maravilhoso testemunho para o público em geral sobre como eu tenho curado da minha doença chamada (HEPATITIS B) pelo Dr. OGUN cura remédios à base de plantas, eu tenho sofrido de (HEPATITIS B) para o bem 6 anos e eu estava Quase indo para o fim da minha vida devido à dor constante, especialmente em meu fígado. Tudo o que tenho na minha mente é me deixar apenas desistir porque a vida já não era intestino para mim, mas eu apenas rezo a Deus todos os dias para aceitar minha alma quando eu morrer, felizmente para mim, minha irmã miúda correu para mim que Ela encontrou um médico na internet que pode curar (HEPATITIS B, HERPES, CANCER e HIV / AIDS), ela me ajudou em tudo, o grande Dr. OGUN só pedem meus Detalhes e alguns itens, para que ele possa preparar um Herbal Medicina para mim e enviá-lo para mim no meu país, o que eu fiz .. então depois de dois dias de começar o remédio e levá-lo como prescrever-me a partir dele, eu comecei a ficar mais forte o meu sangue começou a fluir normalmente, comecei a experimentar mudanças Todo o meu corpo como o grande DR OGUN me assegurou que eu deveria ir para check-up médico que eu tenho sido curado, então depois de algum tempo eu fui para o meu médico para confirmar se eu tenho ser finalmente curado, eis que era verdade e eu estava Muito feliz, então se você tem HERPES, HEPATITIS B, CANCER, HIV / AIDS ou qualquer tipo de doença VOCÊ TEM, y Ou pode entrar em contato com ele e, qualquer doença ficar curado, eu aconselho você a entrar em contato com himon Via e-mail (drogunrootherds@outlook.com) whatsapp número +2349071799626 Boa sorte

ruth robinson disse...

Olá a todos Eu estou aqui para compartilhar sobre o Testemunho pela forma como a minha cura HIV era médico medicina herbal com a ajuda de sabão à base de plantas e ervas, Como todos sabemos medicamente, não há nenhuma solução ou cura para o HIV eo custo é de medicação muito caro. Apresente-me a alguém no homem (Native Medical Practitioner) mostram no homem todos os meus testes e resultados empurrar masculino e I i já diagnosticado com HIV e ter gasto milhares de dólares em medicação. Eu disse que gostaria de tentar lhe fazer com que alguém me apresentar a ele. Ele me perguntou tipos de perguntas e eu lhe respondi corretamente. Para encurtar a história, ele me deu algumas ervas medicinais sabonetes e alguns (tem o nome que ele esqueceu chamava) e me como ele pensou vou usá-los todos. No começo eu era cético, mas eu só dei-lhe uma tentativa. Eu estava a medicação por duas semanas e eu usei todas as ervas e sabonetes De acordo com sua receita. Que ele vai terminar o resto Si mesmo. Liguei masculino e três dias depois, eu e eu chegamos empurrá-lo qual é a próxima coisa que ele disse, ele tem sido esperando a minha chamada. Ele me empurra para visitar o meu médico para outro corpo. Honestamente falando, eu nunca acredito que tudo o que ele estava dizendo, até depois que o corpo quando o meu médico Mencione a declaração danos am HIV negativo e o médico começou a me perguntar como é que sobre a cura, e eu fazer uma promessa a Dr. SAOS mal se eu sou vou curar Testify seu bom trabalho na minha vida, se há alguém lá fora que precisam da ajuda de Dr. abril SAOS você pode enviar-lhe através de seu endereço de e-mail drosasherbalhome@gmail.com Para qualquer tipo de doença que ele pode curar qualquer doença WhatsApp OR chamá-lo através de seu número +2349035428122 ele também tem óleo de ervas para a ampliação do pénis

ruth robinson disse...

Olá a todos Eu estou aqui para compartilhar sobre o Testemunho pela forma como a minha cura HIV era médico medicina herbal com a ajuda de sabão à base de plantas e ervas, Como todos sabemos medicamente, não há nenhuma solução ou cura para o HIV eo custo é de medicação muito caro. Apresente-me a alguém no homem (Native Medical Practitioner) mostram no homem todos os meus testes e resultados empurrar masculino e I i já diagnosticado com HIV e ter gasto milhares de dólares em medicação. Eu disse que gostaria de tentar lhe fazer com que alguém me apresentar a ele. Ele me perguntou tipos de perguntas e eu lhe respondi corretamente. Para encurtar a história, ele me deu algumas ervas medicinais sabonetes e alguns (tem o nome que ele esqueceu chamava) e me como ele pensou vou usá-los todos. No começo eu era cético, mas eu só dei-lhe uma tentativa. Eu estava a medicação por duas semanas e eu usei todas as ervas e sabonetes De acordo com sua receita. Que ele vai terminar o resto Si mesmo. Liguei masculino e três dias depois, eu e eu chegamos empurrá-lo qual é a próxima coisa que ele disse, ele tem sido esperando a minha chamada. Ele me empurra para visitar o meu médico para outro corpo. Honestamente falando, eu nunca acredito que tudo o que ele estava dizendo, até depois que o corpo quando o meu médico Mencione a declaração danos am HIV negativo e o médico começou a me perguntar como é que sobre a cura, e eu fazer uma promessa a Dr. SAOS mal se eu sou vou curar Testify seu bom trabalho na minha vida, se há alguém lá fora que precisam da ajuda de Dr. abril SAOS você pode enviar-lhe através de seu endereço de e-mail drosasherbalhome@gmail.com Para qualquer tipo de doença que ele pode curar qualquer doença WhatsApp OR chamá-lo através de seu número +2349035428122 ele também tem óleo de ervas para a ampliação do pénis

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

A Farsa do HIV/AIDS, Vírus não Provoca a AIDS: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2013/12/bomba-o-virus-hiv-e-inofensivo-remedios.html HIV é inofensivo, remédios usados para matar o vírus é o que provoca a morte, diz PhD em Bioquímica, Biofísica e Biologia Estrutural o Dr. Peter Duesberg, e o ganhador do Prêmio Nobel de Química o Dr. Kary Mullis.
Site Oficial: http://www.duesberg.com/ Este é o site oficial de Duesberg, contendo seus trabalhos escritos sobre o assunto, bem como outros cientistas que apoiam suas opiniões, como Kary B. Mullis. Kary Mullis ganhou o Prêmio Nobel de Química 1993 por sua invenção da técnica de reação em cadeia da polimerase para a detecção de DNA. Esta é a técnica utilizada para pesquisar fragmentos de HIV em pacientes com AIDS. As descobertas do Prof. Duesberg têm sido uma pedra no sapato do estabelecimento médico e das empresas farmacêuticas desde 1987. Em vez de se engajar no debate científico, no entanto, a única resposta foi cortar o financiamento para testar a hipótese de Duesberg do Professor.
Livros publicados: http://www.duesberg.com/books/index.html
Livro: “Inventando o vírus da AIDS” pelo Dr. Peter H. Duesberg, PhD em Bioquímica, Biofísica e Biologia Estrutural, http://www.duesberg.com/books/pdbinvent.html
Compre pela Amazon: https://www.amazon.com/Inventing-AIDS-Virus-Peter-Duesberg/dp/0895264706
Um eminente cientista e pioneiro na descoberta de retrovírus desafia a crença amplamente aceita de que o HIV é a causa da AIDS. Peter H. Duesberg argumenta que o HIV é apenas um vírus passageiro e inofensivo que não causa a AIDS. Claro que essa afirmação provocou um debate intenso, este livro provocador oferece uma crítica original e incisiva da ascensão e queda do HIV.
O HIV não causa a AIDS. A AIDS não é sexualmente transmitida, o AZT torna a AIDS pior, não melhor. Assim argumenta o Dr. Peter Duesberg, um dos principais microbiologistas do mundo, um pioneiro na descoberta da família de vírus do HIV, e um membro da Academia Nacional de Ciências.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

O Vírus HIV é inofensivo, ele não provoca a AIDS: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2013/12/bomba-o-virus-hiv-e-inofensivo-remedios.html Livro: “Inventando o vírus da AIDS” pelo Dr. Peter H. Duesberg um PhD em Bioquímica, Biofísica e Biologia Estrutural, apoiado por centenas de outros Dr.'s e inclusive por ganhadores do Prêmio Nobel. Trecho do Livro que ele escreveu sobre o assunto: “Se o HIV causa AIDS, por que milhares de vítimas de AIDS nunca tiveram HIV? Por que centenas de milhares de pessoas que tiveram HIV - por muitos anos - permaneceram perfeitamente saudáveis? Por que o descobridor do vírus do HIV agora afirma que não pode ser a única causa da AIDS? Por que mais de dez anos de pesquisa sobre a AIDS - custando dezenas de bilhões de dólares - falharam em mostrar como (ou mesmo se) o HIV causa a AIDS ou ataca o sistema imunológico? Com um financiamento federal anual de mais de US $ 7 bilhões, a pesquisa sobre AIDS é mais bem financiada do que qualquer outra doença - incluindo o câncer. No entanto, também produziu os menores resultados. Por quê?

Peter H Duesberg (Alemanha, 2 de dezembro de 1936) é professor de biologia molecular e celular na Universidade de Berkeley. Ph.D em química pela Universidade de Frankfurt, tornou-se pesquisador do Instituto Max Planck de Virologia, em Tübingen e, desde 1973, é professor titular da cátedra de biologia molecular e celular de Berkeley, cátedra esta que já foi ocupada por mais de um prêmio Nobel.

Especializado no estudo de vírus, demonstrou que o vírus da gripe tem o genoma segmentado, e mapeou a estrutura genética dos retrovírus. Por este e outros trabalhos ganhou vários prêmios internacionais de ciências.
Sua experiência com os retrovírus o levou a publicar artigos em revistas científicas de reputação internacional, refutando a hipótese de que a AIDS seja causada por um vírus. Propõe como hipótese de trabalho que a AIDS é causada por abuso de drogas e comportamentos auto-degradativos, que leva o sistema imunológico ao colapso. Seus estudos sobre a participação viral na oncogênese o levaram a refutar esta relação. Sugere, como linha de pesquisa científica, que a aneuploidia esteja na origem do câncer.

Em 1996, em seu livro Inventing the AIDS Virus (Inventando o vírus da AIDS) e em inúmeros artigos para jornais e cartas para editores, Duesberg afirma que o HIV é inofensivo, e o uso de drogas ilícitas e farmacêuticas (especialmente de AZT, uma droga utilizada no tratamento da AIDS) são as causas da doença fora da África (a tão comentada Hipótese de Duesberg).

Duesberg afirma que a AIDS na África é erroneamente diagnosticada, e a epidemia é um mito, alegando que o critério de diagnóstico da AIDS na África é diferente de qualquer outro lugar e que a perda da imunidade nos pacientes africanos pode ser explicada por fatores como desnutrição, consumo de água poluída e várias outras infecções que têm os mesmos sintomas da AIDS. Duesberg também argumenta que os retrovírus como HIV sobrevivem de maneira inofensiva, e que a maneira comum de propagação é a transmissão de mãe para filho por infecção no útero.

A Hipótese de Duesberg é apoiada por vários cientistas, em sua maioria Phd’s e ganhadores de prêmios Nobel, embora seja atacada massivamente por cientistas de grandes laboratórios, principalmente o GlaxoSmithKline (Burroughs Wellcome na época em que patenteou o AZT).

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

02: Esse artigo da Revista Super Interessante foi atacado, e muito provavelmente a industria Multi-bilionária da AIDS subornou a Editora para que mais tarde se fizesse uma nota desmentindo, leiam a nota abaixo, e minha opinião depois:

A SUPER gostaria de fazer um esclarecimento. Em 2000, publicamos uma entrevista com o biólogo e químico Peter Duesberg, que defendia a tese de que a aids não era causada pelo vírus HIV. A entrevista foi conduzida por Flavio Dieguez, um dos maiores jornalistas científicos que já trabalhou conosco, e está fundamentalmente correta. Mas, ao longo dos últimos 13 anos, as teses de Duesberg caíram em descrédito e hoje temos muita clareza de que não deveríamos ter dado espaço a elas. Em parte esse descrédito se deve à tragédia de saúde pública que se abateu sobre a África do Sul, país que adotou as idéias de Duesberg em suas políticas de combate à aids.

O resultado foi que o vírus se disseminou. Gostaríamos então de afirmar que, aqui na SUPER, não temos mais dúvidas de que a aids é causada pelo HIV e de que todo cuidado para evitar a transmissão desse vírus é fundamental para a saúde pública. Percebemos que esta entrevista foi redescoberta e está circulando nas redes sociais. Que fique claro que não concordamos com as idéias expressas nela.

Um abraço, Denis R Burgierman, Diretor de redação, Superinteressante
Resposta de Bruno do SeteAntigosHeptá: Então notem a sofisma sem pudor, o cientista Peter Duesberg é um PhD, com dezenas de anos de experiência, apoiado por dezenas de outros cientistas da área, todos com PhD e até ganhadores do Nobel, mas mesmo assim a Industria Farmacêutica passa por cima de todos eles como se fossem formigas. O que CERTAMENTE aconteceu foi que subornaram falsos pesquisadores, falsos levantamentos, para então usar de retórica da controvérsia contra as descobertas de Peter Duesberg e companhia. E daí que o Vírus da AIDS se espalhou mais pela África do Sul, digo E DAÍ? O que o Dr. Peter Duesberg afirma é que o vírus é INOFENSIVO, repito, I-N-O-F-E-N-S-I-V-O então a sua maior propagação entre a população não diz nada! Pois o vírus não provoca a morte, o que provoca a morte é os remédios usados para tentar destruir o Vírus.

Isso ficou claro? Então o nosso amigo ai, Denis R Burgierman, não está totalmente errado, mas e daí se ele estiver certo? É como se ele mesmo não tivesse lido o artigo, e obviamente não leu o livro e trabalhos do Dr. Peter Duesberg. Certamente a industria corrupta da AIDS subornou a Superinteressante para mentir descaradamente, ou usar de retórica da controvérsia. Só cai nessa retórica as pessoas que desconhecem as técnicas de argumentação sofistica, uma “arte” muito bem explorada por Advogados, Políticos e lideres Religiosos num geral. Sobre Sofisma, Leia nosso Artigo: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2009/10/sofistas-falsos-sabios-ilusionistas-do.html

Comentário Adalgisa - Jun 23 de 2014: Meu irmão faleceu de AIDS em 1996, descoberta durante uma pneumonia, recusou-se a acreditar que tinha e durante sua internação não autorizou essa medicação. Acreditava que deveria combater com seu próprio organismo. Não era homossexual, não se drogava e seu maior lamento era não saber como se infectara, pois naquela época tudo era atribuído aos comportamentos, sofreu muito por essa rotulação, dizia que morreria naturalmente. Internado e sob cuidados médicos nunca saiu do hospital. Sua companheira nunca adquiriu o vírus, nenhum teste deu positivo até hoje.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

03: Como ela, vi e li sobre soros discordantes, pessoas que vivem relações maritais e que perdem companheiros e nunca se contaminam, sem preservativos, sem medicação.

Em suma, há muito que se aprender sobre as formas de contágio, sobre o desenvolvimento e onde estão os estudos sobre essas pessoas? Onde não se explica esse fato? Quando perguntou ao médico sobre a razão de sua não contaminação durante os anos em que viveu com meu irmão… a resposta foi sorte!

Não há explicação, a carga viral dele era altíssima e durante meses tinha vários sintomas e não consultou médicos, pois era jovem e acreditava que eram viroses. Assim deixo aqui uma informação simplesmente existem muitas coisas ainda para se estudar e descobrir sobre AIDS e o HIV.

Comentário Dinei: Isso quer dizer que pessoas anorexas estão propensas a desenvolverem a AIDs ? E as que fazem severos regimes tbm ??

Bruno GM: O termo AIDS se refere ao estado imunológico fraco, onde o organismo vivo fica sem defesas naturais, e por isso é facilmente abatido até mesmo por uma simples gripe, ou bactéria, HIV é o termo que define o Vírus, que na verdade é inofensivo.

Então creio que sim Dinei, a baixa imunabilidade pode ser causada pela desnutrição. A pessoa poderá ter o virus HIV, mas isso NÃO QUER DIZER que foi o Virus que provocou a fraca imunabilidade, na verdade o que provocou foi a desnutrição. O virus é inofensivo. Compreendeu?

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Bat Edison no facebook: a cura da aids existe na africa existem ervas que combatem o virus da aids inclusive os africanos utilizam um coquetel de ervas para curar a aids isso a ciencia não fala ,a aids não é inofensiva como diz o texto , muito pelo contrario ja vi pessoas que pegaram aids e não se trataram isso la na decada de 80 e morreram ,dentre estas muitos eram artistas , mas que existe um interesse no mercado de doenças isso é verdade , um cientista brasileiro descobriu a cura da carie dentaria ,onde esta esse medicamento? sobre o cancer ja houveram diversos trabalhos relatando a cura do mesmo e ninguem da o menor valor para isso, porque o que tem valor de verdade são os bilhões que o mercado de doenças movimenta todo ano no mundo.

Resposta: Leia o artigo lá é explicado claramente que o vírus HIV não provoca a AIDS, a AIDS é a capacidade imunológica baixa, o HIV é um vírus acusado de provocar esse estado imunológico, o Dr. explica que o HIV não provoca a AIDS, as drogas, a desnutrição, o coquetel usado para tentar matar o vírus HIV sim provoca a AIDS, compreendeu?

Carolina Boa disse...

Meu nome é Carolina Boa, por favor, ajuda-me a agradecer Dr. White por me curar do HIV eu sou de Lyon France. Eu estive doente de HIV para três anos e eu fui visitar o hospital para medicamentos anti-retrovirais. Chegou a um ponto onde eu comecei a visitar herbalist para as ervas, mas a doença ainda estava destruindo meu sistema como Se não houvesse mudanças positivas. Um dia, meu amigo muito próximo me deu This e-mail de um médico drwhitethehivhealer@gmail.com e número WatsApp: +2349091844595 Ela disse-me que ela tinha lido tanto como This Sobre o Dr. curado doença diferentes, incluindo HIV. Ela me convenceu a dar-lhe uma tentativa. Entrei em contato com Dr. White através do e-mail, eu prometi para preparar remédio herbal e enviar para mim em França só se eu posso pagar o custo e dizer mais pessoas sobre seus poderes quando eu ficar curado. Eu paguei todas as despesas necessárias para obter o remédio herbal, i tomou o medicamento como prescrito por duas semanas tem, depois do qual eu fui para um check-up médico e viu o maior milagre da minha vida. Meu resultado do teste era HIV negativo. Tem sido 4 meses e agora eu tenho feito exames médicos incontáveis ​​e eles foram todos negativos. Não posso deixar de agradecer Dr. White por me curar e, claro, o meu melhor amigo Veronica para ligar-me com o médico. O que quer que você está tendo a doença HIV, herpes, HPV, Hepatite B, Câncer e assim por diante, não desista Porque Dr. White pode curar você se você acredita também e em contato com ele.
Meu email é: carolinamichealboa@gmail.com, Face livro: Carolina Michael Boa

FRANK TERRY disse...

Os suplementos de ervas existiram há milhares de anos e podem ser rastreados durante várias culturas diferentes. Por enquanto. As ervas agora são usadas para curar diabético, herpes, dor crônica, asma e até viúvas. Eu amo muitas ervas. Na maioria das vezes, a injeção e as drogas são apenas uma perda de tempo. Fui curado de HIV no ano passado com o uso de ervas, sofri de HIV por 13 anos, mas com a ajuda do DR. Medicamento herbáceo de OSAS, fui curado dentro de poucas semanas de usar as ervas que ele me enviou através do serviço de entrega de correio. Eu não conheço o tipo de problema de saúde que está enfrentando agora, mas eu assegurei que você vai curar se você entrar em contato com o Dr. OSAS e explicar seu problema para ele, que as questões serão resolvidas em poucas semanas. Entre em contato com o Dr. OSAS através de Seu endereço de e-mail: drosasherbalhome@gmail.com ou WHATSAP / CHAME-O no +2349035428122. Site http://drosasherbalhomecure.webs.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

wibiya widget

O que Está Acontecendo?

- “Lamento, eu lamento muito... mas a maior revelação que o ‘Salto’ trás não é consolador, mas sim perturbador. O Mundo em que estamos é um campo de concentração para extermino de uma Super Potencia do Universo Local”. [Bruno Guerreiro de Moraes]